O VICE FALA: Em rota de colisão com Denarium, Frutuoso pode agravar a crise no Governo.

A Coluna de Hoje | Publicada 00h13

Denarium e Frutuoso entraram definitivamente em rola de colisão.

Não deixa de ser uma crise, embora ninguém possa prever os efeitos que ela vai produzir agora ou futuramente na estrutura de Governo. Mas o fato de o vice-governador Frutuoso Lins discordar da postura do titular Antônio Denarium, inclusive jogando dúvidas sobre as medidas até agora anunciadas, deixa claro que está aberto um perigoso flanco de discórdia entre companheiros da chapa vencedora na última eleição.

Contrariando o velho Aureliano Chaves – o vice do general João Figueiredo, último presidente da ditadura militar, [“vice não fala”] costumava expressar, o político mineiro ia mais além: ‘liturgicamente o melhor que um vice tem a fazer é ficar caladinho’.

Mas Frutuoso mostrou que está disposto a se manifestar e não dará o silêncio como obediência à tudo que virá do Palácio Senador Hélio Campos. Ao abrir a caixa de ferramentas com críticas contundentes ao titular, Frutuoso recorreu ao Facebook – um instrumento de comunicação de massa – para expor a ferida do seu relacionamento com Denarium, escancarando também uma crise mais profunda que pode levar a uma séria desestabilização do Governo que já se encontra fragilizado por uma série de circunstâncias.

“Venho a público informar que o anunciado na campanha de ter um vice atuante era apenas discurso! Não tenho papel definido no governo atual! Não concordo com algumas medidas adotadas. Dei minha opinião contrária, porém não fui ouvido! Quero dizer a população que manterei meu discurso de antes e de agora, como sempre, livre!”, postou ele.

Mais tarde, em uma entrevista, o vice foi mais além. “Espero que o Governo cumpra suas promessas que me foi dito olhando no olho!”. Frutuoso disse que levou seu capital moral para o governo de Roraima e que esperava que isso fosse respeitado. “Eu emprestei minha credibilidade para o governo e agora estou tirando meu nome da credibilidade do governo. Tenho meu capital político próprio e quero manter o que falei para inúmeras pessoas que acreditaram em mim. Não quero fazer um calote eleitoral”.

“Quem olha para a campanha e olha para esse período pós-eleição, vê que está diferente em relação as atitudes. Não sou homem de duas palavras. O que abro a boca para falar é para acontecer. Durante a campanha em Roraima, fiz um discurso para milhares de pessoas e ou eu faço o que tenho que fazer ou vou para a população e digo que aquilo que prometi não é possível ser feito. Não me sinto traído pelo governo, mas estou dando ao governador a possibilidade de que ele lembre seu discurso de campanha”.

Durante toda a campanha, Denarium foi repetitivo em afirmar nos comícios, em clara crítica ao desastroso Governo de Suely: “dinheiro tem, e muito. O que falta é gestão”, dizia. Agora fica explícito, se analisarmos mais profundamente as declarações de Frutuoso, o jogo virou: não há dinheiro nem gestão.

‘Estou surpreso’, diz Denarium

Para Denarium não estão claras as queixas do vice Frutuoso.

Ao se manifestar sobre as declarações do vice, Denarium preferiu acirrar ainda mais os ânimos. Deu uma de ‘João sem braço’.

“Não ficou claro que ações são essas que o vice-governador está falando e ele jamais falou comigo sobre esse assunto. Ele tem que deixar claro com o que é que não concorda, pois nunca conversou comigo sobre isso e fiquei surpreso com a declaração dele”, disse

Sobre o ‘fogo-amigo’, Denarium limitou-se a questionar: “Qual a posição do vice? Tem papel no governo, mas só quando for solicitado”.

Teresa e a 1ª Infância

A 1ª Infância é um Programa de referência internacional da Prefeitura.

A prefeita Teresa Surita (MDB) será uma das palestrantes no Seminário Internacional da Primeira Infância, que ocorre hoje em Brasília.

Promovido pelo Ministério da Cidadania, o evento terá participação de especialistas do mundo todo, inclusive gente de peso que já foi Nobel de Economia, por exemplo.

“Um evento onde estarão os tops nesta política pública de cuidado das crianças. Terei a honra de mostrar tornamos referência dentro e fora do Brasil. Mostrar como nos tornamos a capital da Primeira Infância no Brasil”, postou Teresa em sua conta no Twitter.

LINHÃO: Deputados enviam carta

Deputados em Manaus com a cata enviada a Bolsonaro. Foto | SupCom ALE

Durante audiência pública realizada na Assembleia Legislativa do Amazonas, ontem (11), deputados de Roraima e do Amazonas resolveram unir forças e enviaram uma carta ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), na qual pedem a extensão do Linhão de Tucuruí até Boa Vista.

Dez parlamentares de Roraima participaram dos debates. A audiência contou ainda com a participação de deputados federais, lideranças indígenas e representante da Funai (Fundação Nacional do Índio).

A carta resultante da audiência solicita a extensão da linha de transmissão interligando Manaus a Boa Vista. Com extensão de 721 quilômetros, o projeto atravessa o Amazonas e Roraima passando por nove municípios.

Deste trecho, 123 quilômetros passam pela terra indígena Waimiri-Atroari, onde devem ser instaladas até 300 linhas de transmissão, do total de 1.440 torres previstas para toda a linha.

“Por isso, entendemos ser fundamental que o governo tome providências para efetivar espaços de diálogo com todos os seguimentos interessados, respeitando o processo de consulta à população indígena, a fim de agilizar a implementação do projeto, de maneira a beneficiar a população em geral”, diz um trecho do documento. Fonte | SupCom ALE

CORRENTE: Intermediação com o índios

Parlamentares roraimenses na Assembleia do Amazonas. Foto | SupCom ALE

Todos os dias, a partir das 18 hoas, os índios Waimiri-Atroari estendem correntes na BR-174 – rodovia que liga Roraima ao estado do Amazonas, interrompendo por 12 horas o tráfego pelos mais de 120 quilômetros que cruzam a reserva indígena.

Esta demanda também foi apresentada pelos deputados de Roraima durante audiência pública realizada na Assembleia Legislativa do Amazonas, em meio às discussões sobre o Linhão de Tucuruí.

O assunto foi abordado com mais ênfase pelos parlamentares Jeferson Alves (PTB), Coronel Chagas (PRTB), Ione Pedroso (SD) e Soldado Sampaio (PCdoB) e reforçado pela maioria entre os demais presentes.

O vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jânio Xingu (PSB), afirmou que durante a audiência pública foi decidido que a comissão permanente de deputados formada para acompanhar de perto o processo de extensão do Linhão de Tucuruí até Boa Vista ajudará a mediar os debates com lideranças e instituições indígenas para reverter a situação.

Fomos salvos pelo diesel

As termelétricas têm suprido a energia consumida em Roraima.

Se não fossem as termelétricas, tão criticadas por alguns fingidos, Roraima estava no breu. Na completa escuridão. A Venezuela não fornece energia de Guri para o nosso consumo desde a semana passada.

Obrigando ao operador local manter diuturnamente em funcionamento os motores de quatro unidades térmicas, para nossa felicidade.

A preocupação dos consumidores é se na conta do próximo mês o prejuízo de ter que acionar as termelétricas vai vir fragmentado, ou seja, uma parte para cada cliente.

Protesto contra o ‘apagão’

Escuridão na Venezuela atingiu a capital e mais oito estados em todo o país.

O autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, convocou protestos em todo o país para a terça-feira, 12, contra o apagão que mantém a nação em colapso há cinco dias.

“Amanhã (hoje), às três da tarde, toda a Venezuela nas ruas”, conclamou, ao presidir a sessão da Assembleia Nacional em que foi aprovado um decreto legislativo de “emergência nacional” por causa do blecaute.

Ao justificar a medida, Guaidó classificou como “catástrofe” a situação enfrentada no país por cidadãos já mergulhados em sérias dificuldades por conta da crise econômica que assola a maioria dos venezuelanos. Desde o início do blecaute, na quinta-feira 7, 21 pessoas morreram em hospitais por causa do desabastecimento de energia. Entre elas, cinco bebês.

Segundo Guaidó, já começa a faltar água em boa parte do país, a comida está apodrecendo, o transporte e as comunicações estão interrompidas ou instáveis. “Não há normalidade na Venezuela, e nós não vamos permitir que se normalize a tragédia (…), por isso o decreto”, afirmou o líder da oposição, acrescentando que “tudo (é) produto da corrupção e da imperícia do regime”.

NOVIDADE: Detran parcela dívidas

A novidade foi anunciada ontem por Igor Brasil. Foto | Divulgação Detran

O Detran de Roraima anunciou ontem uma novidade que vai aliviar a vida de milhares de proprietários de veículos em Roraima, com pendências de no órgão com o licenciamentos e sobretudo com o IPVA.

A partir de agora os devedores poderão parcelar os débitos com catão de crédito, em até doze vezes junto ao Departamento. A medida atinge o parcelamento de dívidas referentes a multas, guincho, diárias em pátio de retenção, imposto sobre propriedade de veículos automotores (IPVA) e Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT).

O atendimento será realizado na sede do órgão, onde um servidor estará disponível para orientar os condutores das 08h às 14h e no quiosque da Zignet, empresa terceirizada e credenciada para realização do parcelamento, que fica ao lado do estacionamento do Detran.

Nem ai para os bichinhos

Cães e gatos precisam de atendimento em clínicas cadastradas. 

A Prefeitura de Boa Vista lançou, há três semanas, o programa União Pelos Animais voltado à identificação e controle de natalidade de cães e gatos.

A proposta é oferecer a castração com a parceria de clínicas e hospitais veterinários. Ocorre que nenhuma instituição formalizou a proposta de habilitação para prestação de serviço.

O programa é uma iniciativa inovadora da prefeita Teresa Surita e visa principalmente a melhoria das condições sanitárias dos animais de estimação e das pessoas, pois diminui risco de abandono e consequentemente a ocorrência de zoonoses (doenças relacionadas aos animais).

A meta é atender inicialmente 800 bichinhos de estimação com a castração. Os procedimentos vão acontecer em clínicas ou hospitais veterinários devidamente credenciados pela prefeitura para o desempenho das atividades.

O edital e seus anexos estão disponíveis no site da prefeitura: https://www.boavista.rr.gov.br/editais.

Protestos na fronteira

Empresários realizaram ontem ato pela abertura da fronteira. Foto | Facebook

A fronteira do Brasil com a Venezuela, em Pacaraima, continua fechada pelo 19º dia consecutivo. Ontem de manhã um grupo de empresários brasileiros que trabalham com exportação e importação protestaram bem na linha que divide os dois países, cobrando a reabertura da fronteira.

A população de Pacaraima, entre brasileiros e venezuelanos – aderiu ao ato, que reuniu mais de 300 pessoas. Dirceu Lana, presidente da Cooperativa dos Transportadores Autônomos de Cargas do Norte (Coopertran) disse que o prejuízo é generalizado e afeta mais de 40 empresas.

Ele disse que empresários de Roraima e do Amazonas estão muito prejudicados com o bloqueio.


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: