Deputados e senadores vão ao STF para barra “Fundão Eleitoral” de R$ 5,7 bilhões.

Compartilhe nosso conteúdo!

Deputados e senadores foram hoje ao Supremo Tribunal Federal pedir a anulação do ‘golpe do fundão’, que permitiu transferência de R$ 5,7 bilhões para o fundo público de campanha em 2022.

A mudança foi votada na semana passada, junto com a Lei de Diretrizes Orçamentárias.

“Democracia não se perfaz triplicando a verba do Fundo Eleitoral”, afirmaram os deputados Daniel Coelho (Cidadania-PE), Vinícius Poit (Novo-SP), Tábata Amaral (PDT-SP), Tiago Mitraud (Novo-SP), Adriana Ventura (Novo-SP) e o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE).

Os parlamentares dizem ainda que “triplicar o valor do Fundo Eleitoral, enquanto mais de 500 mil cidadãos brasileiros morreram pelo coronavírus, além de inconstitucional, é imoral e cruel”.

Leia o pedido aqui.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts