PF investiga se Aírton Cascavel negociou vacinas para o governo sem ter cargo no Ministério da Saúde.

Compartilhe nosso conteúdo!

O ex-deputado Airton Cascavel , que até esta terça (20) era secretário de Saúde de Roraima, está enrolado até o pescoço com uma investigação da Polícia Federal.

Mesmo sem ter cargo no Ministério da Saúde – ele foi assessor especial do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello – Cascavel teria negociado a compra de vacinas para o governo federal.

A notícia-crime está em poder da CPI da Pandemia, que aprovou requerimento para ouvir Cascavel que está se recuperando de Covid, cujo vírus contraiu pela segunda vez.

Cascavel deixou a Secretaria de Saúde em circunstâncias misteriosas. Pediu afastamento do cargo alegando que estava acometido da Covid, doença que ele tratou em abril deste ano quando esteve internado e um hospital de Manaus.

Até o presente momento nem Cascavel tampouco o Governo justificaram a saída dele da Sesau.

E o inquérito aberto pela Polícia Federal para investigações atribuições e competências ilegais de Cascavel coincide justamente com sua saída dele da Secretaria de Saúde do Estado.

Notícia em atualização

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts