Ministério Público constata falta de médico em visita a maternidade provisória do Estado.

Compartilhe nosso conteúdo!

O Ministério Público do Estado de Roraima (MP), por meio da Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde, visitou nesta quarta-feira (21) julho, as instalações provisórias da Maternidade Nossa Senhora de Nazareth enquanto o prédio da unidade passa por reforma.

No início de junho deste ano, os pacientes da maternidade foram transferidos para um espaço provisório, ao lado do antigo Hospital de Campanha, próximo à Superintendência da Polícia Federal, na avenida Brasil. 

O objetivo da visita foi conhecer o funcionamento da principal maternidade de Roraima. Na ocasião, o Promotor de Justiça, Igor Naves, atendeu à representação de um pai que estava com a filha recém-nascida internada na UTI do hospital.

De acordo com o pai, a criança continuava internada, desde o último dia 13 de julho, porque não havia um especialista médico para realizar exame específico que a bebê necessita.

Segundo o Promotor, foi necessária a intermediação junto à direção para que o exame seja feito urgentemente. A Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde também emitiu ofício à direção do hospital onde requisita informações sobre o quadro de especialistas médicos que atuam na maternidade, além da respectiva escala mensal. O Estado tem quarenta e oito horas para responder ao ofício do MPRR.

“Sabemos das deficiências encontradas na rede pública de saúde e estamos atentos para fiscalizar e cobrar das autoridades responsáveis a solução destas demandas”, ressaltou o Promotor.

Informações: Ascom/MPERR

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts