CAOS NO AMAZONAS: E Manaus poderá importar oxigênio da Venezuela.

 CAOS NO AMAZONAS: E Manaus poderá importar oxigênio da Venezuela.
Compartilhe este artigo

Principal fornecedora de oxigênio para a rede hospitalar do Amazonas, a White Martins tenta importar oxigênio da Venezuela para abastecer Manaus.

“A White Martins já identificou a disponibilidade de oxigênio em suas operações na Venezuela e neste momento está atuando para viabilizar a importação do produto para a região”, disse a empresa, em nota.

A demanda do governo estadual é três vezes superior à capacidade de produção das fornecedoras. São necessários 76 mil metros cúbicos por dia.

A White Martins, a Carbox e a Nitron só conseguem entregar 28,2 mil metros cúbicos por dia. Hoje (14), a FAB entregou apenas 22 mil.

É O CAOS

Manaus vive uma crise sem precedentes com o avanço dos casos de Covid-19. Com internações batendo recordes, unidades de saúde ficaram sem oxigênio. O estado está sendo obrigado a enviar pacientes para outros estados. Os cemitérios também estão lotados, tiveram o horário de funcionamento ampliado e instalaram câmaras frigoríficas. Para frear o vírus, o governo decidiu proibir a circulação de pessoas entre 19h e 6h em Manaus.

A média móvel de mortes cresceu 183% no Amazonas nos últimos 7 dias. Até esta quarta-feira (13), mais de 219 mil pessoas haviam sido infectadas pela Covid em todo o estado, e mais de 5,8 mil morreram com a doença.

O número de internações pela doença em Manaus chegou a 2.221, de 1º a 12 de janeiro. O índice máximo anterior havia sido registrado em abril do ano passado, com 2.128 pacientes internados. O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, visitou o Amazonas nesta semana e afirmou que Manaus é “prioridade nacional neste momento”.

Na terça-feira, a Fiocruz divulgou que uma nova variante do coronavírus que causa a Covid-19 foi encontrada no Amazonas. Trata-se da mesma variante que chegou ao Japão após viajantes passarem pelo estado.

TRANSFERÊNCIA

O Ministério da Saúde pediu a governadores de sete estados que recebam 750 pacientes de Manaus, a serem transportados pela Força Aérea Brasileira.

As viagens começam nesta quinta para Piauí, Rio Grande do Norte, Goiás, Distrito Federal, Paraíba, Maranhão e Pará. Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina ofereceram ajuda.

peronico

http://peronico.com.br

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Posts Relacionados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: