Mulher acusa Helder Girão por tentativa de assassinato. Juiz se defende: “É tudo mentira, calúnia e difamação”. VEJA VÍDEO.

 Mulher acusa Helder Girão por tentativa de assassinato. Juiz se defende: “É tudo mentira, calúnia e difamação”. VEJA VÍDEO.

Helder confirmou o acidente, mas repudia narrativa da mulher que o acusa de embriagues e uso de drogas.

Compartilhe este artigo
Mulher faz narrativa do acidente com acusações ao magistrado.

Um vídeo postado em grupos de WhatsApp na manhã de hoje (23) aponta o juiz federal Helder Girão Barreto como o responsável por um acidente que destruiu uma motocicleta.

Nas imagens é mostrado o local do ocorrido e uma voz de mulher responsabiliza o magistrado pelo que ela chamou de “tentativa de assassinato de um jovem de 21 anos” que é filho dela. A moto aparece destroçada e ao lado um capacete igualmente destruído.

“Esse é local do acidente onde o dr. Helder Girão Barreto tentou assassinar um jovem de 21 anos que estava trabalhando. Ele passou por cima do capacete, olha só. Passou por cima do capacete, desceu do carro, sacou a arma e ameaçou meu filho e as testemunhas de morte”, diz a mulher.

Ela prossegue: “Uma pessoa perigosa dessas, embriagada, talvez drogada, ninguém sabe. Mas visivelmente muito embriagada, fez essa barbaridade aqui. Dr. Helder Girão Barreto, uma pessoa que não pode beber, porque sai por ai matando as pessoas”, conclui o áudio.

JUIZ DÁ VERSÃO DO FATO

Ouvido pelo Blog agora de manhã, o juiz Helder Girão Barreto confirmou a ocorrência do acidente, mas na versão dele a narrativa da mulher está distorcida, com o agravante de calúnia, injúria e difamação.

Helder disse que estava indo para casa ontem á noite (22) e no acesso da avenida Getúlio Vargas para a avenidas Pintombeiras, no sentido do condomínio Varandas do Rio Branco, sentiu o impacto de algo que bateu na traseira do seu carro.

Ao descer percebeu que um motoboy havia colidido sua moto e desceu para verificar o ocorrido. Percebeu que estava tudo bem com o rapaz e verificou as condições da motocicleta, bastante danificada.

De repente, segundo Helder, o rapaz se exasperou e tentou agredi-lo com o capacete obrigando a sacar a arma na tentativa de impedir a agressão. “Com a situação sob controle, fui embora”, disse Helder.

O juiz confessou surpresa com as acusações feitas pela mãe do motoboy que o chama de “embriagado e drogado”, e de tentar assassinar o filo dele.

“A narrativa dessa senhora está distorcida e nada do que ela falou é verdade. Vai ter que responder criminalmente por injúria, calúnia e difamação. O acidente está sendo apurado, e já acionei o seguro. E a se a cobertura permitir arcarei com os custos do conserto da moto do rapaz, embora não tenha responsabilidade nenhuma já que ele bateu na traseira do meu carro. Eu inclusive mandei mensagem de voz para mulher ponderando que o que foi relato por ela não corresponde com a verdade. Ela vai responder por essas agressões infundadas”, disse Helder ao Blog.

CONTATOS DO AUTOR

www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com / expeditoperonico@gmail.com Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

peronico

http://peronico.com.br

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Posts Relacionados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: