147 milhões de brasileiros vão às urnas em novembro. Roraima teve acréscimo de 5,4% no eleitorado.

 147 milhões de brasileiros vão às urnas em novembro. Roraima teve acréscimo de 5,4% no eleitorado.
Compartilhe este artigo

There is no ads to display, Please add some

O número de eleitores que poderão votar nas eleições municipais deste ano registrou aumento de 2,6% em relação ao último pleito municipal, em 2016. Ao todo, 147.918.483 eleitores estão aptos para o voto.

Os estados que mais registraram aumento no número de eleitores aptos foram Amazonas (alta de 7,8%), Amapá (6%) e Roraima que tem hoje 342.651 mil, um aumento de 5,4% em comparação com o pleito passado.

Segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), nas últimas eleições municipais em 2016, a quantidade de eleitores aptos em Roraima era de 324.805 mil votantes. Ou seja, uma diferença de 17.846 mil em relação às eleições passadas.

Com relação ao índice dos municípios, Boa Vista continua com a maior concentração de eleitores do Estado. São 217.477 mil eleitores aptos na Capital em 2020, ou seja, uma representação de 63% do total de votantes em Roraima.

Destes, 133,3 milhões (90% do total) têm a obrigação de votar, sendo que a maioria está na faixa de 35 a 59 anos (67 milhões).

Há 30 milhões com idade entre 25 a 34 anos, 19 milhões entre 18 e 24 anos e 16 milhões têm entre 60 e 69 anos.

Entre os 14 milhões cujo voto é facultativo, oito milhões têm entre 70 e 79 anos, quatro milhões entre 80 e 99 anos, um milhão está com 16 ou 17 anos e 65 mil têm 100 anos ou mais.

As mulheres representam mais da metade do eleitorado (52%), com 77,6 milhões de eleitoras. Os homens (47%) são 70,2 milhões. Há ainda 40 mil que não informaram o sexo.

Um quarto do eleitorado tem ensino médio completo. Em seguida, os grupos com maior representatividade são os que declararam ter ensino fundamental incompleto (24%), ensino médio incompleto (15%), superior completo (10%), lê e escreve (7%), ensino fundamental completo (6%), superior incompleto (5%) e analfabetos (4%).

O número de eleitores com alguma deficiência aumentou 93%: de 598 mil em 2016 para 1,1 milhão em 2020.

O eleitorado com nome social também cresceu e serão 9 mil. Na primeira eleição com esse tipo de registro, a presidencial de 2018, eram 7,6 mil.

A região Sudeste continua como a que apresenta o maior número: 64 milhões, seguida de Nordeste (40 milhões), Sul (21 milhões), Norte (11 milhões) e Centro-Oeste (8 milhões).

Ao todo, 5.569 municípios terão eleições municipais, sendo que um deles, Boa Esperança do Norte, no Mato Grosso, terá a disputa pela primeira vez.

A cidade com maior número de eleitores aptos é São Paulo, com 8,9 milhões. A com menor número é Araguainha, no Mato Grosso, com 1.001.

Apesar do uso da biometria estar suspensa na disputa deste ano, os dados do TSE mostram evolução no número de eleitores cadastrados com biometria: são 117 milhões neste ano, o equivalente a 79%. Em 2018, eram 59% e, em 2016, eram 32%. A meta é atingir 100% até 2022.

Fonte: Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

CONTATOS DO AUTOR

www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com / texpeditoperonico@gmail.com Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

peronico

http://peronico.com.br

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Posts Relacionados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: