A exemplo de Bolsonaro, Denarium ‘militariza’ o Governo. E nomeia mais um coronel do Exército.

A Coluna de Hoje | Publicada 00h05

Olivan é mais um coronel do Exército nomeado por Denarium.

O presidente Jair Bolsonaro, que é capitão paraquedista do Exército, entupiu a estrutura de seu governo com militares de alta patente. E seguindo os passos do aliado, o governador Antônio Denarium também optou por escolher militares de ‘alto coturno’ para secretarias importantes do Governo de Roraima.

Ontem ele nomeou o coronel do Exército Olivan Pereira de Melo Junior para a secretaria de Segurança Pública em substituição ao delegado Márcio Amorim que pediu demissão na semana passada.

Olivan é bacharel em Ciências Militares pela Academia Militar das Agulhas Negras, especialista em Comunicação Social (Centro de Estudos do Pessoal – Exército Brasileiro), em Gestão da Comunicação e Market

O novo secretário Segurança foi nomeado em fevereiro deste ano para o Cargo Temporário de Liquidante e Inventariante do extinto Banco de Roraima.

Outros dois coronéis ocupam funções de destaque no Governo de Denarium: Elcio Franco, na Secretaria de Saúde e Marco Antônio Alves na Secretaria de Fazenda.

A ‘militarização’ do Governo de Denarium começou em dezembro do ano passado, por ocasião do decreto de intervenção, onde foi nomeado para a Sefaz o general de Divisão Eduardo Pazuello, atual comandante da Operação Acolhida que cuida dos refugiados venezuelanos.

Muita fotografia. Pouco resultado…

Antônio Denarium em mais uma de suas andanças pelo Nordeste.

Denarium passa a impressão de que tudo está em perfeita ordem no Estado. Mas não está não!

São viagens, fotos com supostos investidores, andanças pelo sul, centro-oeste, sudeste e nordeste do Brasil e muitas fotografias distribuídas para a mídia. Mas é só…

Mas Roraima está sob estado de calamidade em quase tudo: saúde, segurança, educação, infraestrutura. Quase nada funciona de forma aceitável.

E não basta a excessiva e demasiada divulgação de que os salários são pagos em dia. Até porque Denarium não foi eleito para cuidar apenas do departamento de pessoal.

O Estado está decadente e precisa de respostas eficazes. Não tem estrada funcionando no interior, pontes aos pedações, escolas abandonadas, hospitais agonizando, segurança capenga. É o Estado que temos.

A repactuação que preocupa

Everton teme que possa ocorrer diminuição de salário e demissões.

O deputado estadual Jorge Everton (MDB) revelou surpresa com um pedido de sessão extraordinária na Assembleia, feito pelo governador Antônio Denarium. Queria autorização dos deputados para repactuar a dívida bilionária de Roraima junto ao Governo federal. O Palácio enviou o pedido na noite de quarta-feira (29), alegando urgência e prazo até o próximo dia 31.

Segundo Everton é inegável que existe a necessidade de ajustar as finanças do Estado e que a dívida deixada pela ex-governadora Suely Campos comprometeu a gestão do atual governador. Mas ele afirma que a nova gestão não mostrou na prática a intenção de resolver os problemas de Roraima.

“Denarium quer carta branca dos deputados para poder renegociar as dívidas? Eu fui contra quando o governo passado quis fazer isso e mantenho a mesma postura agora”, afirmou Jorge Everton.

Para ele, é preciso especificar no Projeto de Lei quais as medidas serão adotadas, tendo em vista que em toda renegociação a União pede uma contrapartida do estado. “O governo federal pode, por exemplo, pedir a redução do número de servidores efetivos, redução de salários e aposentadorias, o que seria o ‘fundo do poço’ para Roraima”.

Saúde: Shéridan cobra ‘postura firme’

Shéridan diz que os problemas na saúde pública se agravaram.

A deputada Federal Shéridan Stérffany (PSDB) usou a tribuna da Câmara Federal para cobrar uma postura mais firme do governador Antônio Denarium em relação às promessas que não estão sendo cumpridas para a saúde pública.

A parlamentar apontou vários entraves que vem sendo enfrentados pela população, como cancelamento de cirurgias, falta de medicamentos e materiais no Hospital Geral de Roraima.

De acordo com Shéridan, os sérios problemas que o Estado enfrenta com relação à saúde pública não são recentes, mas têm se agravado.

Entendo que uma nova gestão precise de certo tempo para organizar seu plano de trabalho, mas saúde é prioridade, e no caso de Roraima é urgência. Já se passam quase seis meses e o povo tem sofrido cada dia mais com a ausência do poder público. Nossa Saúde Pública está à beira do colapso!”, disse a parlamentar.

Energia: Denarium vai ao leilão

Para Marcos Jorge os projetos vão alavancar o desenvolvimento de Roraima.

Com 156 ofertas que somam 6 gigas de energia elétrica, o leilão de energias alternativas para Roraima promovido pela Agência Nacional de Energia Elétrica ocorre nesta sexta-feira, 31, Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, em São Paulo. O governador Antônio Denarium vai participar do evento a convite da Aneel.

“Esse é um momento importante para o Estado de Roraima. Um passo para a independência energética até que estejamos interligados ao Sistema Nacional, pelo Linhão de Tucuruí. Isso mostra o trabalho sério que nossa gestão está fazendo”, disse Denarium.

Conforme explicou o secretário de Planejamento e Desenvolvimento, Marcos Jorge, os principais requisitos para escolher o projeto são os que apresentam maior potência para geração de energia noturna por meio de gás natural e as do tipo fotovoltaicas durante o dia, tendo em vista a capacidade de geração de energia solar em Roraima.

“Os projetos que oferecerem as melhores condições e melhor preço dentro desses requisitos serão os contemplados. Desde a intervenção o governador [Denarium] articula para melhorar a qualidade do fornecimento em Roraima”, acrescentou.

TCE implanta intimação eletrônica

A nova ferramenta vai agilizar os processos no Tribunal de Contas.

O Tribunal de Contas de Roraima lançou a ferramenta de intimação on-line, por meio do Sistema Eletrônico de Informações (SEI), que possibilitará aos jurisdicionados receberem de forma eletrônica petições, citações, intimações, audiências, diligências e notificações.

O sistema permite ainda que os gestores públicos, membros do Ministério Público de Contas, representantes de empresas cadastradas, advogados e defensores públicos acompanhem todo o processo em tempo real, a exemplo do que acontece hoje no Judiciário com o Processo Judicial Digital (Projudi). 

Para receber documentos, processos e os demais serviços eletrônicos, o usuário deverá ser cadastrado no SEI. Para o cadastramento, o usuário externo deverá acessar as instruções contidas no site do TCERR, no endereço eletrônico http://sei.tce.rr.leg.br/usuarioexterno.

Após o preenchimento das informações, será enviado ao usuário externo, via e-mail, as instruções para o acesso ao SEI e o termo de concordância de veracidade que deverá ser assinado para a ativação do cadastro.

Saúde municipal: prestando contas | Mesmo em meio às incertezas econômicas que o Brasil enfrenta e o impacto da crise migratória em Roraima, a Prefeitura de Boa Vista tem encarado os desafios e investido em melhorias nos serviços da rede municipal de saúde. Esse foi o tom usado pelo secretário municipal de Saúde, Cláudio Galvão na manhã desta quinta-feira, 30, durante a prestação de contas na Câmara Municipal. Cláudio e a equipe técnica da secretaria apresentaram os avanços da saúde municipal no primeiro quadrimestre de 2019. Conforme o demonstrativo de procedimentos feitos nas unidades básicas de saúde, houve um aumento de 65,76% em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2018, de janeiro a abril, foram 208,522 mil procedimentos de saúde. Este ano esse número aumentou para 345,650 mil. Já os atendimentos individuais (consultas) subiram para 31, 15%. Em 2018 foi de 87.388 e esse ano de 114.601 nas unidades básicas. O total de atendimentos na urgência e emergência do Hospital da Criança Santo Antônio foi de 26,53%. Em 2018, 32.617 e em 2019, 41.273. A situação do grande fluxo migratório foi o debate da reunião. Tanto a gestão, como os próprios parlamentares reconhecem a sobrecarga imposta em todos os serviços da prefeitura, não somente o de saúde. De acordo com o secretário de saúde, mesmo com essa situação e a crise financeira, com falta de repasses verbas especificas para o enfrentamento da crise migratória, a atenção básica do município tem sido resolutiva.

CONTATOS DO AUTOR

www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com / expeditoperonico@gmail.com Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: