A quem devemos culpar e condenar pela falência da CERR?

Compartilhe nosso conteúdo!
A Coluna de Hoje | Publicada 00h14
ll
Anchieta atolou o Governo de dívidas e contribuiu diretamente para a falência da companhia energética – CERR.

A CERR [Companhia Energética de Roraima] era responsável pela distribuição de energia em 14 dos 15 municípios de Roraima. Já ostentou a condição de empresa referencial do Governo de Roraima e listada como patrimônio significativo do Povo Macuxi. Mas sucumbiu diante do estouvamento de irresponsáveis que cuidaram de decretar sua falência. Atolada em dívidas e sem a concessão para distribuir a energia no interior, foi levada a óbito deixando um rastro de destruição social e famílias órfãos de trabalho.

Há tempos a subsistência da CERR saia de generosos repasses estaduais, diante de sua incapacidade de gerar as receitas para a sua própria manutenção. Mas a carga financeira despendida pelo governo era suportável diante de sua função social. Mas a ruina teve início no governo desastroso de José Anchieta Júnior [Zé Anchieta] que empurrou a CERR – empresa que era carinhosamente cuidado apelo seu mentor, Ottomar de Souza Pinto – para o precipício, quando pegou R$ 604 milhões, da Caixa Econômica Federal, dinheiro que seria utilizado para o seu saneamento. A dinheirama sabidamente entrou na conta do Governo, só que sua destinação seguramente não foi para aquietar a conta da empresa, nem para investimentos tampouco para melhorar a qualidade de vida de seus empregados.

O caso do empréstimo feito para “sanear” a Companhia Energética de Roraima (CERR) foi ainda mais escandaloso. A empresa, todos sabiam, estava sucateada e com várias dívidas impagáveis a fornecedores e aos seus trabalhadores. Zé Anchieta, ancorado por um conjunto de pessoas más intencionadas, inventou a tal ‘federalização’ com o único fim de justificar a tomada do empréstimo milionário, cujo objetivo seria limpar a empresa e depois vendê-la para a Eletrobrás, com o governo estadual sendo ressarcido após a transferência do ativo da empresa estadual para a estatal federal. Tudo mentira! Todo o dinheiro foi gasto, sabe-se lá onde e com o quê, e o que restou foi o aumento estourado da dívida da CERR, e o final dessa operação desastrosa de Zé Anchieta foi o que acabamos de testemunhar: o fim da concessão pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), acabando com a finalidade da empresa.

E o que restou da CERR?  Sua própria história – um pouco de sucesso, outro de fracassos –  e um monte de problemas. Agora mesmo há em curso uma briga feroz na Justiça para conseguir a falida CERR manter seus ativos – linha de rede de transmissão, prédios, motores, parques geradores, carros e outros – para definir seu valor e assegurar o pagamento de direitos trabalhistas das centenas de trabalhadores que serão demitidos. E foi assim no governo de José de Anchieta Júnior: Roraima entupiu-se de empréstimos vultosos que elevaram o passivo para patamares superiores a mais de R$ 2 bilhões, o que o torna impagável e causa prejuízos financeiros incomensuráveis ao Estado que por conta disso perdeu sua capacidade de endividamento e sequer consegue pagar o serviço da dívida. E Zé Anchieta ainda tem a ‘cara de pau’ de sair por ai dizendo que quer ser novamente governador de Roraima. Isso só pode ser brincadeira, né, Zé…?!

Suely na ALE, hoje
ll
A governadora Suely esteve na Assembleia n abertura dos trabalhos de 2015. E nunca mais foi lá.

Está confirmada a presença da governadora Suely Campos (PP), hoje, na abertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa onde fará a leitura da tradicional mensagem governamental. Diferente de anos anteriores, o texto não terá mais que 6 páginas, segundo apurou o Blog. Que bom!

Suely esteve naquele plenário no início de 2015 quando tudo era novo e sentia-se ali o aroma da harmonia entre os dois poderes. No ano passado, porém – diante do clima de animosidade – enviou para a missão o chefe da Casa Civil – o deputado Licenciado Oleno Matos.

Mas parece que a atmosfera arrefeceu e já é possível uma convivência amistosa entre as partes.

ALE retoma sessões após o recesso
ll
O Plenário da Assembleia reabre hoje com a sessão solene de reinício das atividades de 2017.

A Assembleia Legislativa abre o ano legislativo 2017 nesta quarta-feira, a partir das 9 horas, em sessão solene.

Com o fim do recesso e o início dos trabalhos legislativos, tem início a rotina de sessões ordinárias às terças, quartas e quintas-feiras. Também serão retomadas as reuniões e ações cotidianas das 15 Comissões Permanentes.

Para a quinta-feira (16) está programado um culto, às 9h30, ministrado pelo presidente da União dos Militares Cristãos Evangélicos de Roraima, evangelista Leandro Gentil de Góes.

Em seguida, haverá a entrega da Comenda Orgulho de Roraima ao ex-senador Mozarildo Cavalcanti, indicado pelo presidente da Casa, deputado Jalser Renier (SD) e pelo 1º vice-presidente, deputado Coronel Chagas (PRTB).

Naldo no Palácio do Governo
jj
Naldo não vê problema nenhum se algum deputado decidir se aliar ao gruo do Governo.

Diz o ditado popular: ‘onde há fumaça, há labaredas’. Pois bem, citado nas especulações sobre a possível ida de um grupo de deputados do G14 para o bloco governista, o deputado Naldo da Loteria (1º Secretário da Assembleia) esteve ontem na sede do Governo.

Acompanhado do líder Brito Bezerra, o parlamentar confessou que sua ida ao Palácio foi para cuidar de problemas pessoais dele. E aproveitou para conversar com Suely.

Tranquilo, Naldo disse não ver problema nenhum se ele ou outros deputados formalizassem aliança com o Governo dentro, claro, de uma proposta política de interesse coletivo.

Governo persegue maioria
ll
Sede do Poder Legislativo: a partir de hoje veremos o que muda em relação aos grupos políticos. 

Mas o alvoroço ainda é intenso diante da formação de um grupo superior, a ser conduzido pelo Governo na Assembleia.

Do lado da situação o time governista deve ganhar o reforço de mais 4 deputados.

Legalmente o Governo necessita de 13 parlamentares, mas se houver 14, ai domina o jogo.

Foro não significa impunidade
teresacapa1

Existem sim pessoas boas fazendo política. É como qualquer profissão: existem os bons e os ruins. Hoje em dia, infelizmente, tudo é comparado pelo nível mais baixo e as notícias ruins vendem mais do que notícias boas. Nivelam todos por baixo, principalmente quem faz política, nivelam pelo pior possível e isso é muito triste para quem trabalha com seriedade e compromisso. Fazer política hoje requer coragem para não ser comparado com o que não é certo, com o pior. E quando o assunto é internet, muitas vezes as pessoas dão opiniões erradas e até criminosas, racistas, xenofóbicas. Alguns políticos e pessoas em geral, sem responsabilidade, atacam e usam as redes sociais para falar o que querem, espalhar mentiras e agredir o outro. O cargo político, como qualquer um, pede acima de tudo responsabilidade e respeito. Ofensa pessoal não tem nada a ver com discussão de um projeto que traz o benefício para a população e, quem a faz, deve ser penalizado. Quem sabe um dia chegaremos a um ideal em que as pessoas troquem ideias e não ofensas. Depoimento em seu perfil no Facebook da prefeita Teresa Surita (PMDB) para não deixar passar em branco a condenação imposta pela justiça local ao senador Telmário Mota por ofendê-la no WhatsApp.

Senado libera a vaquejada
Brito Bezerra - usando chapeu de ouro, so falro o gibão - foi até Brasília apoiar a vaquejada.
Brito – usando chapéu de ouro, só faltou o gibão – foi até Brasília apoiar a vaquejada.

O plenário do Senado aprovou ontem a PEC que autoriza a vaquejada: 55 votos favoráveis, 8 contrários e 3 abstenções.

A proposta foi aprovada em regime de urgência em dois turnos no Senado. Segue agora para a apreciação dos deputados. No ano passado, o STF decretou a prática inconstitucional, devido à forma como os animais são tratados.

O deputado Brito Bezerra, cearense de nascimento, já pode comemorar. Além de ardoroso defensor da farra da derrubada do boi, é dele um projeto local que regulamenta a vaquejada como prática esportiva e cultural.

O fracasso dos governistas 
Indicado para o SFT, Alexandre de orais se reuniu ontem com caciques do PMDB
Indicado para uma vaga o SFT, Alexandre de Morais se reuniu ontem com caciques do PMDB.

A sabatina pelo Senado do ministro licenciado da Justiça, Alexandre de Moraes, indicado para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), ocorrerá na próxima terça-feira (21), apesar da tentativa de aliados do presidente Michel Temer de acelerar o processo e realizar a sabatina.

O relator da indicação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Eduardo Braga (PMDB), e outros líderes do PMDB, como Romero Jucá, queriam que os senadores tivessem apenas 24 horas a partir da leitura do parecer, ocorrida ontem, para avaliar a indicação – assim, a sabatina ocorreria hoje de manhã.

A tentativa foi frustrada pela oposição, que protestou contra a medida, o que levou o vice-presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Antonio Anastasia (PSDB), que comandou a comissão – o presidente, Edison Lobão (PMDB), estava ausente – a acatar pedido de Randolfe Rodrigues (Rede-AP) para marcar a audiência para a terça-feira.

Elba Amarantes mais uma vez 
ll
Elba teve aprovação de 97% de aprovação e segue comandando o MP em Roraima.

Candidata única ao posto máximo do Ministério Público do Estado de Roraima, a procuradora-geral de Justiça, Elba Amarante, foi reeleita com aprovação de 97,7% dos membros votantes para continuar à frente do órgão no biênio 2017/2019.

Esta foi décima terceira eleição realizada pelo MPRR à Procuradoria-Geral de Justiça. O nome da candidata eleita foi encaminhado ao Executivo Estadual, que terá o prazo de quinze dias para nomeação.

A posse da procuradora-geral de Justiça será dia 17 de março, no auditório do edifício-sede do Ministério Público do Estado de Roraima.

Tenho plena convicção de minha responsabilidade enquanto representante do nosso Ministério Público. Esse resultado nos traz desafios ainda maiores, o que torna o apoio de membros e servidores que integram a nossa instituição, imprescindível”, disse Elba.


CONTATOS DO AUTOR | www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.
Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts