Agora é pra valer: Teresa anuncia pré-candidatura ao Governo. “Vamos salvar Roraima”, disse ela.

A Coluna de Hoje | Publicada 00h13m

Teresa anunciou sua pré-candidatura ontem em entrevista ao jornalista Bruno Perez, na rádio 93.3 FM. Foto | Secom/PMBV

Entre meses de pensamentos extenuantes, reflexões e dúvidas, prevaleceu o comprometimento de que precisa fazer algo para salvar Roraima da desgraça em que se encontra. E atendendo ao apelo da maioria do povo, a prefeita Teresa Surita decidiu ontem, exatamente às 11h43, que vai disputar o Governo de Roraima nas eleições deste ano. Ela terá que renunciar ao atual mandato até o dia 7 de abril.

O anuncio da pré-candidatura foi feito no programa Linha de Frente, dos jornalistas Bruno Perez e Romano dos Anjos, na rádio 93.3 FM que ontem seguramente atingiu a maior audiência de sua história. Firme e consistente ao justificar a decisão, Teresa expressou uma citação marcante e acentuada: “precisamos fazer algo urgente para salvar Roraima”.

Mas assentou que só renunciará ao cargo de prefeita para disputar o Palácio Senador Hélio Campos porque percebeu realmente que sua candidatura tem o apoio popular, o querer do povo de Roraima e a segurança política dos aliados e do seu partido, o MDB.

“Eleição para mim não é uma aventura”, disse logo de bate-pronto ao primeiro questionamento. E emendou: “Embora não fosse meu objetivo agora, eu sempre quis governar meu Estado. Quem não sonha um dia governar seu Estado? Eu não sou diferente”, disse Teresa.

Ela disse que o anúncio ou não de sua candidatura era um assunto esperado por todos, porém, delicado. Trata-se uma decisão muito responsável e teve que pensar, refletir, ouvir as pessoas, seu Partido, os aliados políticos, líderes das correntes mais variadas da sociedade, mas levou em consideração o apelo que vem das ruas, dos amigos, de seguidores, de seus eleitores, de seus assessores, enfim, todos que projetam uma candidatura absolutamente fundamentada no fato de que ela será a melhor gestora para comandar Roraima a partir de 2019.

Gostaria muito de ter a oportunidade se ser governadora de Roraima. Mas não poderia abandonar esse projeto tão bonito que iniciei para transformar Boa Vista em uma cidade melhor, para satisfazer a um desejo pessoal. Eu só seria candidata se houvesse o apelo das ruas. E esse apelo já verifiquei que existe. E não posso dizer não ao povo que me quer ver governadora”, disse ela.

A prefeita pondera no entanto que tem uma responsabilidade muito grande. Renunciar a um mandato para disputar outro logo em seguida, exige certos cuidados, porque pesa sobre seus ombros o encargo de deixar o cargo atual. Mas ela sabe que só é possível fazer isso com muita segurança, não pode fazer assim simplesmente, decidir por decidir. E segurança política e em números, que vêm de pesquisas, há.

O fato é e vamos combinar: o nome de Teresa surge afetuoso em todas as conversações e conversas políticas, aqui e em tudo quanto é lugar dentro do território de Roraima e fora dele. A força de Teresa, certamente a mais proeminente política de Roraima da atualidade, definirá o rumo das eleições em 2018.

Ademais, sendo eleita, Teresa terá que colocar no rumo certo um Estado absolutamente desgovernado, feito nau sem bússola. Mas há um aditamento significante nesse processo: a maioria dos roraimenses quer ver Teresa Surita ocupando o Palácio Senador Hélio Campos.

‘Eu quero transformar Roraima’, afirma Teresa

Com a realização de obras de infraestrutura em todos os bairros, Teresa transformou Boa Vista.

O anuncio da pré-candidatura via programa de rádio foi uma outra tacada genial de Teresa, porque atende ao anseio das pessoas que se encontram em casa, no carro, no local de trabalho, no táxi, enfim, dinamismo puro na ate de se comunicar.

Teresa atingiu a massa com uma linguagem singela, porém consistente e sempre voltada para o comprometimento de que vai fazer tudo o que for possível para transformar Roraima, assim como fez com Boa Vista.

“Eu vou em busca de todos os apoios possíveis, de alianças que somem, o que for melhor para o Estado. O meu compromisso é resgatar os valores, dar mais esperança para os jovens, tranquilidade para os mais velhos, um futuro melhor para nossas crianças. Roraima quebrou e a permanecer assim, Roraima será um novo Rio de Janeiro, sem perspectiva e sem futuro”, disse.

  • É muito sério, gente. Se não arrumarmos o que ai está, Roraima entrará em um espiral sem volta.

‘Não é um projeto pessoal’

Drenagem e asfaltamento de ruas são a marca registrada da administração atual de Teresa.

Teresa evidenciou claramente que disputar o Governo de Roraima não se trata de um projeto pessoal, “até porque estou satisfeita e realizada politicamente e pessoalmente como prefeita de Boa Vista”, disse.

Mas a decisão decorre do momento presente, ao enxergar a existência do acumulo de má gestões, de governos que não deram certo, do desastre em que foi transformada a atual administração sob o comando de Suely Campos.

“Eu sinto que as pessoas estão sem esperança. É um desafio muito grande, um estado quebrado, um estado desequilibrado financeiramente, mas eu tenho capacidade, vontade de realizar e farei. Foram meses de muita avaliação, mas estou aceitando ser candidata porque eu sinto que as pessoas me querem ver governadora”, diz.

Espero que entendam, que não é um objetivo pessoal, mas eu quero fazer mais por Roraima, eu vou arrumar o Estado, demora, claro, porque vivendo uma situação extremamente delicada. Vamos demorar uns dois anos, mas quero fazer um estado para todos, olhando para todos os municípios, para todas as pessoas, gerar renda, emprego, desenvolver efetivamente o Estado, que se encontra em estado de calamidade.

Excelente capital eleitoral

Teresa foi eleita com o maior percentual de votos de todo o país, na eleição municipal de 2016.

O capital político e eleitoral de Teresa é avassalador. Os 79,39% do eleitorado (121.148 votos) obtidos em 2016, só no colégio eleitoral de Boa Vista, é bem superior aos 41,48% (100.973 votos) obtidos por Suely Campos em todo o Estado na eleição de 2014, no 1º turno.

A situação de Teresa frente ao processo sucessório e ao futuro da política em Roraima é bastante cômoda. Suas chances de vitória são reais. E com folga tendendo a liquidar a fatura já no primeiro turno.

Teresa, no entanto, age com cautela, com bastante cuidado e prudência para não dar um passo em falso. Disse ontem que avaliou todas as possibilidades, mas o chamamento das ruas foi ruidoso e consistente.

É uma escolha importante, porém, Teresa certamente não decidiu ao sabor das ovações, mas da razão plena, porque estará largando algo certo por algo provável, mesmo que suas chances de virar governadora sejam concretas e efetivas.

A relação com o vice Artur 

Teresa e Artur estão bem afinados e serão grandes aliados na campanha política deste ano.

A resposta que muitos queriam ouvir, veio por meio de uma pergunta feita via Whats App por este blogueiro. ‘Como fica sua relação com o vice Artur Henrique?’.

Absolutamente à vontade a prefeita reafirmou sua boa relação com o vice, destacou a parceria entre ambos, a existência de um relacionamento pessoal e político incomum, enfim, segundo ela, Artur é mais que um parceiro. Por isso o terá como um forte aliado na campanha.

Artur é um parceiro, um jovem idealista, um companheiro que aprendi a conviver muito bem, desde que foi ser secretário de tecnologia no mandato anterior. É uma pessoa séria, tem boa relação com os jovens de Boa Vista, nos damos muito bem no dia a dia. Estou muito tranquila em relação ao Artur. E mais tranquila porque se ganhar o Governo eu vou poder ajudar ainda mais a prefeitura que estará sendo administrada por ele, o que não acontece hoje, porque o governo atual deu as costas para Boa Vista e para todos os municípios de Roraima”, disse Teresa.

Teresa adiantou que as ações da prefeitura de Boa Vista estão todas encaminhadas e planejadas para os próximos anos. Sendo assim, não há porque a população da capital se preocupar com candidatura porque as obras que estão sendo executadas vão continuar neste e nos próximos anos.

O Arthur Henrique vai continuar os trabalhos. Ele está por dentro de tudo e acompanhando toda a nossa gestão. Ele tem competência para estar à frente do executivo municipal, e com nosso apoio no Governo a população terá muito mais a ganhar, porque serão duas máquinas trabalhando unidas pela melhoria da cidade”, disse Teresa.

Preparada contra as ‘fakes-news’

Uma ‘fake-news’ envolvendo a prefeita traz inclusive a logomarca de uma rede de tv da Venezuela.

Vítima constantes de notícias falsas nas redes sociais, as chamadas ‘fakes-news’, Teresa assegurou que estará preparada psicologicamente e fisicamente para enfrentar as campanhas difamatórias que certamente tentaram lhe desconstruir na campanha.

Já sou vítima dessa prática criminosa, desas notícias falsas contra mim e minha família e aliados meus todos os dias. Algo abominável que enfrentaremos na Justiça. Eu sinceramente não perderei meu tempo trocando insultos em redes sociais.  Eu vou usar as redes sociais para a difusão de coisas boas, ideias positivas. Quem me agredir, vai responder na Justiça. Simples assim”, disse.

Ela disse que nada vai atingir a moral dela nem abalará sua auto estima.  “Será uma perda de tempo. Enquanto eles vão gastar dinheiro com ‘fakes’, perdendo tempo com bobagens, eu vou me preocupar em trabalhar. Vai ser assim, eles vociferam e eu trabalho”.

Minha Opinião | Serão todos contra Teresa.

Com o fim do silêncio de Teresa, agora pré-candidata do MDB ao Governo de Roraima na eleição deste ano, prevê-se que a ordem dos candidatos esteja definida para o pleito de Outubro, tendo ainda Suely Campos, José Anchieta Júnior, Telmário Mota e um outro nome ligado ao empresariado do agronegócio, provavelmente o investidor Antônio Denariun.

Embora ainda não se viva um clima intenso de campanha, como de outros tempos, a decisão de Teresa eleva obrigatoriamente a pulsação em torno da disputa pelo Palácio Senador Hélio Campos. A polarização, antes alinhada a um candidato forte do Governo e outro de uma outra corrente partidária ou de alianças consolidadas, certamente não será vista na eleição deste ano.

Haverá sim um fenômeno transversal em que todos os demais candidatos tentarão demolir a candidatura da atual prefeita Teresa Surita (MDB) que concorre ao posto de governadora pela segunda vez, já que foi derrotada em 1998 quando disputou o Governo do Estado pelo PSDB, perdendo para o então governador Neudo Campos, candidato à reeleição, sendo derrotada no segundo turno quando obteve 57.352 votos, ou 47,79% do eleitorado.

Será uma espécie de movimento coletivo, uma batalha paralela de ‘todos contra Teresa’ com claro apelo de que essa união extemporânea em que os adversários da prefeita buscarão em seus nichos eleitorais a força para garantir lugar em um eventual segundo turno, onde as esperanças de vitória seriam renovadas. Alguns candidatos certamente estarão nesse teatro como simples figurantes, alguns até escravizados pela ansiedade de ganhar notoriedade política ou auferir algum ganho financeiro.

O certo é que os adversários de Teresa enfrentarão uma candidata boa de voto e bem avaliada administrativamente, amparada em campanhas eleitorais bem sucedidas que a transformaram em um fenômeno eleitoral nas últimas décadas em Roraima.

A diferença na correlação de forças também fica clara com a dificuldade do Governo em consolidar a reeleição de Suely Campos, que não emplacou, não decolou e responde pela pior gestão jamais vista na política roraimense em todos os temos.

Suely não se consolidará como candidata capaz de obter um segundo mandato e com capacidade de enfrentar Teresa em condições de igualdade. Diante do que parece ser um “Golias eleitoral’, os adversários de Teresa investirão no discurso otimista de que é possível derrota-la e mais ainda na prática criminosa de tentar desqualificar sua conduta moral com aleivosias, intrigas, injurias, difamações e acusações torpes de toda sorte.

Teremos certamente uma campanha de nível intelectual baixíssimo, sem precedentes, porém, o eleitor será o divisor nessa nova ordem de comunicação de massas, rejeitando a mentira e a falsidade que seguramente tentarão imperar sobre a verdade e razão. Por Expedito Perônnico | Editor do Blog.


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta