Agora ‘vai ou racha’: Caravana roraimense vai a Brasília pressionar por construção do Linhão de Tucuruí.

Compartilhe nosso conteúdo!

A Coluna de Hoje | Boa Vista,RR | Publicada 00h12

jalsercaravana2
TODOS JUNTOS | “Nessa novela não tem ator principal. Seremos todos protagonistas pelo bem do povo de Roraima”, disse Jalser

“Agora ou vai ou racha. Ou obteremos um sim, ou voltaremos de mãos vazias”. A expressão do presidente da Assembleia Jalser Renier abrevia a atmosfera psicológica em que vivemos com a ameaça de um colapso no setor elétrico. Jalser, num esforço descomunal, passou todo o fim de semana em busca de apoio para pressionar as autoridades de Brasília e conseguiu juntar um monte de aliados para reiterar que Roraima necessita da energia confiável de Tucurui e se persistir o ”converseiro” sobre se constrói ou não a linha de transmissão entre Manaus e Boa Vista, o extremo Norte do Brasil está fadado ao fracasso. Não podemos mais conviver com os apagões diários e a ameaça de ficarmos sem a energia da Venezuela que já não atende nossa demanda.

A caravana roraimense, liderada por Jalser, se junta a congregados do Amazonas e de Brasília e com mais alguns simpatizantes da causa de outros estados, desembarca em Brasília, hoje à tarde, e amanhã estará se reunindo com o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB) – às 10 horas -, com o senador amazonense  Eduardo Braga (PMDB) – às 15 horas – ministro das Minas e Energia – e fecha o dia com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, a quem a Funai – mentora de toda a confusão sobre o Linhão de Tucurui  – está subordinada.

Jalser anunciou que ganhou a solidariedade de prefeitos e vereadores de Roraima, do Ministério Público, da Ordem dos Advogados do Brasil, do Tribunal de Contas, do Tribunal de Justiça e de todos os deputados federais e senadores roraimenses. É sem dúvida a maior investida política local em defesa da consolidação do projeto energético. A mobilização, segundo acentua Jalser, não tem ideologia partidária, não tem dono e é uma novela que não tem ator protagonista nem coadjuvante . “Não se trata de uma bandeira política mas dos políticos de Roraima que representam a coletividade”, disse.

O Linhão de Tucuruí deveria ter sido inaugurado em dezembro do ano passado, mas o projeto ficou no papel porque algumas etapas para o procedimento de licenciamento ambiental não foram concluídas. A obra foi interrompida pela Justiça Federal, a pedido do Ministério Público Federal, sob a alegação de que a construção deveria ser precedida de uma consulta aos povos indígenas Waimiri Atroari em cujas terras passará o ramal.

Descruzando os braços

lll
APOIO | Várias lideranças políticas seguem com Jalser para reuniões em Brasília.

Na avaliação do deputado Jalser o debate excessivo sobre a obra do Linhão de Tucuruí causa desgaste político, acirra o ânimo entre índios e não índios e não está resultando em nada.

“Não podemos cruzar os braços e esperar. Não temos mais tempo para esperar. Nós temos que encontrar uma solução para a questão da deficiência energética e integrar Roraima ao sistema de distribuição nacional. Se não fizermos isso logo voltaremos ao tempo da escuridão”, alertou.

Segundo Jalser depois desta mobilização os políticos roraimenses não podem mais ser acusados de inercia em relação ao Linhão de Tucurui.

Remover a corrente

llll
BLOQUEIO | Local no Jundiá onde os índios bloqueiam a estrada com uma corrente.

Como estará na presença do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, a caravana roraimense exigirá uma resposta sobre a remoção da corrente que obstrui o tráfego na BR-174 – no Jundiá – entrada da reserva dos Waimiri Atroari no período da noite.

A atitude dos indígenas é considerada criminosa porque viola o direito constitucional de trânsito livre – ir e vir – mas é uma causa que já foi judicializada pelo Estado e arrasta-se há anos.

A ação que pede a remoção da corrente encontra-se sobre análise do ministro Marco Aurélio Melo, do STF.

O apelo de Quartiero

lll
LADOS OPOSTOS | Antes aliados, Quartieiro e Suely jogam hoje em times diferentes.

O vice-governador Paulo Cesar Quartieiro – inimigo político do Governo do Povo – está de pires na mão. Quer que as contas atrasadas da vice-governadoria sejam pagas.

E invocou a quebra da ordem cronológica, já que há um decreto do Governo que só autoriza pagamentos que se enquadram nas denominações ‘relevante’ ou ‘de interesse público’.

As pendências são: R$ 3.780,00 com a MR Tur, por fornecimento de passagens aéreas, R$ 1.227,67 pelo fornecimento de gasolina e R$ 3.000,00 para a quitação do aluguel do imóvel onde funcionava a vice.

Prefeitos, de novo!

jj
ENCONTRO| Equipe de Governo define assuntos a serem debatidos com prefeitos.

A governadora Suely Campos recebe hoje, às 15 horas, no Palácio Senador Hélio Campos, os prefeitos dos municípios do interior.

Este é o segundo encontro com os chefes do executivo municipal para a busca de soluções dos principais problemas enfrentados pela a população interiorana.

Dessa vez, todo o secretariado foi convocado para participar da reunião. Eles farão apresentações sobre quatro grandes temas considerados prioritários: infraestrutura, produção, prevenção e combate aos efeitos da estiagem, além da área social. Depois haverá espaço para debates com os mandatários.

Pavimentando o caminho

jjj
JUCÁ | Senador roraimense pode substituir Michel Temer no comano do PMDB.

O PMDB realiza hoje em Brasília o seu Congresso anual. E vai aproveitar o encontro para discutir um novo estatuto e um plano do partido para o Brasil.

Será a partir desse evento que o senador roraimense Romero Jucá começa a aprestar seu salto mais alto dentro da agremiação política. Vice-presidente do Senado, Jucá é cogitado ao mesmo tempo para as duas mais respeitáveis posição da cúpula do maior Partido da Nação: substituto de Michel Temer ou substituto de Renan Calheiros. Ou as duas…

O PMDB vai fazer 50 anos e é importante estamos juntos para discutirmos o novo estatuto e o novo programa do partido. O PMDB precisa está mais forte do que nunca e se modernizar para estar mais próximos das pessoas, em cada localidade, para mudarmos o brasil para melhor”, disse Jucá.

Bloquear estrada é crime

jjjj
MANIFESTAÇÃO | A BR-210 foi fechada por moradores revoltados do sul do Estado.

Na manhã de ontem a BR-210, próximo à região da Vila Moderna, município de São Luiz do Anauá, foi bloqueada por quatro horas. A via ficou interditada por volta das 05h30 em razão de um manifesto de moradores solicitando o asfaltamento no trecho entre Novo Paraíso e São João da Baliza. A população alega que a poeira no local causa problemas para a localidade.

Embora seja razoável a aceitável reivindicação dos moradores, a radicalização com a obstrução da Rodovia não admissível porque constitui crime.

O movimento só acabou depois que um representante do Governo esteve no local e assinou um documento se comprometendo em, no prazo de dez dias, iniciar as obras na região.

Direito de resposta

A presidente Dilma Rousseff sancionou o projeto do senador Roberto Requião (PMDB-PR), que garante o direito de resposta a quem se considerar ofendido em matérias jornalísticas. A legislação assegura à pessoa o mesmo espaço e destaque da reportagem desde que o pedido de retratação seja feito em 60 dias. O juiz vai assegurar em 24 horas o direito de resposta caso o veículo de comunicação não atenda à solicitação do ofendido em sete dias.

Ao negar qualquer tipo de censura a lei vai assegurar matérias jornalísticas sem viés de julgamento e condenação.

RR ganha R$ 10 milhões

jjjj
CIDE LIBERADA | Suey encontrou-se com Luciano e conseguiu liberar a verba.

Ontem, após audiência, em Brasília, com o secretário de Gestão dos Programas de Transportes, Luciano Castro, a governadora Suely Campos teve a garantia de R$ 10 milhões a serem disponibilizados em 2016 para recuperação de estradas e pontes em Roraima.

O recurso é referente à Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) dos combustíveis, montante destinado aos estados pelo Ministério dos Transportes.

A contribuição estava bloqueada desde 2012, por falhas na gestão do recurso nas áreas para as quais ele é destinado, como a construção de pontes, recuperação de estradas, asfaltamento, sinalização

 

natalinos
Transformação | Quem disse que não pode nevar em Boa Vista? Se depender da criatividade dos alunos da oficina de moda e serigrafia do projeto Crescer, pode sim, nem que seja neve de isopor. Com produtos simples e baratos, eles confeccionam árvores e bonecos para o natal.O material mais usado para fazer os artigos natalinos são garrafas pet, reaproveitadas do lanche. Elas formam a base e os galhos das árvores e o corpo dos bonecos. O isopor é ralado para simular a neve e dá um aspecto de frio ao natal de quase 40º de Boa Vista.
llll
CRIAÇÃO | Várias peças saem da oficina do Projeto Crescer e têm destino certo.

Destino certo

A oficina começou há 15 dias, os alunos devem confeccionar 160 bonecos de neve e 30 árvores-de-natal. Os produtos serão comercializados com o preço de R$ 10 cada boneco e R$ 20 a árvore. O dinheiro arrecadado já tem destino certo.  A oficina de Moda e Serigrafia tem hoje 86 alunos, divididos nos turnos da manhã e tarde.

Durante as aulas, eles criam peças de vestuário, artigos para datas festivas como o natal, carnaval e dia das mães, utilizando em sua maior parte, materiais reaproveitados. Na parte de serigrafia, criam estampas com um processo de transferência de imagens em tecidos e diversos outros materiais.

Projeto Crescer

O projeto Crescer existe desde 2001, atualmente atende cerca de 500 adolescentes e jovens de 15 a 25 anos, em situação de risco. Este ano, a sede do projeto foi transferida para o bairro Silvio Botelho, na zona Oeste de Boa Vista.

Na nova estrutura são realizadas as  oficinas de moda e serigrafia, educação para o trânsito e sinalização, panificação, artesanato, música, dança, cinema, meio ambiente, informática, teatro e outras atividades.


CONTATOS: www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts