Arco de alianças com o PMDB, em Brasília, favorece candidatura de Teresa, aqui.

Compartilhe nosso conteúdo!

Coluna da segunda ||||| Publicada 00h13

lllll
A prefeita Teresa discursa durante reinauguração da Praça das Águas, no sábado à noite. Fotos da Praça: Eduardo Andrade/Ascom PMBV

O grande arco de alianças partidárias em torno do presidente Michel Temer, na composição do novo governo, não redesenha apenas um novo mapa político nacional. Eleva a temperatura nas campanhas com consequências diretas nos estados e nas eleições municipais deste ano. O Partido do Movimento Democrático Brasileiro – o PMDB – é que está na gerência desse novo carrossel, sob a batuta do seu presidente, agora ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Romero Jucá.

A partir da composição que se fez no Planalto Central, a nova base aliada pró-Temer/PMDB aglutina quase todos os grandes partidos da Nação, exceto PT e PDT. Leva claramente a um aditamento político fortíssimo à campanha de reeleição de Teresa Surita (PMDB) que disputará seu quinto mandato e provoca, claro, um desequilíbrio na formação de outras coligações que enfrentarão a atual prefeita de Boa Vista na eleição de outubro.

O montante de partidos agregados constitui uma infantaria que faz muita diferença na campanha de rua e na campanha digital (agora parte indispensável na difusão da imagem e das propostas dos candidatos). Essas as alianças têm uma influência poderosa no agrupamento de eleitores segmentados por partidos. A coligação fica muito mais forte com o número de lideranças políticas envolvidas e arrasta mais facilmente a massa eleitoral em direção ao candidato do grupo, criando um volume de campanha extraordinário.

A associação de grandes partidos à linha do PMDB torna praticamente inviável o surgimento de outras candidaturas nas praças que são do seu interesse, por questões claras de conveniências mútuas, como em Boa Vista por exemplo, única capital sob seu domínio onde o mandatário concorrerá a reeleição. É bem capaz que dirigentes nacionais de partidos como PSDB, DEM, PTB, PR, PP, PRB, PV (todos contemplados no Ministério de Temer) não permitam estiramentos na relação nacional, com o lançamento de candidaturas locais.

O elogio do presidente
lll
O presidente Temer, no Fantástico, ontem: “Jucá é uma figura de competência extraordinária”.

Na entrevista de Michel Temer, ontem, no Fantástico, da Rede Globo, de novo a pergunta que todo jornalista faz a respeito do agora ministro Romero Jucá sobre sua condição de investigado na Lava Jato:

“O Jucá é uma figura, permita-me o elogio, ele é uma figura de uma competência administrativa extraordinária. Sobre o foco econômico, penso eu, que ninguém conhece tão bem o orçamento e as razões orçamentárias como ele. Primeiro lugar. Segundo lugar: tem uma capacidade de articulação política que é fundamental numa democracia. Até não é sem razão, já disse a ele, que ele foi líder de governo de três governos. E hoje me ajuda enormemente na tarefa de governar o país. E terceiro, eu espero, pelo menos ele tem me afirmado, com absoluta tranquilidade, que os dados que chegam aos ouvidos dele é de que, quando alguém diz alguma coisa, diz por ouvir dizer. Então nós não temos que pensar porque a pessoa é investigada que ela está, digamos assim, com uma espécie de morte civil. Não pode mais fazer nada no país, não é?”, disse Temer.

Mas, se ele se tornar réu, qual vai ser a sua atitude?, insistiu Sônia Bridi. Temer foi lacônico: “Daí eu vou examinar. Vou examinar”.

Jucá garante enquadramento
lllll
O ministro Jucá em seu primeiro compromisso oficial em Roraima: “tudo pelo enquadramento”.

Em sua primeira missão oficial fora de Brasília o agora ministro Romero Jucá veio a Boa Vista, no sábado, para a reinauguração da nova Praça das Águas, obra da Prefeitura de Boa Vista. E em meio as afirmações positivas, uma delas deixou muitas famílias roraimenses com esperanças de dias melhores.

No comando do Ministério Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Jucá assegurou que vai materializar o projeto do enquadramento de todos aqueles ex-funcionários do ex-território federal de Roraima que serviram entre 88 e 93. “Cuidarei pessoalmente disso e espero concluir o processo nesses próximos meses”, disse Jucá bastante festejado com o anuncio.

Jucá aguarda apenas que a PEC 03 caminhe nas comissões da Câmara dos Deputados para dar o encaminhamento no Plenário, onde o PMDB. O ministro trata do caso como se fosse do próprio ‘filho’. E assegurou que quem preencher todos os requisitos para o enquadramento, pode comemorar. “Que estarão na folha da União ainda este ano”.

Nas mãos de aliadas
llll
A deputada Maria Helena será a relatora do enquadramento na comissão especial da Câmara.

A PEC 03 da qual Romero Jucá se refere é de sua autoria e já foi aprovada em dois turnos no Senado, com relatoria do senador amapaense Randolfo Rodrigues. Ela cria novos e consistentes critérios para o enquadramento e garante o imediato ingresso na União tão logo seja aprovada.

E Jucá conta com duas deputadas aliadas no comando da matéria, na CCJ, com a deputada Laura Carneiro (PMDB), na relatoria. E na comissão especial a matéria estará sob o cuidados da deputada roraimense Maria Helena Veronese (PSB).

Maria Helena, aliás, bota fé no ‘taco do ministro’. “Com Jucá no Ministério, o enquadramento agora sai. A bola tá com ele. É só chutar”, disse a deputada.

lllll
A nova Praça das Águas foi entregue aos boa-vistense em grande festa realizada no último sábado.

A nova Praça das ÁguasA espera valeu a pena! Agora a Praça das Águas, principal cartão postal de Boa Vista, foi aberta ao boa-vistense com uma cara completamente nova, mais acessível, conectada e segura. A prefeita Teresa Surita (PMDB) entregou o espaço que promete voltar a ser um dos locais mais frequentados da capital. Mais de 20 mil pessoas prestigiaram o ato, que foi encerrado com um verdadeiro espetáculo das águas. Com a reforma, a Praça das Águas ganhou o piso paver, um material mais resistente. Todas as fontes luminosas foram revitalizadas, com troca de pastilhas, bombas d’água, tubulação, painel eletrônico de sincronização e som. A iluminação das fontes é em baroleds RGB, sistema de troca de cores, que permite iluminações em amarelo, vermelho, rosa, azul, azul claro, branco e verde.

Acredito que se a gente conseguia realizar o nosso trabalho graças a ajuda dos nossos amigos em Brasília, agora vai ser melhor com o Romero sendo ministro. Acredito que iremos alcançar o nosso maior sonho, que é tornar Boa Vista a melhor capital em qualidade de vida para se viver. Ressalto ainda que essa é a primeira obra no Brasil inaugurada com o nome no novo presidente, Michel Temer. A gente trabalhou muito para que este sonho se tornasse realidade. Hoje temos esse espaço que está lindo. A gente pede para ter cuidado com o que é nosso e denunciar o vandalismo”, disse Teresa.

Portal de cara nova
lll
O novo visual do Porta do Milênio impressiona pela cor mais viva e bastante destacada.

Além disso o Portal do Milênio está de cara nova. O revestimento foi trocado pela cor cobre metálico e o sistema de iluminação, tanto das fontes, quanto ao redor do portal, também mudam de cores.

Pensando na segurança, um posto da Guarda Civil Municipal foi construído no local. Todos os dias uma equipe estará de plantão para evitar ações de vandalismo.

A Praça das Águas foi o primeiro espaço a receber inovação tecnológica. Desde 2014, o local dispõe de internet gratuita por meio do projeto Boa Vista Online. E desta vez não poderia ser diferente. A novidade é a implantação de totens para carregar celular. A energia vem de painéis solares instalados acima das torres.

Homenagem a Ottomar…
lllll
A base do projeto de reforma absorveu a concepção original, do tempo de Ottomar. Ficou mais moderno.

A Praça das Águas foi construída e inaugurada no ano de 2000 quando Boa Vista era administrada pelo velho brigadeiro Ottomar Pinto. E 16 anos depois ganhou uma nova face, agora mais moderna, charmosa e atraente. Mais as inovações não eliminaram o simbolismo nem desviam o desejo de Ottomar de transformar o local em centro de relacionamento entre as famílias da capital.

Tanto que na solenidade de sábado a prefeita Teresa Surita fez questão de prestar uma homenagem a Ottomar, exaltando sua iniciativa. O tributo teve como testemunhas duas das três filhas de Ottomar, Marília Pinto e Otília Pinto que se encontravam presentes e foram chamadas ao palco de autoridades.

Temer e Jugman na praça
lll
A placa de reinauguração já consta os nomes do presidente Temer e do ministro Raul Jungmann.

A prefeita Teresa não perdeu tempo: grafou na placa de inauguração da nova Praça das Águas os nomes dos novos personagens que comandam agora o governo federal.

Então ficaram lá gravadas as identidades de Michel Temer, presidente da República, e Raul Jungmann, ministro da Defesa.

O nome de Michel por se tratar de uma obra realizada com recursos federais. E Jungmann porque o dinheiro veio por meio de emendas do ex-deputado federal Luciano Castro alocado no Projeto Calha Norte, administrado pelo Exército.

É agora ou nunca…
lll
Luciano com Teresa e Romero Jucá: “tenho certeza que agora vamos fazer mais por Roraima”.

Pós doutorado em política e com dilatada experiência no parlamento brasileiro, o ex-deputado Luciano Castro está otimista com o atual momento e pelas condições que para ele são favoráveis a Roraima com a elevação do senador Romero Jucá a condição de ministro.

“Esse é o momento de removermos todos os entraves que na última década atrapalharam o caminho de Roraima. É agora ou nunca mais”, disse Castro, atual secretário de Gestão de Projetos do Ministério dos Transportes.

Em sua área, especificamente, Luciano que implementar todos os projetos previstos para Roraima nos próximos meses. A começar pela duplicação da Ponte dos Macuxi (que será no modelo estaiada, ponte suspensa por cabos constituída de um ou mais mastros) e o asfaltamento e manutenção das rodovias federais.

15 mil títulos definitivos 
lll
Suely exibe com entusiasmo o termo de transferência da terras.

Agora que tem a competência para titular suas terras, o governo de Roraima contará agora com um extraordinário instrumento motivar de desenvolvimento, já que se trata de um Estado com uma vocação agrícola fantástica.

Depois de anunciar a materialização do acordo de transferências das terras a governadora Suely Campos (PP) tem uma outra delegação ainda mais importante: efetivar e consagrar a titulação das propriedades e assegurar a seus proprietários a garantia de que agora podem produzir.

E pelos cálculos da governadora, dos 4.662.775 hectares transferidos será possível expedir títulos definitivos nos próximos dias esses.

Visão equivocada
lll
Na posse Temer reafirmou seu compromisso com o Pacto Federativo e apoio aos estados.

Surpreendeu muita gente a fala da governadora Suely, em um jornal local, de que não permitirá ser retaliada pelo governo Temer. Tão estranha quanto equivocada a intuição da mandatária, porque não há nada nesse sentido que indique qualquer represália a Roraima, muito menos à ela especificamente.

Ao contrário, no seu discurso de posse, Temer fez questão de reafirmar que é compromisso seu o fortalecimento do Pacto Federativo, onde a União, Estados e Municípios não sofram com distensões político-idelógicas nem por deficiência administrativa.

Além do mais o Partido de Suely, o PP, saiu bastante abancado na divisão de poder, montado em dois fortíssimos e importantes ministérios no Governo Temer: Saúde e Agricultura.

Perguntinha

Que fim levou João Pizzolatti Júnior?


CONTATOS: www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts