Ataque hacker global afeta serviços de telefonia em Roraima e órgãos públicos se desconectam por segurança.

Compartilhe nosso conteúdo!
*** A Coluna de Hoje |||| Publicada 00h23 ***
Mapa dos países afetados pelos ataques hackers que acabaram atingindo serviços diversos aqui em Roraima.

Um ataque de hackers que começou afetando computadores da Europa e Estados Unidos chegou a Roraima e prejudicou principalmente os serviços oferecidos pela empresa de telefonia Vivo. Os hackers responsáveis pelo ataque de um vírus, exigiram “resgate” em moeda virtual paralela, difícil de ser rastreada. É conhecida no sistema virtual como bitcoins.

A medida afetou o serviço interno de atendimento aos clientes em centenas de centrais da Telefônica, incluindo as brasileiras. Segundo o Procon Boa Vista, o problema prejudicou o atendimento direto aos consumidores que não podem acessar o Serviço de Atendimento ao Consumidor – SAC, ouvidorias e órgãos de Defesa do Consumidor, interligados ao servidor central em Madri.

Por conta da ameaça cibernética, órgãos importantes como Tribuna de Justiça, Assembleia Legislativa, Ministério Público, Defensoria Pública optaram por desligar seus sistemas e tiraram do ar as páginas (sites) que oferecem serviços diversos na Internet. Segundo as entidades, as decisões foram tomadas por precaução. Ainda não há informações sobre ataques em Roraima.

O TJ informou que “como medida de segurança, retirou o acesso à rede externa dos sistemas processuais e administrativos a partir desta sexta-feira, ficando disponível apenas nas dependências do TJRR”. Não há previsão para o site voltar ao ar.

A assessoria da Defensoria informou que a previsão é que o site retorne ao ar na segunda-feira (15). Equipes de Tecnologia da Informação do órgão monitoram o sistema. Já a Assembleia Legislativa de Roraima informou que o site foi retirado do ar por volta das 16h (horário local).

Diversos países no mundo, incluindo o Brasil, foram alvos de um ataque hacker. De acordo com especialistas, a agressão hacker é, de certa forma, simples e praticamente obriga as empresas a pagarem o resgate. Conhecido como ransomware, o ataque busca travar o sistema dos computadores e instalar uma criptografia em todos os dados. Para que o dono da máquina possa acessá-los, é necessário fazer o pagamento de um resgate para que os hackers liberem uma ‘chave’ que libere os arquivos.

Missão da ONU vem a Roraima
Venezuelanos que fugiram da crise e agora buscam uma vida melhor aqui em Boa Vista.

A crise na Venezuela e a migração desordenada atraiu para Roraima uma missão humanitária das Nações Unidas que deve chegar a Boa Vista na segunda-feira,5.

Os funcionários da ONU vão avaliar a implantação de um plano de contingência para lidar com que já se considera uma crise humanitária. Devem ser montados acampamentos, nos moldes daqueles feitos para os refugiados que têm chegado à Europa.

O governo brasileiro aumentou o grau de atenção nas fronteiras, especialmente com a Venezuela, e o monitoramento. Reuniões com a participação de vários ministérios que eram quinzenais passarão a ser semanais a partir de agora.

Mais recurso para evitar colapso 
O ministro da Saúde, Ricardo Barros, na companhia do deputado Hiran Gonçalves, esteve ontem em Boa Vista.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, inaugurou ontem o sistema de abastecimento de água no município de Bonfim, na fronteira com a Guiana. No retorno ele deu entrevista onde revelou que o Governo Federal está empenhado em não deixar faltar recursos para a saúde em Roraima, mas tudo dentro da capacidade de contrapartida do estado.

E por conta da migração de venezuelanos que praticamente invadiram o estado, causando problemas sociais graves o ministro assegurou que o Governo Federal está traçando ações que visam assegurar os recursos necessários para garantir que a saúde estadual não entre em colapso.

Ele disse estar acompanhando a questão da migração a partir dos dados que reuniu na visita que fez a Pacaraima quando também visitou os ginásios de esporte onde os venezuelanos estão abrigados. “Vamos garantir os recursos necessários para que a saúde dos roraimenses não fique comprometida devido à migração”, afirmou.

Reforma: ‘PMDB pode fechar questão’, diz Jucá
Jucá participou ontem da reunião de líderes para avaliação do primeiro ano do Governo de Michel Temer.

O presidente do PMDB, senador Romero Jucá, disse ontem, que a Executiva Nacional da legenda aguarda um pedido da bancada na Câmara para se posicionar sobre fechamento de questão na votação da reforma da Previdência que está em discussão entre os deputados.

Segundo Jucá, que participou da cerimônia de um ano do governo Temer no Palácio do Planalto, o pedido ainda não existe, mas deverá ser feito nos próximos dias.

Jucá disse ainda que o PMDB também está conversando sobre essa possibilidade com outros partidos da base para que possa haver “uma união de pensamento, uma união de transformação do país”.

O termo “fechar questão” é usado quando um partido orienta e toma uma posição única sobre como cada um deve votar em determinado tema. Nessas situações, os parlamentares que desrespeitam a determinação correm o risco de sofrer punição pelo partido.

Mauricélio e sua turma ficam

A Mesa Diretora da Câmara será mantida segundo determinou o juiz Aluízio Ferreira.Foi em vão o esforço de alguns vereadores que recorreram ao judiciário para derrubar a Mesa Diretora da Câmara de Boa Vista, reconduzida para mais dois anos de mandato sem que o primeiro ao menos tenha terminado.

O caso aconteceu na primeira sessão do atual período quando o atual presidente Mauricélio Fernandes e os demais vereadores da Mesa manobraram e conseguiram a recondução.

O caso foi judicializado pelos vereadores derrotados na eleição inicial e guiados pelo líder da Prefeitura, Zélio Mota, que ingressaram com ação judicial visando anular o ato.

Mas ontem o juiz Aluízio Ferreira, da 1ª Vara da Fazenda Pública, negou liminar para anular aquela sessão e manteve Mauricélio e sua turma onde estão.

‘Dia D’ contra influenza. É hoje
A meta da campanha é vacinar mais de 140 mil pessoas em todos os municípios de Roraima.

Neste sábado, (13) ocorre ‘Dia D’ de vacinação contra a gripe em Roraima. A mobilização será das 8h às 12h e das 14h às 17h nos postos de saúde dos municípios. A campanha segue até o dia 26 de maio e o objetivo esse ano é vacinar mais de 140 mil pessoas em Roraima, o que representa 90% do público-alvo.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, foram recebidas do Ministério da Saúde 196.100 doses da vacina contra a doença. Cerca de 80% deste total foi distribuído para os municípios. Só para a capital, foram repassadas mais de 50 mil doses.

Os grupos prioritários para a vacinação são: crianças de seis meses a cinco anos incompletos, gestantes, puérperas (mulher que está em recuperação da gravidez, até 45 dias), trabalhador de saúde, indígenas, pessoas com 60 anos ou mais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independentemente da idade.

Previdência: seminário da ALE encaminha sugestões
O deputado Jorge Everton (centro) dirigiu o seminário que debateu vários temas sobre o projeto da reforma da Previdência. 

Durante dois dias, 11 e 12, a Assembleia Legislativa de Roraimasediou o I Seminário Reforma da Previdência e a Defesa dos Direitos dos Servidores. O evento foi proposto e coordenado pelo deputado Jorge Everton (PMDB), e contou com a participação de palestrantes e debatedores que puderam traçar metas e arquitetar idéias para contribuir com a Reforma da Previdência Nacional, tendo como prioridade a Reforma Estadual, que poderá ser feita logo após a aprovação da proposta nacional.

Como resultado, Jorge Everton explicou que todas as discussões e sugestões serão documentadas, e que servirão como base para construir uma Proposta de Emenda a Constituição (PEC) local, para que no prazo estabelecido pelo Governo Federal, Roraima possa legislar sobre a Previdência Estadual.

Iremos atuar junto com Instituto de Previdência para que possamos trazer inovações jurídica, lógico que não precisamos seguir todos os critérios que forem adotados no Congresso Nacional, precisamos de critérios para o Estado de Roraima, de acordo com a nossa realidade, pois a saúde financeira do IPER, ainda é boa, então não precisamos fazer com tanto rigor, como esta sendo apresentado no congresso nacional”, disse o parlamentar.

Fazer trote agora custa caro
Sancionada a lei prevê multas de R$ 1 mil para quem passar trotes no serviço público.

A governadora Suely Campos sancionou a lei que permite a aplicação de multa de R$ 1 mil a quem fizer trote nos serviços essenciais como SAMU, Centro de Operações da Polícia Miliar e Corpo de Bombeiros.

A multa prevista será de R$ 1 mil para cada trote realizado, duplicando-se o valor em caso de reincidência, e poderá ser aplicada sempre que o fato relatado nas ligações para estes serviços não narrar fatos reais.

Enquadra-se na definição de “trote”, as ligações destinadas aos serviços essenciais telefônicos 190, 192 e 193 que resulte em atitudes, manifestações ou tentativas zombaria com os serviços essenciais, no intuito de informar evento que a pessoa saiba ser inexistente.

Quando for isso ocorrer, será feito levantamento e identificação do número telefônico de onde se originou o trote, encaminhado o respectivo relatório da chamada à empresa telefônica competente para que informe o nome do proprietário ou da pessoa jurídica responsável pela linha. Ai será aplicada a multa.

Comida melhorada nos hospitais
O governo vai contratar nova empresa para melhorar o cardápio nos hospitais do Estado.

Depois de reiteradas reclamações de pacientes com relação à qualidade e a pontualidade da alimentação fornecida nas unidades de saúde do Estado, a Secretaria Estadual de Saúde informa que irá contratar uma nova empresa para esta finalidade.

A licitação está prevista para a próxima sexta-feira (19), e após a contratação, a expectativa é que a substituição seja realizada o quanto antes. Com isso, a intenção é melhorar significativamente a qualidade da alimentação servida nas unidades de saúde.

O contrato prevê seis refeições diárias balanceadas e adequadas às necessidades específicas de cada paciente. Este fornecimento é supervisionado e deve ser aprovado pela equipe de nutrição de cada hospital.


CONTATOS DO AUTOR | www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.
Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts