Ataques do PCC? Governo emite ‘estado de alerta’ para preservar integridade física de policiais civis, militares e agentes penitenciários.

A Coluna de Hoje | Boa Vista, RR | Publicada 00h15
lll

Viatura da policia foi queimada em um ataque realizado segundo a polícia por membros da facção PCC.

A ser verdade, o tema é perturbador e tem que ser levado a sério, muito a sério e impõe alguns cuidados, óbvios, tomados a exaustão por quem se sente potencialmente ameaçado. Essa pequena onda de selvageria sentida ontem em Boa Vista com ataques a prédios públicos, destruição de viaturas da polícia e a uma agência de banco, atribuída ao grupo criminoso Primeiro Comando da Capital (PCC) tem que ser vista como uma séria advertência à desintegração da ordem pública, gera pânico e medo, mas carece de uma apuração mais severa antes que a informação seja manipulada como atentados promovidos pelo crime organizado.

A polícia registrou ataques a uma guarita da Guara Municipal e a uma agência do Banco Santander. Um homem usando capacete de motociclista entrou na agência pela porta da frente com uma bomba caseira, ateou fogo no artefato e jogou dentro do local. No ataque a delegacia da Polícia Civil, os alvos foram dois veículos que estavam no estacionamento. Os carros foram completamente destruídos. A polícia não informou o material usado para colocar fogo nos veículos.

Esses fatos, embora isolados, levou o Governo a emitir um ‘estado de alerta’ a todos os agentes de segurança e acionamento dos planos de chamada para todos os órgãos que compõem o Sistema de Segurança Pública e Defesa Social, no sentido de que sejam redobrados os cuidados a segurança dos agentes das forças de Segurança, seus familiares, bem como o reforço na Segurança de suas instalações prediais.

O governo não informou se os atos têm ligação com o crime organizado e não deu detalhes sobre as investigações. Segundo o governo, “a cúpula da Segurança Pública de Roraima já definiu as diretrizes das ações que serão seguidas para evitar que essa onda de ataques cresça em Boa Vista”. O certo é que, para interromper essa escalada violenta, a sociedade precisa agir — o quanto antes.

Ameaças nas redes sociais
ll

Vereadores de Boa Vista estão assustados porque estariam na lista dos criminosos do PCC.

As redes sociais foram invadidas com uma mensagem tosca, bronca, rústica em que criminosos autointitulados ‘soldados’ do PCC fazem ameaças a políticos, policiais e pessoas da sociedade.

Circulou inclusive uma lista contendo nomes de Vereadores e Deputados Estaduais supostamente marcados para morrer pelas mãos do crime organizado. Verdade ou mentira, é preciso que ‘os poderosos’ tomem cuidado e os agentes da segurança pública maias ainda.

Diante da difusão desse os vereadores de Boa Vista realizaram uma reunião de emergência ontem de manhã para avaliar a extensão do problema, suas consequências e o que fazer. Depois do encontro, todos falaram que acreditam na atuação da polícia e que medidas certamente serão tomadas para identificar de onde está partindo essa onda de terror.

Retaliação: Maria Helena perde o PSB em Roraima
ll

Maria Helena votou favorável ao projeto da reforma trabalhista e acabou penalizada no Partido.

A deputada federal Maria Helena Veronese pagou um alto preço por ter votado favorável ao projeto do Governo sobre a Reforma Trabalhista. A atitude custou-lhe a direção regional do Partido Socialista Brasileiro (PSB) em Roraima por ter desobedecido a uma orientação do Partido que havia encaminhado o voto da bancada contra a reforma.

A bancada do PSB rachou e não cumpriu a orientação. Entre eles a parlamentar roraimense. Dos 30 deputados que votaram, 14 votaram a favor da reforma trabalhista e 16 contra.

Ontem mesmo a direção nacional do PSB iniciou as sanções aos dissidentes. Segundo uma fonte do partido, foram destituídos dos comandos estaduais os deputados Danilo Forte (CE), Fabio Garcia (MT) e Maria Helena (RR) e Tereza Cristina (MS), líder da bancada.

Pelo Estatuto, as sanções podem ir de desligamento temporário da bancada à perda de todas as prerrogativas, cargos e funções que exerçam em decorrência do partido.

Jucá e as peripécias de Renan
ll

A rebeldia de Renan em relação ao presidente Temer está causando ranhuras na relação com o colega Jucá.

Uma importante seção política da Revista Veja noticiou o seguinte, em sua edição eletrônica de Ontem:

A cruzada de Renan Calheiros contra o Palácio do Planalto tem empurrado para longe personagens que, historicamente, caminham com ele. Esses dias, Romero Jucá desceu o malho no aliado.

Jucá disse que compreende o sujeito fazer o diabo pela sobrevivência política, mas não admite que Renan use a liderança do PMDB em favor de interesses próprios. Eunício Oliveira, um dos interlocutores da análise, consentiu.

Pouca gente consegue imaginar o todo poderoso senador alagoano sendo destituído do comando da bancada peemedebista, como alguns de seus correligionários defendem. É fato, porém, que Renan perde força a cada dia.

CERR: morta e sepultada
lll

O deputado Sampaio propôs a Audiência Pública para avaliar direitos trabalhistas e os ativos da falida CERR.

Não há mais nada que possa ser feito pela Companhia Energética de Roraima, nossa saudosa CERR. Nem milagres tampouco mágicas serão capazes de restabelecer e vida da empresa.

Ontem durante uma audiência pública na Assembleia, proposta pelo deputado Soldado Sampaio, foi exposto o espólio da CERR com destaque para o tombo financeiro que é estratosférico: R$ 1 bilhão em empréstimos e mais de R$ 200 milhões em dívidas com fornecedores. Além de uma conta ainda não calculada a ser paga com a indenização do pessoal demitido.

A corrida dos deputados é contra o tempo. Primeiro assegurar os direitos trabalhistas dos que já perderam o emprego. Depois encontrar uma forma de fazer com os ativos da empresa não sejam entregues a qualquer preço.

‘Trabalhador paga a conta’, diz João do Povo
lll

Para o sindicalista João do Povo o mais lamentável é que a CERR faliu e os trabalhadores é que pagam a conta.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Urbanitários, João do Povo, disse que os trabalhadores é que estão pagando a conta da CERR.

O sindicalista afirmou que a entidade sindical vai recorrer à Justiça para amparar esses servidores. Segundo ele, poucos funcionários foram reintegrados.

A CERR está em frangalhos, se acabando, e o maior problema que gira em torno dos servidores é em razão daqueles que foram demitidos, que ainda não tiveram a rescisão homologada por falta do pagamento da multa sobre o FGTS. Muitos foram mandados para casa doentes, ou seja, não foram demitidos, reintegrados e nem estão sendo assistidos pelo INSS. Outros estão em casa recebendo sem trabalhar, o que é uma prática irregular”, afirmou.

O ponto será cortado
ll

A Prefeitura distribuiu nota oficial para advertir que o ponto do servidor que participar da greve será cortado.

A Prefeitura de Boa Vista vai cortar o ponto dos servidores municipais que decidirem participar das manifestações programadas para acontecer, em todo país, nesta sexta-feira, dia 28.

A Secretaria Municipal de Administração e Gestão de Pessoas confirmou a informação através de nota. A prefeita determinou ainda que os Secretários não permitam o “abono do dia”, a ausência prevista em lei, e que fiscalizem o trabalho dos servidores durante todo expediente.

Até ontem, segundo a nota, o sindicato de servidores não havia comunicado nada formalmente sobre a paralisação, o que fez a prefeitura considerar o dia como normal.

Secretaria Municipal de Administração e Gestão de Pessoas esclarece que nesta sexta-feira, dia 28 de abril, é dia útil normal.  “Qualquer greve tem uma legislação própria, as instituições precisam cumprir prazo de publicações e informações. Até o momento o município não recebeu nada a respeito”, diz a nota.

Paralisação afeta alguns serviços

ll

A paralisação de hoje afeta vários serviços em Boa Vista sobretudo aqueles que são prestados por órgãos púbicos.

Sindicatos de diversas categorias de Roraima vão participar da mobilização nacional em protesto aos projetos de lei das reformas da previdência e trabalhista, que atualmente estão em tramitação no Congresso Nacional. A expectativa dos sindicatos é que todos os trabalhadores participem do movimento, que acontece na manhã desta sexta, 28, a partir das 6h.

Serviços como bancos, táxi, serviços em órgãos públicos, correios, polícia federal, por exemplo,  serão afetados. A escolas estaduais também vão paralisar, além de Saúde estadual, Enfermeiros, Urbanitários e Servidores do Estado.

Cerca de 40 sindicatos do Estado vão se dividir em três pontos da Capital: na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, bairro Aeroporto, nas proximidades do Ibama, na BR-174, no bairro Cauamé e na Avenida Centenário, próximo ao posto Caracas.

Após a concentração, os participantes seguirão em carreata até a Praça do Centro Cívico, o que deve ocorrer às 11h.

Parlamento Amazônico debate interesses locais
lll

O deputado Chagas participou da reunião do Parlamento Amazônico e alertou para o expansionismo das reservas indígenas em Roraima.

A décima primeira reunião do Parlamento Amazônico. Ocorrida ontem na cidade de Imperatriz, no Maranhão, tratou de assuntos do interesse dos estados da Amazônia Legal.

Durante a reunião os representantes de Roraima deputados Jorge Everton (PMDB), Naldo da Loteria (PSB), Lenir Rodrigues (PPS), Chico Mozart (PRP), Gabriel Picanço (PRB) e Coronel Chagas (PRTB), destacaram as dificuldades vividas pelo Estado em relação à Educação, Meio Ambiente, entre outros assuntos.

Coronel Chagas, vice- presidente do parlamento, ressalta a questão ambiental e indígena como um dos maiores entraves enfrentado por Roraima.

O que mais afeta nosso Estado, são as questões ambientais e indígenas. A criação de parques nacionais, criação e ampliação de mais terras indígenas em um estado que já tem 88% da sua área territorial comprometida com essas questões, causa insegurança, porque afeta a questão enérgica, por exemplo. Tem também o agricultor que vive do que planta e tempos depois a área que está sendo pretendida. O momento de encontrar soluções é agora, por isso fiz questão de falar sobre isso”, afirmou Chagas.

Resiliência e reflexões sobre o trabalho
lll

Servidores da Prefeitura participaram ontem de uma reunião da avaliação com o tema Resiliência e como lidar com os problemas.

Os servidores das unidades básicas de saúde do município de Boa Vista têm se reunido mensalmente para avaliar o resultado dos trabalhos. Na manhã de ontem, os trabalhadores da unidade básica do Buritis se reuniram para avaliar os trabalhos e refletir sobre o tema abordado no encontro, Resiliência.

A Resiliência é a capacidade de o indivíduo lidar com problemas, adaptar-se a mudanças, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas, como estresse, por exemplo.

Quem falou sobre o tema foi a psicóloga da unidade, Rejane Andrade, que explicou uma nova proposta de trabalho para os encontros.

“A ideia é que tenhamos esse momento sempre, tanto para avaliarmos o trabalho como para tratar temas que abordam o nosso cotidiano. Eu vejo como uma auto-capacitação em saúde, que vai ajudar a desenvolver competências, além do contexto de trabalho, e isso vai fazer a diferença tanto no local de trabalho como no serviço oferecido para o usuário”.

ll

A secretária Emília Campos disse que esse é um momento importante para a concretização de muitos sonhos.

Casamento coletivo: é a Caravana do Amor | O cenário e data já foram escolhidos. Agora só falta o esperado sim. A maior cerimônia de casamento coletivo realizada em Roraima acontece nesta sexta-feira (28), às 17 horas, no Parque Anauá. A Caravana do Amor, projeto realizado pelo Governo do Estado em parceria com Tribunal de Justiça, Cartórios de Registro Civil, Defensoria Pública e Ministério Público de Roraima, proporcionará um momento especial e inesquecível para 300 casais, que terão as uniões oficializadas na primeira edição. A secretária do Trabalho e Bem-Estar Social, Emília Campos, destacou que o Governo do Estado atua para garantir o melhor à população. “Especialmente em um momento tão importante como esse – da concretização de uniões que, muitas vezes, já duram anos e que agora estarão legalmente reconhecidas e com uma cerimônia especial para celebrar e marcar esse momento”, disse.


CONTATOS DO AUTOR | www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta