Brasil poderá instituir sistema de senhas para entrada de venezuelanos em Roraima.

Compartilhe nosso conteúdo!
A Coluna de Hoje | Publicada 00h12
Venezuelanos podem sofrer restrição para conseguir permissão para ingressar no Brasil por Roraima.

O presidente Michel Temer disse ontem que cogita limitar a entrada de venezuelanos em Roraima. “Entram 700 pessoas por dia. Pensamos em colocar senha para entrar 100, 200 pessoas por dia e organizar essas entradas”, disse.

Segundo o presidente, a ideia das senhas é “organizar um pouco mais essas entradas”. As declarações foram feitas em entrevista à Rádio Jornal de Pernambuco.

Temer afirmou que atualmente entram de 600 a 700 pessoas por dia pela fronteira de Roraima e isso está criando problemas até para vacinação. Ele não detalhou, no entanto, como será a implementação das senhas e quando elas começariam a ser utilizadas.

O presidente também afirmou que o governo federal está aumentando o processo de interiorização dos imigrantes que permanecem no Brasil, ou seja, está levando parte dessas pessoas para outros Estados para diminuir a pressão sobre Roraima.

Temer frisou que o pronunciamento feito na terça-feira, 28, por ele, quando anunciou a edição de um decreto convocando as Forças Armadas para atuarem em Roraima por duas semanas, foi “um pouco mais duro” em relação à Venezuela.

“É inadmissível isso que está acontecendo lá. Ontem eu até disse que isso está colocando em desarmonia o próprio continente sul-americano. […] É preciso modificar o clima na Venezuela”, afirmou. Ainda na terça, Temer disse que é preciso buscar apoio na comunidade internacional para se tomar “medidas diplomáticas firmes”.

“E o governo recusa lá e os venezuelanos vêm para cá. Claro que a nossa política é de acolher aqueles que entram no País, não só nossa política, mas os tratados internacionais. Mas o ideal para nós é que eles recebessem lá a nossa ajuda humanitária e que lá eles pudessem permanecer”, disse.

3.200 militares na fronteira
Soldados da Brigada de Selva farão o patrulhamento de fronteira para evitar problemas com a migração.

Os 3.200 homens da 1ª Brigada de Infantaria de Selva do Exército – lotada em Boa Vista, mas com homens também em Manaus – serão responsáveis por reforçar a segurança na região fronteiriça do Brasil com a Venezuela, especificamente nas faixas norte e leste, com o objetivo de dar assistência aos venezuelanos que chegam ao país por Roraima.

O trabalho consistirá em aumentar a segurança na área, ampliar a proteção nos abrigos e atuar em conjunto com a Força de Segurança, Polícia Federal (PF) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF). As informações são do ministro da Defesa, general Joaquim Silva e Luna.

O ministro afirmou também que o esforço será para que os imigrantes passem pelo posto de controle e obtenham as orientações para o ingresso no país. Segundo ele, o centro de operações conjuntas, reunindo Forças Armadas, PF e PRF, será mantido de forma permanente.

O general afirmou que os militares também vão reforçar a segurança nas rodovias BR-174, que liga Boa Vista a Pacaraima, e BR-401, que vai em direção a Bonfim e Normandia, na Guiana. Fonte | Agência Brasil

O Decreto

No Diário Oficial da União de ontem (29), está o decreto presidencial que autoriza o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) em Roraima. A autorização vale para o período de 29 de agosto e 12 de setembro.

O decreto foi anunciado na terça (28) pelo presidente Michel Temer, em cerimônia no Palácio do Planalto. Segundo ele, a medida é para dar segurança aos brasileiros que vivem em Roraima e também aos venezuelanos.

Crise no Estado
Os venezuelanos continuam chegando porque a crise do outro lado da fronteira se agrava.

A estimativa do governo é que de 600 a 700 venezuelanos entram diariamente pela fronteira, dos quais 20% a 30% permanecem no país.

Em Boa Vista, ainda vivem nas ruas cerca de 2 mil venezuelanos e outros 6 mil estão em abrigos no estado. A Polícia Federal estima que entraram no país quase 130 mil venezuelanos, de 2017 até junho deste ano. Desses, cerca de 60% já deixaram o território brasileiro. Os dados atualizados de ingresso de venezuelanos no país devem sair nos próximos dias.

Na semana passada, moradores de Pacaraima expulsaram venezuelanos de barracas e abrigos e atearam fogo a seus pertences, em um protesto contra a presença deles na cidade.

O motivo do conflito foi o assalto, seguido de espancamento, sofrido por um comerciante local, supostamente cometido por quatro venezuelanos, o que provocou a revolta dos moradores da cidade.

Boa Vista sai do ‘rabo’
Boa Vista atingiu a marca de mais de 375 mil habitantes segundo o IBGE.

Boa Vista deixou de ser a capital menos populosa do país, segundo dados divulgados pelo IBGE ontem.

Pelas contas do IBGE a capital roraimense saiu do rabo da fila, ultrapassando Palmas no Tocantins. Nós temos agora 375.74 mil habitantes contra 291.855 da capital tocantinense.

Com 576.568 habitantes Roraima continua carregando o título de Estado menos populoso do Brasil. De acordo com as estimativas do IBGE, juntas, as 27 capitais abrigam 49,7 milhões de habitantes, o que representa 23,8% da população do país.

São Paulo é a mais populosa, com 12,2 milhões de habitantes, e a com menor número de habitantes é Palmas (TO), com 292 mil pessoas. Dentre as capitais, 14 têm mais de 1º milhão de habitantes. As outras 13 têm menos de 900 mil. Fonte | IBGE

O ‘estouro’ da PAMC
A superlotação na PAMC pode explodir em nova rebelião com consequências imprevisíveis. 

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cláudio Lamachia, este em Roraima para uma avaliação do decadente sistema prisional. E saiu daqui horrorizado com o que testemunhou na Penitenciária Agrícola do Monte Cisto – PAMC.

“Monte Cristo, em Roraima, pode ser palco da próxima grande tragédia nacional caso as autoridades brasileiras não dediquem atenção prioritária ao sistema prisional do estado”, advertiu Lamachia.

Após vistoria feita pela OAB nacional ao presídio, Lamachia divulgou nota afirmando que o estado perdeu “completamente” o controle sobre a unidade prisional. Segundo ele, a situação é preocupante e carece de ações conjuntas entre os governos federal e estadual.

Campanha pela ética
A desembargadora Tânia Vasconcelos defende mais ética e responsabilidade na política.

O Tribunal Regional Eleitoral de Roraima lançou ontem uma campanha institucional intitulada ‘Juntos pela cidadania com ética e responsabilidade’.

A campanha foi idealizada pela presidente do TRE, desembargadora Tânia Vasconcelos, e ganhou forma pelas mãos do publicitário Lucas Alves.

O vídeo, de 34 segundos, traz mensagens de incentivo ao eleitor pelo fortalecimento da democracia e por eleições limpas. O material será veiculado nas redes sociais e nas emissoras de TV que desejarem aderir à campanha.

De acordo com a presidente, só a união e a consciência podem gerar uma transformação concreta. “Temos testemunhado, diariamente, cidadãos a verberar nacionalmente sobre o país que querem para o futuro. Particularmente, o Brasil que quero é aquele que deixe de ser apenas o País do futuro e passe a ser o País onde mudanças acorram no presente. E a hora é essa”, assegura.

A soja do lavrado avança
A soja é uma realidade no lavrado roraimense e mais de 40 mil hectares serão colhidos este ano.

Começa nesta sexta-feira (31) a abertura oficial da VI Colheita da Soja no Cerrado de Roraima – safra 2018, que será realizada na Fazenda Paraíso, localizada no Km 76 da BR-401, estrada que liga Boa Vista a Bonfim. Evento segue até sábado (1º).

Neste ano, os produtores de soja aumentaram a área plantada em 25%, expandindo para 40 mil hectares de plantação. A expectativa é colher 120 mil toneladas de soja, cerca de 30 mil toneladas a mais do que em 2017. “Investidores de fora estão chegando a Roraima, trazendo capital e novas tecnologias, fundamental para o desenvolvimento, agregando valor aos produtores que já estão em Roraima”, comemorou o presidente da Comissão Organizadora da Colheita da Soja – Safra 2018, Ermílo Paludo.

O objetivo de reunir os sojicultores em dois dias de evento é mostrar as potencialidades e os desafios a serem enfrentados. “Queremos mostrar que o Estado tem jeito. Neste ano, contamos com quase 80 patrocinadores. São empresas que entendem que o evento é importante para o desenvolvimento de Roraima”, reforçou o presidente da COC Soja.

Encerra a vacinação | A campanha de vacinação contra sarampo e poliomielite chega ao fim nesta sexta-feira, 31, em todo o Brasil. A meta é vacinar 95% do público-alvo, que são as crianças até cinco anos. Porém, a capital de Boa Vista registra uma cobertura até o momento de 40,31% contra a poliomielite e 40,59% contra o sarampo. O sarampo é uma doença altamente transmissível e pode levar a sérias complicações, culminando inclusive com o óbito. Por isso é importante a vacinação e atualização do cartão de crianças e adultos. O estado de Roraima vive um surto de sarampo, doença que já havia sido erradicada no país e foi reintroduzida por conta do fluxo migratório de estrangeiros. Apenas 9.501 crianças dentro da faixa etária estabelecida pelo Ministério da Saúde foram imunizadas até o momento em Boa Vista. Já a poliomielite continua eliminada no Brasil, mas devido registro de casos notificados de paralisia flácida aguda na Venezuela e a baixa adesão de vacinação durante o período de campanha, a doença é uma grande ameaça. Até agora, apenas 9.435 crianças foram imunizadas na capital. A poliomielite, também chamada de paralisia infantil, é uma doença infectocontagiosa aguda, extremamente grave que leva a um quadro de paralisia flácida. Ou seja, a pessoa pode perder o movimento das pernas, dos braços e pode levar a outras sérias complicações neurológicas.

CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts