Cassação de Masamy Eda pelo TRE não afeta o mandato do deputado Jorge Everton.

*** A Coluna de Hoje /// Publicada 00h23 ***

Jorge Everton desfez qualquer especulação sobre uma possível perda de seu mandato de deputado estadual.

Diante de notícias ‘meio que precipitadas’ sobre a perda de seu mandato com a cassação do deputado Masamy Eda e a anulação de seus respectivos votos para a fixação de um novo cálculo para determinar o quociente eleitoral referente as eleições de 2014, o que alteraria as cadeiras na Assembleia Legislativa, o deputado Jorge Everton (PMDB) esclareceu ontem que nada muda sobre sua eleição, conseguida naquela coligação de 2014 onde foram eleitos ele [Jorge Everton], Aurelina Medeiros, Marcelo Cabral, Masamy Eda, Naldo da Loteria e Joaquim Ruiz.

Portanto, esclarece Everton, mesmo que a cassação de Masamy seja mantida – a decisão não tem efeito imediato e ele tem o prazo de três dias para ingressar com recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) – ele [Jorge Everton] permanece com a vaga assegurada. Se os cálculos forem de fato refeitos, quem deve ser eliminado é próprio suplente de Masamy – o ex-deputado José Reinaldo Pereira (Zé Reinaldo). Na matemática de Jorge Everton nem mesmo o deputado Joaquim Rui será afetado, pois continua com a vaga adquirida com a sobra dos votos.

Conforme o TRE, ficou comprovada a prática de captação ilícita de votos. O parlamentar entregava cheques de campanha para eleitores sob o pretexto de que eles iriam trabalhar nas eleições, mas o serviço nunca foi prestado. Mais de 1,5 mil pessoas estavam receberam o dinheiro que, segundo o TRE, foi a maior parte do recurso da campanha de Masamy

O estranho nesse caso da cassação de Masamy é que ao perceber a derrota e a esperança mínima de reverter a situação, ele próprio requereu ao TRE, algo incomum, que seus votos fossem anulados. Com o pedido de anulação dos próprios votos, Masamy busca impedir claramente que Zé Reinaldo possa assumir sua vaga na Assembleia Legislativa. E ontem durante uma entrevista, Masamy fez questão de ser ríspido com Zé Reinaldo. “Ele [Zé Reinaldo] foi preso pela Polícia Federal na campanha do ano passado, portanto está inabilitado para assumir a vaga”, disse Masamy.

Confirmado: Mecias para o Senado em 2018

Mecias com o ministro Marcos Pereira, presidente do PRB: candidatura ao Senado está lançada.

O que não passava de mera cogitação, a pré-candidatura do deputado estadual Mecias de Jesus (PRB) foi finalmente confirmado ontem aqui em Boa Vista por ninguém menos que o presidente nacional da Sigla, Marcos Pereira, ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

“Mecias tem condições para concorrer a uma das duas vagas de Roraima ao Senado, tem o apoio do diretório nacional e é uma as nossas principais apostas para 2018. Nós vamos trabalhar para que possamos ter esta representação no Senado”, afirmou.

Depois do anúncio Mecias de Jesus disse que está confiante e com a confirmação do seu nome vai continuar trabalhando para fortalecimento de sua pré-candidatura e conquistar uma das vagas no Senado.

O PRB é um dos Partidos que mais tem crescido no Estado, com representação forte em todos os municípios, com nomes bem competitivos. Contar com o apoio do diretório nacional me motiva a seguir firme, acreditando veemente na mudança política e, consequentemente, fortalecimento social do nosso país”, afirmou Mecias.

Suely ignora TCE: e Pizzollati vai passear

Pizzollati segue secretário de Suely, que descumpre decisão do TCE.

A governadora Suely Campos (PP) continua ignorando uma determinação do Tribunal de Contas do Estado – datada do mês de junho – para que exonerasse imediatamente João Alberto Pizzolatti Júnior, da função de secretário extraordinário Promoção e Investimentos. Determinou também que todas as secretarias extraordinárias fossem extintas.

Pois bem além de desobedecer a ordem do TCE, Suely ainda acaba de brindar Pizzollati com uma viagem para Foz do Iguaçu (Paraná), designando para participar de uma conferência sobre atração de investimentos, promovida pelo BID – Banco Internacional de Desenvolvimento.

Conforme a decisão do TCE, Pizzolatti não pode exercer função pública estadual ou municipal em Roraima até cessar a suspensão dos direitos políticos impostos a ele, tendo em vista que foi condenado por improbidade administrativa em 2ª instância no Estado de Santa Catarina, onde é funcionário da Secretaria da Fazenda.

Jucá pune os traidores do PMDB

Pela assessoria o senador Romero Jucá informou sobre a suspensão dos deputados do PMDB.

A assessoria do presidente do PMDB, senador Romero Jucá, informou ontem que a legenda suspendeu por 60 dias as funções partidárias dos deputados peemedebistas que votaram a favor da denúncia da Procuradoria Geral da República contra o presidente Michel Temer.

Jucá enviou ofício ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, para comunicar da decisão de suspender os deputados Sérgio Zveiter (RJ), Jarbas Vasconcelos (PE), Veneziano Vital do Rêgo (PB), Laura Carneiro (RJ), Celso Pansera (RJ) e Vitor Valim (CE) das atividades partidárias.

Os parlamentares, que se posicionaram contra o governo durante a tramitação da denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel Temer, foram afastados por 60 dias “em todos os níveis, e também de eventuais funções diretivas partidárias”.

Zveiter foi o relator original da denúncia na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara e seu parecer foi pela aceitação da denúncia. Somente após a rejeição do relatório de Zveiter, o deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) foi escolhido para emitir um novo relatório.

Rombo no IPER: Justiça bloqueia bens de envolvidos

Braga era o presidente do IPER – administração de Anchieta Jr – na época da operação desastrosa.

O juiz Luiz Alberto de Morais Júnior, da 2ª Vara da Fazenda Pública decretou a indisponibilidade de bens no valor de mais de R$ 53 milhões, de envolvidos naquele escândalo no Instituto de Previdência do Estado de Roraima (IPER) que resultou em perdas milionárias com por conta de ativos transferidos do Banco do Brasil e Caixa Econômica para bancos privados quase falidos.

Segundo a ação proposta pelo Ministério Público de Roraima, o então presidente do IPER Rodolfo de Oliveira Braga e alguns servidores, “praticaram ato de improbidade decorrente da transferência de valores dos fundos da previdência estatal para correlatos de natureza privada”.

De acordo com a ação, “mesmo com os indícios da operação apontarem prejuízos aos cofres públicos, embora baixa rentabilidade fundos de renda fixa, os denunciados abriam mão da segurança dos investimentos em bancos públicos e transferiram a bancos privados” sem as garantias devidas

Conforme a decisão sem adentrar no mérito da causa, o juiz Luiz Alberto de Morais Júnior, deferiu o pedido e decretou a indisponibilidade dos bens, de forma proporcional ao prejuízo apontado (R$ 53.020.967,10), rateado, como dito, proporcionalmente, entre os demandados.

Escola nova + Casa Mãe | Educação em Boa Vista é prioridade na gestão da prefeita Teresa Surita. Ontem ela inaugurou mais duas unidades de ensino na capital. Foram entregues à comunidade do Bela Vista, a nova Escola Municipal Zacarias Assunção Ribeiro Araújo, a primeira escola do bairro, e a Casa Mãe Priscila Mirian Galvão Almeida (foto acima), segunda unidade do Núcleo Bela Vista. A Escola Zacarias possui uma área de 1.129,64 m2 construídos, com capacidade para atender cerca de 300 alunos em dois turnos. Cada sala mede 48 m2. As aulas na nova unidade já começam nesta segunda-feira, 14, com 302 alunos da pré-escola transferidos das escolas municipais Valdemarina Normando Martins e Raio de Sol.Durante a solenidade, a prefeita oficializou também a inauguração da segunda Casa Mãe do Núcleo Bela Vista, a Casa Mãe Priscila Mirian Galvão Almeida. A nova unidade possibilitou o aumento de 30 para 60 o número de crianças atendidas, em período integral. A estrutura ampla, moderna e climatizada propicia aos alunos um ambiente de estímulos educacionais apropriados para os pequenos. Cada Núcleo possui um refeitório amplo e climatizado, com cozinha, sala administrativa e banheiro.

‘Melhorar a educação ainda mais’, diz Teresa

A felicidade das crianças na nova Escola inaugurada ontem em Boa Vista pela prefeita Teresa Surita.

A prefeita de Boa Vista comemora mais essa conquista da população, em especial dos moradores do bairro. Teresa afirmou que está fazendo um grande trabalho na educação, mas quer melhorar ainda mais a qualidade do ensino e o atendimento aos alunos da rede municipal.

“Muitas escolas estão sendo reformadas outras sendo construídas. A cada dia damos um passo à frente para dar uma condição cada vez melhor aos nossos alunos e funcionários”, ressaltou a prefeita.

As Casas Mãe foram implantadas em 2001, na gestão anterior da prefeita Teresa Surita. Hoje, Boa Vista conta com 33 unidades em funcionamento, atendendo uma demanda de mais de mil crianças na faixa etária de 2 e 3 anos e 11 meses. Além disso, conta com as turmas maternais das seis unidades proinfâncias com uma demanda de mais de 600 crianças.

Nossa nova escola conta com uma estrutura com alto padrão de qualidade, do jeitinho que nossas crianças merecem. É sempre uma felicidade entregar uma obra tão importante assim. É mais um avanço da nossa gestão. Aqui fica mais um compromisso cumprido com a população. É mais um motivo para celebrar o avanço no cuidado com nossas crianças”, disse Teresa.

Visita empresarial | A prefeita Teresa Surita recebeu ontem a visita dos representantes Fórum das Federações de Classes Empresariais de Roraima (foto acima). Na ocasião, foi apresentado o Fórum das Federações Representativas de Classes de Roraima por Rivaldo Neves, além de algumas demandas pertinentes da classe, como a identificação de áreas que possam ser disponibilizadas para a instalação de pequenas indústrias que devem se retirar de bairros residenciais, entre outras. Segundo a prefeita Teresa Surita, estes encontros são essenciais para se pensar no desenvolvimento da cidade de forma coletiva. “A Prefeitura de Boa Vista é parceira da Classe Empresarial e, com certeza, abraça a causa. Nosso objetivo é levantar estas demandas e estudar meios de trabalharmos juntos para garantir estas melhorias, e garantir que sejam boas para todos”, destacou.

Ministro anuncia investimentos: 317,8 milhões de dólares

O ministro Marcos Pereira reuniu ontem o conselho da Suframa onde foi anunciado os investimentos.

O Conselho de Administração da Suframa (CAS) realizou ontem em Boa Vista, sua 280ª Reunião Ordinária, na qual aprovou 41 projetos industriais e de serviços, que somam investimentos totais de US$ 317.8 milhões e estimam a geração de 1.727 empregos ao longo dos próximos três anos.

Presidida pelo ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços Marcos Pereira, esta foi a segunda reunião do CAS realizada fora de Manaus em 2017 – a primeira foi em Macapá (AP), no dia 11 de maio –, dando continuidade à retomada do caráter itinerante dos encontros após nove anos de reuniões realizadas consecutivamente na capital amazonense.

Durante a reunião, o superintendente Appio Tolentino afirmou que o desenvolvimento do Estado de Roraima está intrinsicamente ligado ao processo de desenvolvimento da Zona Franca de Manaus. Dos 41 projetos aprovados, 13 são de implantação e 28 de atualização, ampliação ou diversificação

Boa Vista no topo. De novo | Boa Vista está entre as cinco capitais com melhor capacidade de arrecadação sem depender de repasses dos estados e da União. A informação tem como base estudo divulgado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). Além de Boa Vista, o Índice Firjan de Gestão Fiscal cita na mesma condição as cidades de Manaus, Rio de Janeiro, Salvador e Fortaleza. Para a prefeita de Boa Vista Teresa Surita, isso faz parte de um grande planejamento implantado desde do início do seu mandato, com cortes e ajustes necessários e uma política de recuperação de dívidas de contribuintes junto aos cofres municipais. “Pensar em fazer sem planejamento é a mesma coisa que um sonho inalcançável. Aqui na Prefeitura de Boa Vista a responsabilidade fiscal é prioridade, pois ela representa o correto uso do dinheiro público” destacou Teresa. O Índice Firjan de Gestão Fiscal leva em conta cinco critérios: capacidade de arrecadar sem depender dos repasses dos estados e da União, gastos com pessoal em relação ao Orçamento, suficiência de caixa, capacidade de fazer investimentos e endividamento.

Sem salários. E sem limpeza

Servidores da empresa de limpeza paralisaram as atividades por falta de pagamento dos salários.

Com tantos problemas no seu dia-a-dia, decorrente da deficiência estrutural, o Hospital Geral de Roraima (HGR) foi atingido ontem por outro duro golpe.

Servidores do setor de limpeza simplesmente cruzaram os braços na manhã de ontem em protesto por conta dos salários atrasados. Com a paralisação, a limpeza do HGR foi seriamente afetada.

Os funcionários informaram que a paralisação ocorre em cem por cento e esperam que as autoridades competentes dêem atenção para o descaso com os serviços de Saúde em Roraima.

Os registros feitos pelos próprios servidores mostram acúmulo de lixo e sujeira nos corredores das unidades, em quartos e banheiros de pacientes, inclusive em setores que necessitam da higienização constante, como o do Trauma e o da Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Autoritário, Coronel Ronan ameaça agentes

Militares são deslocados para cuidar da segurança nos presídios com a operação dos agentes penitenciários.

Absolutamente arrogante a ameaça que o secretário de Justiça e Cidadania, coronel Ronan Marinho, fez aos agentes penitenciários, que por falta de condições de trabalho, decretaram uma operação padrão, denominada ‘cumpra-se a lei’, em que cobram entrega de armamentos, coletes a prova de balas novos e a derrubada de vetos no Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações da Categoria (PCCR).

Ao estilo imperial e odioso Marinho afirma que vai cortar o ponto do servidor que não cumprir efetivamente com a função. Melhor seria ouvir civilizadamente os agentes e procurar uma saída para a crise que afeta a segurança dos presídios estaduais.

Ontem houve uma reunião entre o governo, Ministério Público de Roraima (MPRR) e os agentes. O encontro, no entanto, terminou sem acordo. A categoria alega que não foram apresentadas propostas satisfatórias.


CONTATOS DO AUTOR | www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: