Chico Rodrigues mantém pré-candidatura ao Senado e afirma que recorrerá de inelegibilidade no STF.

A Coluna de Hoje | Publicada 00h10

Chico gravou mensagem e reafirmou que manterá sua pré-candidatura ao Senado.

O ex-governador Chico Rodrigues (pré-candidato do Democratas ao Senado) afirmou ontem que vai recorrer da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que o tornou inelegível em um processo remanescente da campanha de 2010, quando elegeu-se vice-governador ao lado de Anchieta Júnior.

“Respeitamos a justiça, no entanto vamos recorrer, pois é um direito que nos faculta e sabemos que ‘forças estranhas’ estão trabalhando para impedir a minha candidatura e a nossa eleição ao Senado. Continuo na luta e entendo que a justiça é o melhor caminho”, disse ele.

Chico mandou mensagem aos simpatizantes, aliados e eleitores, para “que não se preocupem, pois meu projeto político está mantido e tenho certeza a Justiça vai restaurar a verdade”, diz. Rodrigues gravou um vídeo com detalhes sobre os passos que irá tomar a partir de agora. Ele explica que se trata de um processo de 2010, que respeita a determinação da justiça, porém é um direito dele continuar na luta pela candidatura.

A ministra Rosa Weber, do STF, manteve a cassação de Chico, mas deixou o ex-governador José de Anchieta (PSDB) livre para concorrer ao governo. Ela entendeu que Anchieta não entra na decisão que atinge Chico Rodrigues porque renunciou ao mandato, em 2014, para disputar uma vaga de senador.

MDB confirma Meirelles

O ex-ministro Henrique Meirelles consolidou ontem sua pré-candidatura á Presidência, na convenção do MDB.

Sem candidato a vice definido, o MDB confirmou ontem (2) o nome do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles como candidato à Presidência da República.

O resultado foi anunciado pelo presidente da legenda, Romero Jucá, que ressaltou que dos 419 votantes, 85% disseram sim a Meirelles.

Em 2014, segundo Jucá, 54% dos convencionais apoiaram a chapa Dilma/Temer na corrida presidencial. “A votação de hoje demonstra a unidade do partido”, ressaltou Jucá.

O senador roraimense, aliás, é o grande patrono da candidatura de Meireles. E diante de toda cúpula emedebista e apoiadores, Jucá disse que o Partido tem que levar a ideia com a alma, acrescentando que o MDB tirou o Brasil de uma “crise extraordinária” e vai colocar o país nos trilhos.

PMBV: salário com retroativo

Para Teresa, pagar salário em dia é ais que um dever do gestor. É um compromisso.

A Prefeitura de Boa Vista efetuou o pagamento dos servidores ontem, 2, referente ao mês de julho, conforme previsto no calendário. Só neste mês, a administração municipal injetou na economia aproximadamente R$ 35 milhões.

Os salários já vieram com a reposição de 2,95%, retroativos a 1º de maio. Além da reposição, a prefeitura pagou a Gratificação de Incentivo à Docência (GID) com o aumento, no valor de R$ 600.

Pagar os salários em dia, obedecendo o que foi previsto no calendário é um compromisso que assumi, priorizando e respeitando os nossos servidores. Com muito planejamento, a cada ano, estamos conseguindo reajustar salários, gratificações, atualizar progressões, entre outros. Hoje os servidores têm a segurança de que não terão perdas salariais e nem atrasos”, destaca a prefeita Teresa Surita.

Imigrantes: MPF quer revogar decreto

Suely assinou o decreto que torna mais difícil a permanência dos venezuelanos. Foto | Secom Governo

A decretação por Suely Campos de medidas que tornam difícil a permanência de imigrantes venezuelanos em Roraima, foi contestada ontem pelo Ministério Público Federal, em Roraima.

Um dia após ser anunciado o texto do decreto, o MPF expediu recomendação para que a governadora do Estado de Roraima revogue – ou deixe de publicar – o Decreto Estadual nº 25.681-E, de 1º de agosto de 2018, que estabelece atuação especial das forças de segurança pública e demais agentes públicos estaduais em decorrência do fluxo migratório de estrangeiros no Estado.

O MPF recomendou ainda ao secretário estadual de Saúde, ao delegado-geral da Polícia Civil, ao comandante-geral da Polícia Militar e ao diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito que se abstenham de levar a efeito o referido Decreto, assim como se abstenham de orientar os servidores a si subordinados a adotar as providências nele previstas.

De acordo com os procuradores da República que assinam o documento, a crise migratória pela qual passa Roraima tem se agravado pela falta de políticas públicas e medidas efetivas que ajudem a administrar e minimizar os efeitos da migração.

Entretanto, o Decreto 25.681, “para além de não apresentar nenhuma medida que se afigure idônea a remediar os efeitos da crise, pode apresentar-se aos seus agentes públicos executores e à sociedade como um instrumento de marginalização e reforço da xenofobia”, alerta trecho da recomendação.

‘Decreto é ilegal’, diz procuradora

Débora do Prat considerou ilegal o decreto assinado pela governadora Suely Campos.

Em nota pública divulgada ontem (2), a procuradora federal dos Direitos do Cidadão, Deborah Duprat, definiu como inconstitucional o decreto assinado pela governadora de Roraima, Suely Campos (PP), no qual determina a atuação especial das forças de segurança pública e demais agentes estaduais para regulamentar a oferta de serviços (como saúde e controle da fronteira) a imigrantes, incluindo os venezuelanos, frente ao fluxo migratório intensificado na região.

De acordo com a PFDC, a União tem a competência privativa de legislar sobre emigração e imigração, entrada, extradição e expulsão de estrangeiros, não cabendo às unidades federativas estabelecer legislação própria acerca do tema.

“Esse diploma legal tem como eixo central a universalidade, indivisibilidade e interdependência dos direitos humanos, e, como consequência, contempla extenso rol de direitos a serem assegurados a migrantes em condições de igualdade com os nacionais”, destaca a nota.

Governo quer mais carros

Fred Linhares assinou o contrato nababesco para locação de mais veículos.

Parece não existir crise de dinheiro no Governo de Suely, embora os fatos digam exatamente o contrário.

O último Diário Oficial do Estado (DOE) mostra uma dessas excrescências, onde a realidade na forma mais perdulária como os Silva Campos governam o Estado, se expõe.

Assinado pelo chefe da Casa Civil, Frederico Bastos Linhares, há um contrato para a locação de mais veículos, quando todos sabem os contratos já existentes não estão sendo pagos.

Valo da brincadeira: R$ 461.500,00 (quatrocentos e sessenta e um mil e quinhentos reais).

Servidores recrutados para convenção

Este banner circulou nos grupos de Whats informando sobre a convenção.

A ser verdade, trata-se de um abuso político condenável: há banners expostos em redes sociais, recrutando e obrigando que servidores púbicos estaduais devam comparecer na convenção do Progressistas, o Partido de Suely, hoje no Parque Anauá.

A revolta entre servidores é colossal, pois nenhum deles está obrigado a se fazer presente no ato político que homologará a candidatura de Suely à reeleição.

Pelo chamado, cada servidor está obrigado a levar outros 11, pois a ideia é lota o Forródromo, onde será realizado no evento.

Na Secretaria de Saúde, sob o comando do deputado Hiran Gonçalves, presidente do Progressistas, a ordem é severa. Inclusive não haverá expediente em algumas repartições do Estado nessa sexta a tarde.

O sarampo avança aqui e no Brasil

Nova investida contra o sarampo começará na próxima segunda-feia em todo o país.

Boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde revela que o país já registra 1.053 casos confirmados de sarampo, sendo 742 no Amazonas e 280 em Roraima. De acordo com a pasta, pelo menos 4.470 casos permanecem em investigação no Amazonas e 106 em Roraima.

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Poliomielite e Sarampo começa na próxima segunda-feira (6) e segue até 31 de agosto. O Dia D de mobilização nacional acontece no dia 18, sábado, quando mais de 36 mil postos de saúde estarão abertos no país. No total, 11,2 milhões de crianças devem ser vacinadas.

A meta é imunizar pelo menos 95% do público-alvo, numa tentativa de reduzir a possibilidade de retorno da pólio e a chamada reemergência do sarampo, doenças já eliminadas no Brasil.

Um novo bloqueio

O governo sofreu novo bloqueio nas contas para pagar resíduo aos policiais civis.

O juiz de direito Aluízio Ferreira Vieira, da 1ª Vara da Fazenda Pública, determinou um novo bloqueio de R$ 1,7 milhões, das contas do Governo de Roraima, em razão do não pagamento das requisições de pequeno valor expedidas em favor dos policiais civis estaduais.

Os policiais obtiveram ganho de causa quando questionaram em juízo a implementação do percentual de 5%, estabelecido pela Lei Estadual 331/02, fazendo jus somente aos reflexos do índice implementado no ano de 2002.

Após os trâmites processuais, a justiça chegou a expedir as requisições para pagamento voluntário pelo governo do estado, no prazo de 60 dias, no entanto, ele não obedeceu à determinação da justiça.

O bloqueio é resultado de uma ação judicial do Sindpol por conta do não pagamento, em 2002, de uma revisão geral de 4,5% no salário-base dos policiais civis do Estado.

Nossa energia em leilão

A Distribuidora Roraima será leiloada na Bolsa de Valores no próximo dia 30.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES) confirmou o leilão de quatro distribuidoras da Eletrobrás para o dia 30 deste mês.

Pelo cronograma divulgado, serão leiloadas as distribuidoras: Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre), Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron), Boa Vista Energia – distribuidora de energia em Roraima –, Amazonas Distribuidora de Energia (Amazonas Energia).

As interessadas nas distribuidoras da Eletrobrás deverão apresentar os envelopes contendo as declarações, documentos de representação e garantia de proposta, proposta econômica e os documentos de habilitação no dia 23 de agosto na sede da Bolsa de Valores de São Paulo, a B3 entre 9h e 12h.


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta