Coluna extra: deputado sobe na Mesa da Assembleia para protestar contra empréstimo de R$ 110 milhões para o Governo.

Diego – em pé sobre a Mesa que abriga a direção da Casa – faz discurso gritando.

O deputado estadual Diego Coelho deu ontem um exemplo de como não se deve comportar em um plenário de parlamento, num flagrante ato de quebra do decoro parlamentar. Exaltado Diego discursava aos gritos quando teve o microfone cortado.

Ele subiu literalmente na Mesa da Assembleia, na sessão desta manhã (27) para protestar contra o Governo do Estado que manobra para aprovar um empréstimo de R$ 110 milhões.

Em pé, sobre aquela bancada que abriga os deputados da Mesa Diretora, Diego – sempre contigo, quase não fala no recinto – disparou contra seus colegas deputados que, segundo ele, estão tramando a aprovação do projeto na surdina.

“Eu falava sobre a contratação de uma empresa e o empréstimo de R$ 110 milhões que o governo quer fazer. Como tive o áudio cortado durante o discurso, eu resolvi subir na Mesa Diretora para continuar meu pronunciamento. Fiquei gritando”, justifica.

Por conta dessa atitude intempestiva será levado ao Conselho de Ética, segundo o presidente em exercício da Casa, deputado coronel Chagas.

A saúde na UTI. Mas dinheiro tem

Paulinho comanda um orçamento vultoso na Saúde.

Incrível esses contrastes no Governo de Suely Campos. Há tanto dinheiro para a saúde pública, no entanto, é o setor que mais apresenta problemas na administração, um caos quase total, metaforicamente, a saúde vive sempre na UTI.

Vejam que apesar dos pranteados constantes sempre por falta de recursos, a Secretaria do dentista Paulinho Linhares acaba de embolsar uma verdadeira fortuna a título de crédito suplementar por excesso de arrecadação.

O Governo abriu o orçamento fiscal destinando para a Saúde a vultosa quantia de R$ 57.810.250,99 (cinquenta e sete milhões e oitocentos e dez mil e duzentos e cinquenta reais e noventa e nove centavos).

Codesaima: sangria sem fim

A Codesaima representa um dispêndio milionário para o Governo do Estado.

Na Codesaima o butim da companhia que só produz despesas e aborrecimento, um verdadeiro cabide de empregos, continua abarrotado de dinheiro.

A estatal foi brindada com mais R$ 4.423.195,56 (quatro milhões e quatrocentos e vinte e três mil e cento e noventa e cinco reais e cinquenta e seis centavos).

É muito dinheiro para um órgão governamental cuja finalidade é fomentar o desenvolvimento estadual. Mas só tem servido para abrigar aliados do Governo como moeda de troca.


CONTATOS DO AUTOR | www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta