COM A QUEDA DE PAZUELLO, Airton Cascavel e ex-secretários de Roraima também são dispensados.

Compartilhe nosso conteúdo!
BRAÇO DIREITO | Pazuello escalou Cascavel para várias missões no Ministério.

Com a saída do general Eduardo Pazuello do Ministério da Saúde, outros auxiliares diretos também foram exonerados de suas funções nesta sexta em portarias assinadas pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo atual ministro, Marcelo Queiroga.

Entre os dispensados estão dois ex-secretários de Roraima, Élcio Franco – coronel da reserva do Exército que desempenhava a função de número 2 como Secretário Executivo – aqui ele foi secretário de Saúde -, e Marcos Eraud Marques (Markinhos Show), que foi secretário de Comunicação de Denarium.

Outra peça chave na gestão de Pazuello, o ex-deputado federal Airton Soligo, também conhecido como Airton Cascavel. Cascavel tinha função polivalente dentro do Ministério. Agia como um verdadeiro coringa e quase todas as decisões do Ministério, sobretudo na relação com governadores e prefeitos de todo o país, passavam pelo crivo de Cascavel.

Élcio, que comandou a Secretaria de Saúde em 2019, era o número dois do órgão desde abril do ano passado, quando o general Eduardo Pazuello assumiu o comando do ministério interinamente, levando para lá vários militares para ocupar postos estratégicos.

Já Airton Cascavel foi nomeado em junho como assessor especial no gabinete de Pazuello. Antes de ser nomeado, mesmo sem vínculo formal no governo, Cascavel vinha se reunindo com governadores e secretários estaduais e municipais de saúde em nome do ministério para tratar de temas relacionados à pandemia do novo coronavírus. O agora ex-assessor foi deputado federal por Roraima entre 1999 e 2002 e chefiou a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrária em Boa Vista, em 2007.

Markinhos Marques, também conhecido como Markinhos Show, também ocupava o cargo de assessor especial do Ministério desde janeiro deste ano. Antes, foi secretário de Comunicação em Roraima entre dezembro de 2018, quando o governador Antonio Denarium (sem partido) foi nomeado interventor, até fevereiro do ano passado.

Cascavel e Marques integravam, o núcleo duro do ministério, assessorando diretamente Pazuello na tomada de decisões nos últimos três meses de sua gestão.

Com informações: RR1

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts