CORONAVÍRUS: RORAIMA TEM MAIS CASOS positivos e mortes do que Venezuela e Guiana juntas.

 CORONAVÍRUS: RORAIMA TEM MAIS CASOS positivos e mortes do que Venezuela e Guiana juntas.

É em Boa Vista onde se verifica o maior número de pessoas infectadas e mortas pelo coronavírus.

Compartilhe este artigo

Juntos nossos vizinhos somam mais de 29 milhões de habitantes, a Venezuela com 28,7 milhões e República Cooperativista da Guiana (antiga Guiana Inglesa) com 815 mil. Os dois países registraram até esta sexta-feira apenas 1.001 casos positivos do coronavírus com 10 motos, dez cada.

Maiores que Roraima em extensão territorial e população, no entanto, nosso estado bate os dois países em número de casos positivos, com 2.374 e com 81 mortes, segundo o último boletim epidemiológico.

Em parte a doença não avançou de forma avassaladora nesses dois países por questões bem peculiares para a Venezuela e por medidas de contenção bem rigorosas para a Guiana.

A Venezuela de Nicolás Maduro vivia no ápice da migração, com milhares de pessoas deixando o país todos os meses devido a grave crise econômica e política que enfrenta há anos.

E como a maioria das empresas áreas havia cortado ligação com Caracas, o vírus não circulou tanto por via aérea. É tanto que os primeiros casos foram constatados em pessoas que haviam chegado da Europa (trazido pela Ibéria, a única companhia aérea que ainda fazia voos para o Pais) e Colômbia (por via terrestre), mesmo assim não houve propagação na doença na proporção de sua população.

Na Guiana a situação foi mais técnica. Descoberto o primeiro caso, no início de maro, o país fechou seus aeroportos para voos internacionais e controlou com rigor suas fronteiras terrestres e marítimas.

E por que houve avanço da doença em Roraima em proporções inversas, com uma população infinitamente menor do que Venezuela e Guiana? Primeiro, o estado continuou recebendo turistas nacionais e estrangeiros além de migrantes, quando a doença já se espalhara por outras regiões do país.

Depois Roraima não cuidou de controlar o tráfego de veículos e de pessoas na BR-174, quando esse corredor rodoviário entre Roraima e o Amazonas foi sem dúvida o maior vetor da doença, espalhando o vírus por Rorainópolis e depois Boa Vista.

Com o agravante de que a população roraimense, em sua teimosia, não cumpriu as medidas de contenção, como isolamento social e distanciamento, proporcionando o ambiente favorável a propagação do vírus.

CONTATOS DO AUTOR

www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com / expeditoperonico@gmail.com Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

peronico

http://peronico.com.br

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Posts Relacionados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: