Denarium e o vice serão julgados de novo: agora por “compra de votos”.

 Denarium e o vice serão julgados de novo: agora por “compra de votos”.

Denarium e Frutuoso estão sendo julgados no TRE por denúncia de compra de votos na eleição de 2018.

Compartilhe este artigo

O governador Antonio Denarium (sem partido) e o vice Frutuoso Lins escaparam do primeiro julgamento no Tribunal Regional eleitoral (TRE) por acusação de caixa-2. Mas ainda há três ações tramitando no TRE decorrente de denúncias de crimes eleitorais supostamente cometidos na eleição d 2028.

E o segundo julgamento – agora por crime de captação ilícita de sufrágio (compra de votos) foi anunciado pela Secretaria Judiciária da Justiça Eleitoral para o dia 19 de agosto.

O julgamento estava marcado para o início deste mês mas foi adiado porque o juiz Alexandre Magno foi obrigado a se ausentar das funções por foi diagnosticado com o Coronavírus.

Além disso Magno concluiu seu período no biênio na Corte Eleitoral, sendo substituído por Luís Alberto de Morais Júnior, que tomou posse na última semana.

No primeiro julgamento Denarium e o vice escaparam por 1 voto (4×3) pela improcedência da ação, mas no novo julgamento a acusação sustenta que as provas são robustas e consistentes. A “compra dos votos” teria ocorrido em áreas indígenas da área de Raposa Serra do Sol.

CONTATOS DO AUTOR

www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com / expeditoperonico@gmail.com Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

peronico

http://peronico.com.br

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Posts Relacionados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: