Deportações de venezuelanos crescem mais de 800%. Só ontem foram expulsos 450: 180 eram crianças.

Compartilhe nosso conteúdo!
A Coluna de Hoje | Publicada 00h20
Os venezuelanos recolhidos nas feiras livres foram levados para a sede da PF e depois encaminhados para Santa Elena.
Os venezuelanos recolhidos nas feiras livres foram levados para a sede da Polícia Federal e depois encaminhados para Santa Elena.

As deportações de venezuelanos na fronteira do Brasil com a Venezuela, em Roraima, cresceram 824% neste ano em comparação com o ano passado. De acordo com a PF (Polícia Federal), já foram deportados mais de 1.000 neste ano, ante 54 de 2015. Roraima é a principal porta de entrada dos estrangeiros que têm deixado o país para buscar comida e moradia em cidades do Estado. Só ontem mais 450 venezuelanos – 180 crianças – foram levados de volta até Santa Elena de Uairén porque se encontravam em situação irregular, perambulando pelas ruas, praças e feiras livres da cidade.

Já são 30 mil, segundo o governo de Roraima, os venezuelanos que deixaram seu país com a crise de abastecimento e cruzaram a fronteira com o Brasil, inundando cidades como a fronteiriça Pacaraima, porta de entrada dos estrangeiros do país vizinho, e a capital, Boa Vista. O crescimento de deportações é proporcional ao agravamento do que Roraima classifica como crise humanitária. Em 2014, foram apenas 33, o ano todo.

Segundo a PF, entre 13 de outubro do ano passado e o mesmo dia deste ano, entraram no Brasil, via Pacaraima, 58.463 venezuelanos. O número, no entanto, não representa o total de habitantes do país vizinho que imigraram para o Brasil, e sim ao trânsito -um estrangeiro pode ter entrado várias vezes.

No total, 1.805 venezuelanos pediram refúgio ao Brasil neste ano, segundo o Ministério da Justiça. É, também, um total que cresce a cada ano. Em 2013, foram 54, ante os 208 de 2014 e os 825, do ano passado. A PF informou não ter estimativa sobre o contingente de venezuelanos que estão irregularmente no país. O governo de Roraima crê que a maioria dos pedidos de refúgio não será aceita por não terem elo com fuga de guerra ou violação de direitos humanos no país de origem.

Deportação suspensa

Ontem no fechamento desta coluna, por volta de meia noite, chegou a notícia de que a deportação dos venezuelanos havia sido suspensa por uma decisão de uma juíza federal de Brasília.

A decisão foi publicada às 19h24 (21h24 de Brasília), porém, os estrangeiros deixaram a capital em direção à fronteira por volta das 16h40 (18h40 de Brasília), após uma operação da Polícia Federal.  A juíza da 4ª Vara Federal Luzia Mendonça entendeu que foi não assegurado aos venezuelanos detidos o princípio do artigo 5º da Constituição Federal.

Não foi informado pela Polícia Federal se os estrangeiros já haviam sido entregues no outro lado da fronteira ou se seriam trazidos de volta para Boa Vista.

Mais dinheiro para Roraima
Governadores esperam pelo repasse que será utilizado para pagar contas e o 13° salário.
Governadores esperam pelo repasse que será utilizado para pagar contas e o 13° salário.

Depois de idas e vindas na negociação entre governadores e equipe econômica, os Estados e a União assinaram um acordo para a liberação imediata para os entes federativos de metade dos valores arrecadados com a multa do programa de repatriação de ativos no exterior, sem nenhuma contrapartida.

Os Estados, por sua vez, continuam prometendo enviar às suas assembleias legislativas medidas de ajuste fiscal, para que possam receber aval do Tesouro Nacional para novos pedidos de empréstimos no mercado a partir de janeiro.

Com o acordo, os governos estaduais retiraram os processos no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a multa da repatriação e o Ministério da Fazenda fará o repasse dos recursos na próxima segunda-feira, 12.

Os valores superam os R$ 5 bilhões e serão rateados entre todas as unidades da Federação, conforme a divisão do Fundo de Participação dos Estados (FPE).

O dinheiro é crucial para que alguns governos consigam fechar as contas do ano, incluindo o pagamento de 13º salário de servidores.

Municípios também terão o seu
ll
A prefeita Teresa Surita terá reforço no caixa municipal com o repasse das repatriações.

Os municípios também conseguirão reforço de caixa com parte da multa obtida no processo de repatriação de dinheiro não declarado no exterior. A novidade foi anunciada nesta sexta-feira, 9, pelo presidente Michel Temer durante a viagem ao Nordeste.

“Os municípios também estão em dificuldade muito grande, e esta verba será dividida também com os municípios”, afirmou Temer, segundo a página do Palácio do Planalto na internet. O dinheiro estará no caixa de prefeituras e Estados “neste fim de ano”.

Segundo a Receita, foram regularizados aproximadamente R$ 170 bilhões que estavam no exterior e não eram declarados ao Fisco brasileiro. Com a entrada desses recursos no Brasil, o governo arrecadou R$ 46,8 bilhões com as multas. É esse valor que será dividido pela União com os governos municipais e estaduais.

 Puxa e encolhe: aumento confirmado
ll
A Eletrobrás já confirmou que passará a cobrar o reajuste a partir de quarta-feira, 14.

A Eletrobrás Distribuição Roraima confirmou ontem que partir da próxima quarta-feira, 14, iniciará a cobrança, de forma parcelada, das diferenças de tarifas de energia deixadas de faturar referente ao reajuste anual de 2015 autorizado pela Aneel em 27 de outubro de 2015.

O reajuste é o resultado de uma decisão proferida pela Justiça Federal na quinta-feira, 08, em favor da empresa.

Serão dez parcelas mensais com os valores corrigidos pelo IGP-M e sem a incidência de juros.

Romário foi derrotado
lll
O relatório do senador Romero Jucá não sugere punição para os envolvidos nas investigações da CPI.

O senador carioca Romário (PSB) perdeu de goleada na CPI do Futebol.

Jogando para a plateia, querendo agradar a mídia esportiva hostil à CBF, não obteve um só voto dos senadores da CPI para suas acusações. Prevaleceram as conclusões do relator comissão, Romero Jucá (PMDB).

Jucá apresentou o relatório final contendo quase 400 páginas. O texto do parlamentar é apenas propositivo, sem que seja pedida a punição de qualquer um dos investigados.

Montando o pesqueiro 
ll
O deputado Édio exibe o fruto do seu investimento: criação de peixe em cativeiro nas comunidades indígenas.

No silêncio, sem alardes, quietismo feito mineirinho, o deputado federal Édio Lopes (PR) vai ficando suas raízes políticas nas comunidades indígenas de Roraima, fomentando a agricultura familiar e principalmente o cultivo de peixe em cativeiro.

E ontem o parlamentar fez questão de exibir o fruto colhido dos seus pesqueiros em um projeto de piscicultura em comunidades indígenas do município de Amajarí, onde ocorreu a primeira despesca com mais de 2 toneladas de tambaqui. Ao todo são seis comunidades que recebem a piscicultura no Amajarí: Araçá, Aningal, Guariba, Ouro, Mangueira e Três Corações.

A primeira comunidade a aceitar, em 2015, o desafio da implantação de sete tanques para criação dos tambaquis nas suas terras. Agora, os moradores comemoraram a retiradas dos peixes que serão direcionados tanto para alimentação das 86 famílias que moram no local como também para a comercialização.

Esse é um projeto arrojado que vai impulsionar a produção de peixe em Roraima, por esse motivo, estou muito feliz com o alcance social do resultado final da despesca. A piscicultura está sendo capaz de revolucionar o modelo produtivo das comunidades indígenas do estado”, destacou o parlamentar.

A violência contra a mulher
lll
Mulher fica exposta no saguão do aeroporto de Boa Vista para chamar a atenção para a violência cada vez mais crescente.

Como parte da programação dos 16 Dias de Ativismo no Enfrentamento a Violência Doméstica, a Procuradoria Especial da Mulher, órgão da Assembleia Legislativa em parceria com a Infraero promoveram no início da tarde de ontem um momento de reflexão sobre a violência contra mulher, com a exposição de modelos vivas com marcas de agressões físicas, no aeroporto de Boa Vista.

As mulheres percorreram o saguão do terminal durante o horário de embarque e desembarque. Com frases de efeito, a intenção era mostrar a vulnerabilidade da mulher a todos os tipos de violência. Homens, mulheres e crianças olhavam e comentavam sobre o que viram. Um menino chegou a puxar o pai, com ar de preocupação, e mostrar os hematomas na pele das modelos.

Gasolina aumenta 0,98% na bomba
kkk
Os preços atribuídos pela Petrobrás nas refinarias já chegaram aos postos de combustíveis de todo o país.

Na segunda-feira, a Petrobras reajustou em 8,1% o preço da gasolina e em 9,5% o diesel na refinaria. E qual foi o resultado disso na ponta final — ou seja, no bolso do consumidor?

O valor repassado, obviamente, foi menor. Segundo dados da ANP, a gasolina subiu em média 0,98% nos postos. O aumento do diesel foi de 0,13% Em uma semana, o preço da gasolina médio passou de R$ 3,65 por litro para R$ 3,69. O do diesel de R$ 2,97 para R$ 2,98.

No dia 5, a Petrobras informou o reajuste, mas também alertou que gasolina e diesel poderiam subir 3,4% e 5,5%, respectivamente, se o reajuste fosse integralmente repassado.

 

kk
Uma das fotos premiadas no concurso onde Tiago retrata os belos contornos de Brasília.

Talentos do Senado 2016 | O fotógrafo Tiago Orihuela, profissional conhecido em Roraima, e que hoje trabalha na Assessoria de Imprensa do senador Romero Jucá em Brasília, ganhou esta semana o Prêmio Talentos do Senado 2016 – Fotografia. O Prêmio faz parte da Mostra Brasília 56 anos. As fotos de Tiago mereceram o 1º e 2º lugares do concurso.


CONTATOS DO AUTOR | www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.
Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts