Deputados entram em choque na Assembleia por conta de projetos de interesse do Governo.

A Coluna de Hoje | Publicada 00:08

O Plenário da ALE tem assistido a embates acirrados.

As últimas sessões na Assembleia Legislativa revelaram que há um jogo de interesses rondando o Plenário, resultando em enfrentamentos de deputados, envolvendo principalmente o time da base.

As sessões de terça e de ontem foram obstruídas porque Jânio Xingu – no exercício da presidência – teima em não colocar na ordem do dia dois projetos, de interesse do Governo que cria 52 cargos comissionados para a Seinf e o que estabelece fundo financeiro para a Polícia Civil.

Na ausência de Jalser Renier – que se encontra viajando – parece que Xingu não quer se comprometer com votações de matérias polemicas.

Os mais exaltados são Jorge Everton e Soldado Sampaio. “Isso aqui virou casa de mãe joana, uma bagunça”, disse Jorge. “O regimento está sendo vergonhosamente ignorado”, emendou Sampaio.

A verdade é que está demonstrado na prática que o Governo de Denarium engatou uma dianteira, com a formação de um grupo que tem tudo para dominar as votações e as sessões na Assembleia.

Denarium ficou constrangido

Denarium vai tomar providências ao voltar de viagem.

O governador Antônio Denarium estava visivelmente constrangido ao se manifestar sobre as estripulias do secretário da Sejuc, André Fernandes.

Fernandes arrebanhou presos condenados do sistema prisional para realizar serviços particulares em sua casa. A proeza deve lhe custar o cargo.

Na aparência de Denarium, falando do caso, ficou claro que o caso terá um fim par o secretário. “Eu tomei conhecimento pela imprensa. Mas logo que chegue a Boa Vista tomar uma providência”, disse o governador.

O secretário que se cuide: a cabeça dele está no taxo.

Pagando a conta dos outros

O governador assinou ontem a repactuação da divida.

O governador Antônio Denarium firmou ontem, Termo de Ajustamento de Conduta para a devolução de R$ 19.878.571,15 à União, por conta da má utilização de recursos no governo anterior.

A dívida será quitada em 24 parcelas mensais atualizadas pela variação da Taxa Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia). O valor por mês será debitado direto da conta CIDE (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) do próprio Estado.

O encontro ocorreu em Brasília, no Ministério Infraestrutura, com a presença do secretário nacional de transporte terrestre, General Jamil Megin.

“Estamos repactuando uma dívida de R$ 19,8 milhões com o Governo Federal. A partir deste acordo, serão desbloqueados cerca de R$ 14 milhões para serem utilizados na pavimentação e manutenção de vicinais do nosso Estado. Assim teremos mais créditos e investimentos, isso significa mais respeito e compromisso com o dinheiro público”, disse Antonio Denarium.

Desfalque de R$ 50 milhões na seinf

BR-210, no sul de Roraima: desvio de R$ 6,3 milhões.

Após auditoria na Secretaria de Infraestrutura – Seinf – foi constatado desfalque que pode ultrapassar R$ 50 milhões, com correções de juros.

Dois contratos com o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte) foram foco da investigação, como também a aplicação de R$ 20 milhões de recursos oriundos da CIDE.

Também foi constatado indício de desvios na ordem de R$ 13,3 milhões, das obras da BR-174 sentido Norte, no trecho entre a ponte do Cauamé e a entrada que dá acesso à Pedra Pintada, e outros R$ 8 milhões em obras da mesma rodovia, só que no sentido Sul.

Na BR-210, entre o KM 500 e São João da Baliza, a suspeita é de desvio de R$ 6,3 milhões.

Tudo foi encaminhado para a Controladoria Geral da União, Tribunal de Contas da União e o Ministério Público Federal, que são os órgãos controladores responsáveis pela análise.

Elaine Bianchi é convocada

Elaine Bianchi foi convocda para relatar ações.

O TRE convocou a desembargadora Elaine Bianchi para atuar os processos que pedem a cassação do mandato de Antônio Denaium e do vice Frutuoso Lins.

A providência decore do pedido do desembargador Leonardo Cupello que se declarou suspeito para julgar as ações. Ele alegou suspeição sobre foro íntimo.

Denarium e Frutuoso são acusados de compra de votos pela chapa concorrente, liderada na época por José de Anchieta (PSDB) e Abel Galinha (DEM), que disputou as Eleições de 2018 e perdeu no segundo turno.

Uma montanha de dinheiro

Uma montanha de dinheiro a caminho de Roraima.

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou ontem o substitutivo ao projeto (PL 5478/19) que define o rateio de parte dos recursos do leilão de petróleo do pré-sal, para estados e municípios.

O dinheiro a ser repartido é o do chamado bônus de assinatura, de R$ 106,56 bilhões.

Não estão definidos ainda os valores que o Estado de Roraima e seus 15 municípios receberão. Mas pode-se afirmar com absoluta certeza que é muito dinheiro.

Deste total de R$ 106 bilhões, R$ 33,6 bilhões ficarão com a Petrobras em razão de acordo com a União para que as áreas sob seu direito de exploração possam ser licitadas.

Do restante (R$ 72,9 bilhões), 15% ficarão com estados, 15% com os municípios e 3% com os estados confrontantes à plataforma continental.

Margarita voltando aos bons tempos

Sambil, principal Shopping de Margarita. Fotos | Divulgação

A Ilha de Margarita – destino tão sonhado e desejado por roraimenses no passado – está se reerguendo e começa a dá sinais de prosperidade.

Por iniciativa do governo local e de empresários da hotelaria, há em curso um plano de reconstrução da imagem da Ilha, com foco principalmente no turismo.

O objetivo é devolver ao paradisíaco balneário a condição de paraíso do caribe, título que ostentou por tanto tempo, atraindo turistas do mundo inteiro, sobretudo de Roraima e do Amazonas.

Com o dólar americano como moeda corrente, Margarita está oferecendo condições melhores para o visitante do que há 4 anos, quando começou a crise.

Os hotéis estão cheios, as lojas de departamento e de varejo nos shoppings estão fartas e há comida em abundância nos restaurantes. As praias, seu maior atrativo, estão novamente repletas de banhistas.

Governo de Nueva Esparta cria atrativos

Atração principal de Margarita: suas belas praias.

Na semana passada o Governo do Estado de Nueva Esparta abriu as portas de Margarita para um grupo de convidados brasileiros – jornalistas, empresários e agentes de viagens de Roraima e Amazonas.

O Famtour, organizado com a participação da empresa aérea Conviasa, levou 100 brasileiros que desembarcaram em Margarita com imensa expectativa sobre como encontrar a Ilha.

Mas o resultado foi animador e surpreendente: segundo os viajantes, Margarita está se reerguendo e pelo que se testemunhou, há uma perspectiva muito boa no horizonte sobretudo do turismo, porque todas aquelas notícias negativas que chegam aos roraimenses sobre um cenário catastrófico não são verdadeiras.

Convidados de Roraima, visitantes antigos da Ilha, voltaram extasiados com o que viram. “Lojas, prais, cassinos, restaurantes, tudo funcionando normalmente. Margarita está voltando ao que era antes”, disse um deles.

Voos chartes a partir de Manaus

Embraer-190 da Conviasa. Avião para 100 passageiros.

E nessa miragem de esperanças, Amazonas e Roraima almejam restabelecer novamente a ligação turística com Margarita, a partir do aeroporto de Manaus, com a introdução de voos charters.

A empresa aérea operadora será a estatal Conviasa e seus modernos Embaer-190, para 100 lugares, que ligarão o Eduardo Gomes (Manaus) ao Aeroporto Santiago Marinho (Porlamar), em apenas 2h10.

Já há inclusive um plano de viagens definido para a realização de voos para os próximos meses de novembro e dezembro, e janeiro de 2020, sempre aos finais de semana, entre sexta e domingo.

Os interessados em viajar com segurança para Margarita podem procurar agências de viagens em Boa Vista, credenciadas na Abav. E em Manaus, através da Paradise Turismo (92) 3633-1156, para adquirir o pacote.

Manual elétrico para Roraima

Roraima tem novo sistema de operação elétrico.

A Diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou o Manual de Operação do Sistema Elétrico de Roraima. O documento especifica a forma de operação do sistema local a partir de coordenação do Operador Nacional do Sistema (ONS).

O modelo será similar ao que regula a operação do Sistema Interligado Nacional (SIN), com algumas simplificações e ajustes em razão das características específicas do Sistema Roraima.

A decisão do órgão regulador determinou ainda que a concessionária de distribuição do estado, Roraima Energia, disponibilize a infraestrutura mínima de telecomunicações para viabilizar a supervisão do sistema elétrico de Boa Vista pelo ONS.

A Aneel autorizou ainda o início da operação do Sistema Elétrico de Boa Vista pelo ONS, condicionado à disponibilização da infraestrutura mínima de telecom.

CONTATOS DO AUTOR

www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com / expeditoperonico@gmail.com Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: