Deputados proíbem Detran de terceirizar a vistoria de veículos. Taxa seria aumentada em 800%.

Compartilhe nosso conteúdo!
*** A Coluna de Hoje ||| Publicada 00h13 ***
Deputados estaduais votaram ontem decreto legislativo que proíbe o Detran de terceirizar a vistoria veicular no Estado.

A medida havia sido suspensa temporariamente pela governadora Suely Campos, mas ontem foi enterrada de vez as pretensões do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), que queria entregar a uma empresa terceirizada a vistoria veicular. Além de causar problemas internos pois o órgão dispõe de quadro especializado de servidores para o desempenho da função de vistoriador, o que estava causando indignação mesmo era a fixação do preço da nova taxa de vistoria, que saltaria de R$ 22,00 para R$ 200,00 –  um reajuste abusivo de mais de 800%.

Desde o seu anuncio a medida já causava desgastes ao já combalido governo de Suely. E diante da repercussão negativa e da pressão popular e manifestações contrárias dos servidores do próprio Detran, a governadora mandou suspender a implantação do projeto, mas para que a aberração não se consumasse futuramente na surdina, os deputados Jorge Everton (PMDB) e Jalser Renier (SD) resolver apresentar projeto de Decreto Legislativo para acabar de vez com essa farra.

E ontem, depois de muito bate-boca e discussão em Plenário, 14 deputados votaram pelo fim da portaria do Detran que além de aumentar a taxa de vistoria autorizava o credenciamento de empresas para a terceirização do serviço. Os deputados governistas, claro, abandonaram o plenário na hora da votação.

O deputado Jorge Everton justificou o voto ao classificar de absurda a portaria do Detran, que passa a partir de agora a não ter mais validade, pois mesmo sustada pelo Executivo Estadual, poderia ser revogada a sustação, caso fosse do interesse da governadora. Jorge Everton ressaltou ainda que existem servidores aptos a vistoriar veículos e que a taxa do Detran, no valor de 22 reais, é para ser cobrada.

A não cobrança configura-se em crime de responsabilidade, em virtude de ela (governadora) abrir mão de uma receita. É uma renúncia de receita que o Estado queria fazer. Mas um absurdo desse governo, e a Assembleia Legislativa fez o seu papel” disse o deputado.

Jucá confirma meta de 159 bi
O senador Romero Jucá anunciou ontem a nota meta fiscal do Governo: R$ 159 bilhões.

O líder do Governo, Romero Jucá (PMDB) confirmou ontem que o déficit fiscal para este ano e o próximo é de R$ 159 bilhões. De acordo com o peemedebista, para chegar a este número, o Palácio do Planalto decidiu cortar 60 mil cargos públicos. “O governo está cortando 60 mil cargos públicos e uma série de outras medidas”, afirmou.

Depois de uma série de impasses, o anúncio da nova meta deve acontecer na noite desta terça. “Esse ano será fixado em R$159 bilhões e no próximo ano em R$ 159 bilhões”, disse Jucá sobre a meta fiscal. Anteriormente, o governo havia fixado um deficit de R$ 139 bilhões para 2017.

Jucá descartou ainda a possibilidade de aumento de impostos. “Não vão ter novos impostos. O esforço foi exatamente de não criar novos impostos para não onerar a população”, disse. “Está descartado todo novo imposto que seja votado este ano para valer no próximo ano.”

De acordo com o líder do governo, o gesto de corte de cargos é “exatamente para dar o exemplo e cortar na carne”.

Dinheiro sobrando no butim do Governo
Dinheiro para aluguel de carro está sobrando no governo de Suely. Para investimento em prioridade não tem.

Um contraste da realidade financeira do Estado pode ser testemunhado nesse contrato da Secretaria de Agricultura com a empresa Kaele, a locadora predileta do Governo de Suely.

Reparem bem. Apenas a título de aditivo a Seapa está destinando R$ 3.092.093,64 (Três milhões, noventa e dois mil e noventa e três reais e sessenta e quatro centavos), no contrato Nº 016/2016. E como forma de agradar o fornecedor o Governo liberou um ‘chequinho’ de R$ 500 mil como adiantamento do aditivo.

Isso mostra com a mais absoluta clareza que quando é para o investimento em prioridades, falta de dinheiro e sobra choradeira do Governo. Mas para locação de carros e isso o governo com apetite, sempre tem.

A devassa ficou para depois
O deputado Coronel Chagas informou que a diligência que será realizada ontem ficou para outra data.

Estava tudo encaminhado para a devassa que os deputados da Comissão do Orçamento da Assembleia Legislativa fariam ontem nas contas do governo do Estado.

De repetente veio a geleira: o deputado Coronel Chagas, que é o presidente da Comissão de Orçamento e Controle da Casa, leu ofício da Secretaria de Fazenda informando que o titular da pasta Ronaldo Marcílio estava fora do estado em missão oficial.

E aquilo que seria a 1ª inspeção oficial com a intenção de ‘auscultar’ a saúde financeira do Estado, que se encontra em estado grave, ficou para uma outra data.

E é óbvio que o governo vai criar os embaraços necessários para ir empurrando a diligência para mais adiante sempre que uma nota data for marcada.

 Cascavel, o salvador de araque
Cascavel abandonou a politica e foi cultivar frutas: fora de Roraima.

Absolutamente hilário, para não dizer trágico – um comentário de Airton Cascavel – que já foi presidente da Assembleia, vice-governador e deputado federal – a cerca de uma possível candidatura sua ao governo no ano que vem.

“Eu quero fazer em 4 anos o que não foi feito nos últimos 25 anos”, disse Cascavel a um jornal local. Tamanha pretensão não combina com a vida pública de Cascavel.

Por que não fez isso enquanto esteve ao lado do poder? Oportunidades não lhes faltaram. Mas o que Cascavel deixou de legado político? Nada.

Ao contrário, ingressou no agronegócio, pegou sua ‘boroca’ e foi investir fora de Roraima. E agora aparece com as credenciais de ‘salvador da pátria’. Ora, não me venha com churumela, ô Cascavel…

Presidentes visitam a prefeita | Na tarde ontem a prefeita Teresa Surita recebeu no Palácio 9 de Julho presidentes das Federações do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de oito estados brasileiros (foto acima). No encontro foram discutidas parcerias para implementação de ações que beneficiem cada uma das cidades envolvidas, sobretudo Boa Vista. No encontro estiveram os presidentes Ademir dos Santos (Roraima), José Roberto Tadros (Amazonas), Raniery Coelho (Rondônia), Sebastião Campos (Pará), Itelvino Pisoni (Tocantins) e Eliezir Viterbino (Amapá), que estão na cidade por ocasião do Fórum de Presidentes de Federações de Comercio, que aconteceu nos dias 14 e 15. Com a prefeita, os presidentes discutiram medidas que possam melhorar a capital, além de elaborar pautas nas áreas de educação, saúde, imigração venezuelana, entre outros temas, que serão discutidos no Fórum da Amazônia Legal, marcado para acontecer no primeiro semestre de 2018, em Boa Vista.

Ângela ‘detona’ Temer 
Ângela disse que o Governo prejudica a Educação e o Estado de Roraima com os vetos a LDO.

A senadora Ângela Portela (PDT) classificou os vetos presidenciais à Lei de Diretrizes Orçamentárias como ataques do governo à educação. Ela salientou a importância do Plano Nacional de Educação, que determina a ampliação gradual do investimento em educação pública, e avalia que os cortes no setor resultarão em retrocesso sem precedentes e destruição de conquistas de milhões de pessoas.

Segundo Ângela Portela, os vetos atingirão diretamente o estado de Roraima, que recebe um intenso fluxo de refugiados da Venezuela.

A receita adotada pelo governo ilegítimo para equilibrar as contas públicas todos nós já sabemos: é cortar direitos sociais do povo brasileiro em vez de mexer nos recursos bilionários do sistema financeiro – afirmou a senadora.

IBVM é contemplado pelo Projeto Criança Esperança | O Instituto Boa Vista de Música (IBVM) – que foi destaque nor Jornal da Globo com a repórter Neide Duarte (foto acima) – acaba de ser contemplado pelo Projeto Criança Esperança, uma parceria entre a Rede Globo e a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco). Através de um projeto inscrito ainda no ano passado, o instituto vai receber um ônibus que vai atender os programas culturais e artísticos desenvolvidos na capital. Com isso, serão beneficiadas cerca de 800 pessoas atendidas pelos projetos, entre crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, além de jovens e adultos. O IBVM foi criado em 2005 e desde então promove ações educativas no campo da arte musical em escolas, praças e outros lugares públicos, com apoio da Prefeitura de Boa Vista e da Fetec. Para o diretor-presidente do IBVM, Serginho Barros, através desse projeto que foi contemplado pelo Criança Esperança, serão abertas novas parcerias, novas oportunidades, além de aumentar a credibilidade do instituto frente ao trabalho que já é desenvolvido na capital. Criado em 1988, o projeto é uma parceria entre a Rede Globo e a Unesco, cuja proposta fundamental é arrecadar fundos que são destinados às ações sociais de apoio à infância e a juventude em situação de vulnerabilidade. Desde a sua fundação, o projeto já arrecadou mais de R$ 300 milhões, beneficiando quatro milhões de crianças em mais de cinco mil projetos sociais. A edição televisiva do projeto vai ao ar neste sábado, 19, durante toda a programação da Rede Globo.

 


CONTATOS DO AUTOR | www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.
Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts