Desembargador Almiro Padilha concorda com adiamento do Juiz de Garantias.

Compartilhe nosso conteúdo!

O ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), deve adiar por seis meses a implantação do juiz das garantias. Ele considera que a implantação do juiz de garantias deve ser efetuada apenas em seis meses.  

Apesar de apoiar a medida aprovada na lei anticrime, como a maioria dos integrantes do STF, Toffoli considera necessário garantir um período de transição para o sistema judiciário do país se adaptar à nova situação.

Essa possibilidade agradou ao desembargador Almiro Padilha, corregedor geral do Tribunal de Justiça de Roraima. Padilha disse hoje ao Blog que é favorável a prorrogação porque dará mais tempo de se implantar essa nova de política de forma mais adequada a realidade do TJRR.

Almiro considera difícil a vigência da norma imediatamente, por trazer implicações diretas nas atividades dos tribunais. Pelo que foi aprovado no texto original, a norma tem que entrar em vigor no próximo dia 23.

“Entendo que implementar o juiz de garantias é um avanço, mas o tempo para isso, dentro do que foi proposto pela nova legislação, é inviável para que possamos fazer as mudanças”, disse Padilha que foi designado para presidir a Comissão, junto com os juízes Aluísio Ferreira e Breno Coutinho, que vai implementar o Juiz de Garantias no âmbito da Justiça de Roraima.

Contatos – www.peronico.com.br– emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com / expeditoperonico@gmail.com Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts