Dias Toffoli afirma que Roraima não pode ‘pagar a conta’ pela crise migratória.

Compartilhe nosso conteúdo!

A Coluna de Hoje | Publicada 00h09

Toffoli chegou ontem para uma visita de 2 dias. Fotos | Antônio Diniz

Em sua primeira visita a Roraima desde que assumi a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Dias Toffoli tomou conhecimento ontem das chagas causadas com a migração venezuelana. Ele permanece em Boa Vista até amanhã, quando retorna a Brasília.

Toffoli destacou, entre outros assuntos, o trabalho humanitário realizado no Estado por conta da crise migratória venezuelana mas foi claro ao afirmar que o ônus não pode recair apenas sobre Roraima.

“Estado brasileiro precisa assumir sua parcela de responsabilidade com a questão imigratória, para que Roraima não pague a conta sozinho, inclusive absorvendo a carga dessa demanda que é muito grande”, disse o ministro.

No entendimento de Toffoli, o Governo Federal precisa ajudar o estado a enfrentar os efeitos da crise humanitária na fronteira.

Depois de cumprir agenda Boa Vista, Toffoli segue hoje de manhã para Pacaraima, cidade fronteiriça com a Venezuela, por onde entram os imigrantes às centenas todos os dias, para ver de perto os efeitos da crise humanitária.

O ministro disse que a Operação Acolhida é um trabalho importante do ponto de vista humanitário e também para o Estado de Roraima. “O Exército Brasileiro tem tido uma atuação muito importante ali [na fronteira com a Venezuela] e o Judiciário tem dado todo o suporte necessário desde o início desse trabalho humanitário”, afirmou.

Toffli disse que a demanda do Judiciário aumentou muito com a chegada dos refugiados, por isso que o Governo Federal assuma sua responsabilidade na causa e retire da população de Roraima os encargos pelos problemas que essa migração tem causado.

O TJ no eixo da eficiência

Toffoli falou sobre eficiência para servidores do TJ.

O ministro afirmou que o Judiciário Brasileiro tem trabalhado o eixo da eficiência da justiça, da transparência e da atenção ao cidadão.

Disse ainda que o Judiciário tem buscado aperfeiçoar os sistemas judiciais eletrônicos, na execução penal eletrônica e já existem 950.000 processos que estão em um banco nacional de dados.

Dias Toffoli disse que o Estado de Roraima foi o precursor desse sistema e tem uma eficiência muito grande. “Então, viemos aqui realmente conhecer essa realidade e trazer apoio aos magistrados e servidores”.

 “Temos trabalhado muito no eixo da eficiência, da transparência e da responsabilidade na atenção com o cidadão, com o jurisdicionado em várias atuações. Atuamos em temas relativos a primeira infância, aperfeiçoamento das tecnologias do sistema judiciais eletrônicos, na execução penal eletrônica”.

Para Mozarildo, ‘momento importante’

O desembargador Mozarildo Cavalcanti recepcionou Toffoli no TJ.

Para o presidente do Poder Judiciário Estadual, desembargador Mozarildo Cavalcanti, este é um momento importante em que podem ser apresentados os detalhes que envolvem o trabalho da justiça local, como as questões indígenas, de imigração e também sobre o sistema prisional.

“É uma oportunidade que o poder judiciário de Roraima tem de expor suas peculiaridades, discutir dificuldades e apresentar soluções que estão sendo trabalhadas. Além disso, estreitar o relacionamento institucional entre o TJRR, o STF e o CNJ”, ressaltou.

Mozarildo reforçou que a visita foi uma oportunidade de expor as peculiaridades do Judiciário roraimense ao presidente do STF e do CNJ.

“Estreitamos o relacionamento e apresentamos nossas peculiaridades, como as questões indígenas, da migração e dos presídios, assim como as soluções que temos buscado para elas”.

Ainda como parte da visita institucional ao estado, o presidente do STF reuniu-se com o governador, Antônio Denarium, com o presidente da Assembleia Legislativa, Jalser Renier (SD), e parlamentares estaduais.

Visitação institucional

Toffoli está visitando todos os tribunais do Brasil.

Sobre a visita a Roraima, Dias Toffoli disse que está visitando todos os tribunais de justiça dos estados brasileiros para ver de perto as necessidades de cada um.

Ontem de manhã ele visitou a sede do Tribunal de Justiça, visitou o Fórum Trabalhista e no período da tarde foi ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e à Justiça Federal, todos em Boa Vista.

Durante o almoço, o ministro se reuniu com o governador Antônio Denarium e com deputados estaduais, federais e senadores.

“É muito importante que os poderes atuem de maneira harmônica e a sociedade veja que as instituições estão funcionando. Nessas nossas visitantes nós temos buscado ouvir para conhecer a realidade local da justiça e ver o que precisa ser melhorado e aperfeiçoado’, disse.

Novo apagão na Venezuela

Escuridão atingiu ao menos 14 estados venezuelanos.

Um novo apagão ocorrido ontem (22) na Venezuela deixou ao menos 14 estados sem energia elétrica. É o primeiro blecaute no país a atingir a capital, Caracas, desde março.

O ministro da Comunicação da Venezuela, Jorge Rodríguez, afirmou que “um ataque eletromagnético” à hidrelétrica de Guayana causou a queda de energia no país. Ele não disse, porém, quem teria feito o ataque – nem deu detalhes sobre a suposta ação.

Uma das regiões atingidas pelo novo apagão inclui a capital, Caracas. Por enquanto, o ditador Nicolás Maduro ainda não apareceu para falar de “sabotagem”.

Joner troca PRTB pelo PRB

Joner assinou a ficha de filiação em solenidade no Bonfim.

O prefeito do Bonfim, Joner Chagas, largou o irmão, o deputado estadual Coronel Chagas e trocou o PRTB pelo PRB.

O detalhe é que Coronel Chagas é o presidente regional do PRTB, mas Joner preferiu filiar-se a um partido de maior projeção, que em Roraima tem figuras proeminentes em seus quadros, como o senador Mecias de Jesus e o deputado federal Jhonatan de Jesus.

O senador Mecias de Jesus comentou sobre a chegada do prefeito Joner no PRB, que é presidido em Roraima pelo atual secretário de Planejamento, Marcos Jorge de Lima.

“Antes de tudo parabenizo o prefeito Joner Chagas pelo excelente trabalho que ele vem realizando no município de Bonfim. Tenho certeza que com chegada de Joner ao PRB iremos reforçar os nossos para o desenvolvimento do município de Bonfim e do Estado de Roraima”, disse Mecias.

Ainda há vagas no EJA

Atualmente o EJA atende 300 aluno em 26 turmas.

A Prefeitura de Boa Vista informa que ainda há vagas disponíveis para o 1º segmento da Educação de Jovens e Adultos (EJA), anos iniciais do Ensino Fundamental (1ª a 4ª série).

Os interessados em continuar os estudos devem procurar uma das sete unidades de ensino, com documentos pessoais em mãos e efetuar a matrícula.

Atualmente, o município atende cerca de 300 alunos nas 26 turmas existentes. A capacidade de atendimento vai depender da procura pelas vagas.

As aulas ocorrem no período noturno nas escolas municipais: Francisco Cássio de Moraes; Professora Glemíria Gonzaga Andrade; Ioládio Batista da Silva; Nova Canaã; Professora Maria Gertrudes Mota de Lima; Francisco de Souza Bríglia; Raimundo Eloy Gomes.

Venezuelanos vítimas do tráfico

Venezuelanas estão entre as vitimas do tráfico.

Relatos do Núcleo de Atendimento às Vítimas de Tráfico de Pessoas, da Assembleia Legislativa apontam o número de imigrantes venezuelanos que chegam ao Estado, fugindo da crise econômica no país vizinho, também influenciou o tráfico humano em Roraima.

No primeiro semestre de 2019, da Procuradoria Especial da Mulher registrou nove casos de tráfico, seis deles com vítimas transexuais venezuelanas.

As vítimas foram identificadas a partir de informações de Organizações Não Governamentais (ONGs) que atuam em parceria a Procuradoria.

O órgão trabalha em parceria com a Rede de Enfrentamento, nela estão inclusas as Polícias Civil, realizando atendimentos no âmbito do Estadual e Federal, quando o crime passa a ser internacional e Rodoviária Federal, quando o crime acontece nas estradas.  

Educação tecnológica na Escolegis

O professor Danilo apresenta os kits do curso da Escolegis.

Com olhar voltado ao desenvolvimento tecnológico de crianças, adolescentes e adultos, a Escola do Legislativo, iniciou ontem (22) o curso de introdução à educação tecnológica, direcionado a professores de informática da instituição, do programa Abrindo Caminhos e servidores da Tecnologia da Informação da Assembleia Legislativa de Roraima.

O curso será ministrado pelo especialista em robótica Danilo Wille até sexta-feira (26), na Unidade Silvio Botelho, localizado no bairro Pintolândia.

Ao longo da semana, os profissionais aprenderão, na teoria e na prática, a inicialização ao mundo da educação tecnológica com a criação de robôs e games cujos conhecimentos serão aplicados no Laboratório de Robótica da Escola do Legislativo ainda este ano.

Aos participantes, o professor Danilo Wille apresentou diversos tipos de kits de robôs de metal, com componentes básicos, uns para montagens de games, entre outros objetos de vários lugares do mundo.

CONTATOS DO AUTOR

www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com / expeditoperonico@gmail.com Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts