É brincadeira: Aneel anuncia míseros 2,12% de redução na conta de luz dos roraimenses.

A Coluna de Hoje | Publicada 00:03

A conta virá com redução a partir de 1º de novembro.

Ao passo que realizou reajustes abusivos de até 35% na conta de luz, a Roraima Energia terá que reduzir em míseros 2,12% os valores cobrados a partir 1º de novembro.

As tarifas terão redução média de 2,12%, com efeito médio negativo de 2,34% para os consumidores atendidos em baixa tensão e de 2,12% para os de alta tensão. O reajuste anual da Roraima Energia foi aprovado ontem pela Aneel.

Contribuíram para o resultado a retirada da tarifa de 10,97% em custos financeiros pagos pelos consumidores nos últimos 12 meses. Os custos de distribuição representaram 0,64% do reajuste; os encargos setoriais, 0,83% e a compra de energia 5,60%. Foi incluído ainda 1,79% em componentes financeiros.

A aquisição de energia representa 66,9% dos custos da distribuidora, sem incluir tributos, e 55,4% com tributos. Com o reajuste, a tarifa residencial vai passar de R$ 634,62/MWh para R$ 617,77/MWh.

A Roraima Energia atende 164 mil unidades consumidoras nos 15 municípios do Estado, único ainda não conectado ao Sistema Interligado Nacional.

Como a empresa não entrou no rateio dos custos da Conta ACR, o pagamento antecipado do saldo devedor do empréstimo feito para equilibrar o caixa das distribuidoras não entrou no cálculo do reajuste.

Aprovado o projeto da discórdia

Deputados aprovaram ontem o Fundo de Segurança.

Razão de tantas cizânias na Assembleia Legislativa ultimamente, o projeto que cria o Fundo Estadual de Segurança Pública foi finalmente aprovado na sessão de ontem.

O Fundo vai permitir que o Estado de Roraima receba recursos do Governo Federal, destinados à Segurança Pública e Defesa Social.

Inicialmente serão transferidos para a conta do Estado algo em torno de R$ 12 milhões da Secretaria Nacional de Segurança Pública. Possibilitando o recebimento de mais de acordo com a capacidade financeira do Governo Federal.

A aprovação do projeto servirá também para apaziguar o ânimo entre grupos políticos antagônicos na Assembleia.

A matéria foi pautada para a votação de ontem ainda na semana passada pelo presidente Jalser Renier e foi aprovada à unanimidade dos deputados.

‘Vá trabalhar’, diz Betânia a Denarium

Betânia: oposição contumaz ao Governo de Denarium.

A deputada Betânia Almeida (PV) assumiu definitivamente a condição de opositora pertinaz do governador Antonio Denarium (PSL).

Tem ido falado com frequência na tribuna da Assembleia e sempre destilando críticas ácidas ao chefe do Executivo.

Ontem Betânia acusou Denarium de não reunir capacidade exigível para o cargo que ocupa a quem chamou de fraco:

“Se não quer ou não tem disposição para trabalhar, vá para casa, Denarium. Desocupe a cadeira de governador e vá viver de agiotagem que ganha muito mais e terá menos aborrecimento”, disse.

Comunicação atabalhoada

Isso está sendo postado como propaganda de apoio.

Sinceramente custei a acreditar no que me mandaram, mas é verdade. E está lá estampada nas redes sociais.

Copiaram uma notável expressão tosca do espevitado Chico Doido – ex-vereador e ex-deputado estadual, morto em acidente de carro – que costumava dizer: “Me chamem de doido mas não me chamem de ladrão”.

Chico foi uma dessas aberrações que a cada ciclo político é produzida em Roraima. Analfabeto, foi preso por uma sucessão de crimes, entre eles o de traficar cocaína.

Pois bem, esse mesmo recado bronco e inculto agora ilustra uma “peça publicitária” em apoio ao governador do Estado de Roraima, Antonio Denarium. Que copia o mesmo bordão do Chico Doido: “Pode me chamar do que quiser! Só não podem me chamar de ladrão do dinheiro público”.

E ainda traz a assinatura do governador. Francamente não acredito que essa abençoada ideia tenha partido da comunicação do Governo. Se for, constitui algo a ser lamentado.

TCE: Denarium recebe lista tríplice

Denarium e os três procuradores do MPC.

Os três nomes do Ministério Público de Contas que vão disputar a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas (TCE) já se encontram com o governador Antonio Denarium.

Como só existem três procuradores em atuação no MPC, então foram esses os nomes encaminhados: Bismarck Dias de Azevedo, Diogo Novaes Fortes e Paulo Sérgio Oliveira de Sousa.

Depois de escolhido pelo governador, o nome precisa ser sabatinado na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE) para, assim, tomar posse como conselheiro.

Energia sola para o Teatro

O Teatro Municipal será abastecido com energia solar.

A prefeita Teresa Surita (MDB) assina nesta quarta-feira, 30, às 15h, a ordem de serviço para construção de usina fotovoltaica (energia solar) do Teatro Municipal de Boa Vista.

A usina vai gerar energia suficiente para abastecer todo o prédio e ainda abastecer a rede elétrica, trazendo economia aos cofres públicos.

A ação faz parte da política de investimentos e preservação do meio ambiente.

Chico pede ajuda ao Governo

Chico Rodrigues quer ajuda do Governo Federal.

O senador Chico Rodrigues (DEM) pediu ontem (29) em Plenário que o governo federal tome providências urgentes para ajudar Roraima e amenizar os efeitos sociais e econômicos sofridos nos últimos anos com a crise migratória, pois milhares de venezuelanos têm cruzado a fronteira para fugir da crise do país vizinho.

De acordo com o senador, a demanda por serviços de saúde, educação e segurança vem aumentando a cada dia, o que tem gerado um total descontrole das contas públicas.

O governo estadual, ressalta, passa por uma situação difícil na sua gestão, pois além de ter obrigação de atender aos brasileiros com parcos recursos, ainda precisa prestar assistência aos estrangeiros que não param de chegar ao estado.

— Para terem uma ideia de como vivemos essa questão da saúde, especificamente — sem considerar a segurança, outro calcanhar de Aquiles para a nossa população —, nós verificamos que os recursos obrigatórios, disponibilizados para a saúde, não têm sido suficientes para atender a essa demanda, cada vez mais crescente, devido à permanência e à chegada continuada de venezuelanos ao nosso estado — disse Chico Rodrigues.

Menor poder ofensivo?

Munição calibre 12 adquirida pela Sejuc.

Essa é boa: o secretário problemático de Justiça e Cidadania, André Fernandes Ferreira, contratou sem licitação a empresa Condor S/A Industria Química para o fornecimento de insumos para a Sejuc.

O hilário é que se encontra no enunciado do edital: aquisição de equipamentos de menor potencial ofensivo (munição calibre 12 para escopetas, granadas e espargidores).

Imagina se fosse de maior poder ofensivo. Ai seriam tanques de guerra, mísseis tomahawk, HK-47, entre outros. Brincadeira¹

O valor da compra: de R$ 946.269,26

Derrubados vetos do Governo

O projeto de lei que inclui na carteira de identidade informações como número da CNH título de eleitor, carteira militar, certidão de nascimento ou outro registro pessoal, foi vetado totalmente pelo Poder Executivo. Em votação ontem (29), os deputados rejeitaram o veto, com 13 votos.

A intenção do projeto de lei, proposto pela deputada Lenir Rodrigues (Cidadania), é facilitar a vida do cidadão, tendo em um único documento todas as informações pessoais.

Os deputados rejeitaram mais três vetos a projetos de leis de parlamentares da Assembleia Legislativa. Entre eles, a de autoria do deputado Gabriel Picanço (Republicanos), que prorroga o prazo em mais dois anos para renegociação de dívidas junto ao extinto Baner S/A com até 50% nos juros e parcelamento em até 48 vezes.

Outras rejeições a vetos ocorreram a dois projetos de leis da deputada Tayla Peres (PRTB). O primeiro, veto parcial, garante a privacidade dos usuários de telefonia móvel para a não perturbação.

A outra proposição, cria o banco de empregos em prol da juventude. Os deputados decidiram pela rejeição do veto com 16 votos.

Asfalto no Hélio Campos | As obras de asfalto chegam a mais uma rua do bairro Senador Hélio Campos. Dessa vez, quem ganha com o serviço executado pela Prefeitura de Boa Vista são os moradores da rua Margarida Caland Paiva. Já são mais de 200 km executados desde 2013 por toda cidade e outros 28 estão em execução. Essa é uma importante iniciativa da atual gestão e reflete diretamente na qualidade de vida a população. Muito esperado, os moradores comemoram a chegada do asfalto com muita história para contar. As obras de infraestrutura da prefeitura não param e reforçam o compromisso da prefeita Teresa Surita com a melhoria da qualidade de vida da população. São 209 km executados de pavimentação executados e 28 km em execução. 90 km de recapeamento foram executados e mais 44 km em execução. 134 km de drenagem executados, mais 10 km em andamento. E mesmo não sendo de responsabilidade da prefeitura, 256 km Calçadas foram construídos e 6 km estão em plena execução.

CONTATOS DO AUTOR

www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com / expeditoperonico@gmail.com Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: