E se Maduro retaliar o Brasil, ficaremos no escuro?

A Coluna de Hoje | Publicada 00h07

O mandato de Maduro não foi reconhecido pelo Governo do Brasil.

O Governo Federal não descarta uma retaliação do ditador Nicolás Maduro contra o Brasil caso ele consiga permanecer no cargo e se isso de fato ocorrer, há uma grande ameaça sobre Roraima, pois a Venezuela pode cotar o fornecimento de energia para Roraima.

Roraima é o único território brasileiro que não faz parte do Sistema Interligado Nacional. A construção de um linhão com essa finalidade está parada por conta de uma disputa judicial que envolve uma reserva indígena, Waimiri-Atroai, entre Manaus e Boa Vista.

Essa possiblidade corte corte do fornecimento de energia que vem da hidrelétrica de Macágua-2, em Puerto Ordaz, é real. Para isso o vice-presidente da República, general Hamilton Mourão já informou que já há um plano de emergência de prontidão com vistas a abastecer o Estado com o acionamento de todo o parque termelétrico existente em Roraima.

Com a falta de manutenção na rede elétrica da Venezuela provocada pela crise econômica, Roraima já vem sofrendo com constantes blecautes, que costumam queimar os eletrodomésticos da população. O receio agora é ficar totalmente sem luz ou passar por um pesado racionamento se houver retaliação.

O governo brasileiro, ainda na gestão de Michel Temer, iniciou o processo de licitação para a construção de mais uma termelétrica no estado, em uma tentativa de reduzir a dependência da Venezuela. Mas a expectativa é que ainda demore.

Maduro quer dialogar

Guiadó foi chamado para dialogar com o ditador Maduro.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse ontem (25) estar disposto a encontrar com o presidente interino, Juan Guaidó, e demais líderes oposicionistas.

Ele disse que está aberto ao diálogo e à negociação. Para Maduro, há um esforço da direita para derrubar seu governo de forma violenta.

Em entrevista coletiva concedida no Palácio Miraflores, sede do governo, Maduro disse ser um “democrata” e “homem da palavra”.

“Se eu tiver que ir falar com ele [Juan Guaidó], eu estou pronto porque eu acredito na verdade, eu sou um democrata, eu sou um homem de palavra, espero que mais cedo ou mais tarde a oposição saia do caminho do extremismo e se abra ao diálogo sincero”, afirmou.

O impasse na Venezuela permanece, pois Maduro não reconhece a legitimidade de Guaidó, agravando a crise política, econômica e humanitária no país.

Denarium promete salários 

Denarium reunido ontem com sindicalistas no Paládio do Governo.

O governo de Antônio Denarium (PSFL) orbita em torno da situação financeira, que continua caótica. Ontem Denarium reuniu-se com representantes para uma discussão sobre a dívida estadual e questões relacionadas aos planos de cargos, carreiras e remuneração, os famigerados PCCs

Na ocasião ele anunciou a efetivação do pagamento de todos os servidores para os dias 12 e 13 de fevereiro, referente ao salário de janeiro de 2019.

Durante o encontro, Denarium detalhou as dívidas que o Estado adquiriu ao longo das últimas gestões e discutiu maneiras de deixar as contas em dia.

“Colocamos para eles [representantes das categorias] com transparência os recursos públicos e como estão sendo movimentados e todos perceberam que estamos demonstrando a seriedade na condução desses recursos, como repasse para Prefeituras, Poderes, Educação e Saúde”, disse.

Hospital ganha ambulância

A ambulância foi entregue ontem pela prefeita Teresa.

A prefeita de Boa Vista Teresa Surita (MDB) entregou ontem uma nova ambulância para atender os pequenos pacientes do Hospital da Criança Santo Antônio, único em referência no atendimento infantil no Estado.

O veículo foi adquirido por meio de recursos próprios da prefeitura e possui equipamentos de suporte avançado de vida, como monitor multiparâmetros, que serve para verificação dos sinais vitais; ventilador mecânico, cardioversor e aspirador elétrico.

A prefeita destacou que a ambulância vai reforçar o atendimento, por contados equipamentos especializados.

“É uma ambulância que precisávamos bastante aqui no hospital, pois funciona como uma UTI móvel, e vai ajudar a transportar as crianças com mais segurança. Essa foi uma conquista para todos nós, principalmente para o hospital”.

Esta é a segunda unidade móvel do hospital que vai ser utilizada para a remoção dos pacientes graves que necessitam fazer exames fora do hospital e ainda para o translado para o aeroporto, quando em caso de Tratamento Fora de Domicilio (TFD).

Mais benefícios à população

Ala completamente reformada no Hospital da Criança.

O Hospital da Criança está passando por uma grande obra de reforma, revitalização e ampliação para proporcionar mais conforto e comodidade aos seus pequenos usuários.

No ano passado, foi entregue o bloco B, onde são feitos os exames de imagens e laboratoriais. Além desse bloco, também já foram reformados os blocos A (ambulatorial) e H (internação).

Mesmo com menos de 60% do prédio em obras, o hospital continua os atendimentos. Hoje possui 163 leitos em funcionamento, um aumento de 40%.

De janeiro a dezembro do ano passado, o hospital fez mais de 111.091 atendimentos.

Terceirizados: só janeiro

Denarium ouve queixa dos servidores de empresas terceirizadas.

O governador Antônio Denarium foi ao encontro de servidores de empresas terceirizadas que acamparam no gramado que fica em frente ao Palácio Senador Hélio Campos.

Foi o segundo encontro do governador com o grupo. O primeiro na noite anterior (22) com representantes dos trabalhadores e de duas das empresas que prestam serviço para o Estado.

O governador se mostrou sensível à situação dos trabalhadores e disse que na atual situação econômica em que o Estado se encontra, serão atualizados os pagamentos de 2019, o que deve ocorrer no dia 4 de fevereiro. Será pago o valor referente ao mês de janeiro.

Mas os meses anteriores (de 2018) só serão quitados quando a situação financeira apresentar equilíbrio.

Venezuelanos na escola

Semaias (educação): mais de 1.200 venezuelanos matriculados.

A crise migratória vem produzindo feitos inusitados na rotina dos roraimenses. São tantas famílias de venezuelanos em Roraima que a Secretaria de Educação já contabilizou até ontem a matriculou 1,2 mil crianças e adolescentes do país vizinho para o ano letivo de 2019.

Este público foi identificado em um levantamento feito pela pasta nos abrigos geridos pela Operação Acolhida em parceria com o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância).

O secretário Adjunto de Educação, Semaias Alexandre, explicou que o levantamento nos abrigos foi feito em pareceria com o Unicef, que já possui um trabalho junto as crianças e adolescentes imigrantes em um espaço de aprendizagem temporário.

“O ingresso de crianças e adolescentes imigrantes na rede pública de ensino é um direito constitucional e o Estado atua no sentido de garantir que ele seja cumprido. De 3 mil atendimentos realizados na Central de Matrículas mais de 1,2 mil foram imigrantes venezuelanos”, disse.


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: