Édio e as empresas do “Petrolão”

Compartilhe nosso conteúdo!

A Coluna de hoje | publicada 00h50

O deputado Édio recebeu  dinheiro das empresas que serão investigadas pela CPI da Petrobrás. Édio integra a comissão da Xâmara.
O deputado Édio recebeu dinheiro das empresas que serão investigadas pela CPI da Petrobrás, segundo revelou o jornal Congresso em Foco.

O jornal eletrônico de maior prestígio no Planalto Central, o Congresso em Foco, infelicitou muita gente graúda ao divulgar que dos 27 deputados indicados para a CPI da Petrobrás, 15 tiveram suas contas abastecidas com doações de empresas envolvidas no esquema de desvios de recursos descobertos pela Operação Lava Jato.

Ou seja, 55% dos integrantes da comissão tiveram suas campanhas financiadas por empresas que agora terão de investigar. E para a nossa surpresa, o roraimense Édio Lopes – PMDB – é um dos beneficiários da grana, aliás, o segundo da lista com R$ 680 mil abiscoitados das companhias que estão na mira da Polícia Federal (PF) e do Ministério Público (MPF).

A chelpa veio das empreiteiras OAS, a Odebrecht, a Galvão Engenharia e a UTC Engenharia. Ao todo os favorecidos ganharam R$ 3.289.297,78 junto a essas companhias, conforme levantamento da publicação, que fez o apanhado em relatórios do Tribunal Superior Eleitoral – STF.

O presidente da CPI, deputado Hugo Motta (PMDB-PB), foi o que recebeu o terceiro maior volume de doações dessas empresas entre os titulares da comissão: R$ 454 mil.

Embora os valores constem na prestação de contas oficial de cada parlamentar, na Justiça eleitoral, constitui incoerência danada, porque os caras vão julgar justo quem lhes estendeu à mão. É como se estivessem cuspindo no prato que comeu.

Cai fora Édio!

Não há dúvida, Édio Lopes é hoje nosso mais significativo representante na Câmara Federal. Não incorreu em crime algum ao recolher dinheiro de doações para suas campanhas.

Ocorre que por uma questão de ética, não pode, ou não deve, integrar a CPI da Petrobrás que vai escarafunchar as contas das empresas da operação Lava Jato.

Ajuizar exatamente quem lhe abonou, não fica bem, né Édio?!.

Escola do crime

Para Jorge, o governo está perdendo a guerra para o crime organizaenciária.do dentro da Penit
Para Jorge, o governo está perdendo a guerra para o crime organizado dentro da Penitenciária.

Os problemas do sistema prisional estão sufocando o governo de Suely Campos.

As medidas imediatas e emergenciais anunciadas a cada rebelião, não resolvem os problemas. E a Penitenciária caminha para uma explosão. A hecatombe está prestes a acontecer.

Para o presidente da OAB local, Jorge Fraxe. “A Penitenciária foi demudada de educandário agrícola para escola do crime”.

Sem galanteios

Suely governa sem a pressão sofrida na Justiça pelos antecessores.
Suely governa sem que a maioria da população aprove suas decisões.

A governadora Suely definitivamente não faz nada que consiga seduzir seus mais de 120 mil eleitores.

A maior ocupação da administração é fuçar os erros do antecessor e apadrinhar os parentes e amigos mais chegados com nutridos cargos no seu império.

E o povo, que confiou nas mudanças e na boa fiúza da então candidata, não consegue assegurar nem os míseros reais do crédito social.

Reitora da UNIVIRR cai

A governadora Suely Campos exonerou do cargo de reitora da Universidade Virtual de Roraima – Univirr – a professora Júlia América Vieira Campos. Para o cargo, foi nomeada Lysne Nôzenir de Lima Lira. 

A exoneração obedece ao artigo 33 da Constituição Estadual, que considera afastados os gestores da Administração Indireta do Governo do Estado e seus atos nulos, caso os nomes não sejam encaminhados para apreciação e votação pela Assembleia Legislativa nos 30 dias seguintes à nomeação.

Daqui não saio

A cada crise no sistema prisional, a cada ciclo de badernas, motins e rebeliões com decapitações e tudo, a única coisa que mudava na estrutura era a troca do secretário de Justiça, responsável pelo setor.

Ocorre que agora é diferente. Pode chover sangue na Penitenciária, mas no secretário de Justiça ninguém toca.

Afinal de contas, Josué Filho, faz parte da árvore de agregados da família.

O perigo é bem ali

O senador Romero Jucá está defendendo que o governo brasileiro preocupe-se mais com a crise do vizinho Venezuela, diante da crise institucional que o país atravessa.

Afinal de contas a balança comercial entre ambos pende muito para o lado brasileiro, ultrapassando a casa dos bilhões de dólares.

Tem mais, foi o Brasil quem avalizou o ingresso da Venezuela no Mercosul, contrariando a vontade da maioria dos países membros.

JUcá teme que a crise na Venezuela possa prejudicar o fornecimento de energia para Roraima.
Jucá teme que a crise na Venezuela possa prejudicar o fornecimento de energia para Roraima.

A crise preocupa

A preocupação do senador é exatamente pela proximidade da Venezuela de Roraima e pela elação econômica e cultural dentre os dois países.

Na prática Roraima recebe energia das turbinas do complexo de Macágua, em Puerto Ordaz, situação que pode se tornar temerária com o agravamento da crise e pelo atraso da linha de transmissão de Tucurui, entre Manaus e Boa Vista, que se encontra embargada.

Energia de Tucurui já

Telmário discursou cobrando uma posição mais firme do Ministério para a conclusão do linhão de Tucurui.
Telmário discursou cobrando uma posição mais firme do Ministério para a conclusão do linhão de Tucurui.

O galo velho Telmário Motta mandou um recado ao ministro das Minas e Energia, o amazonense Eduardo Braga.

O senador roraimense exige mais empenho do Mistério para dar continuidade o quanto antes ao projeto de construção do linhão de Tucurui.

A obra foi interrompida pela Justiça Federal, a pedido do Ministério Público, sob a alegação de que a construção deveria ser precedida de uma consulta aos povos indígenas em cujas terras passará o ramal.

Segundo Telmário, o estado hoje não é autossuficiente em energia e alguns municípios dependem da energia importada da Venezuela.

Respeito é bom

Dedão apontado para a Mesa, Guarda Alexandre está sempre exaltado durante as Sessões.
Dedão apontado para a Mesa, Guarda Alexandre está sempre exaltado durante as Sessões.

Na próxima quarta-feira a Câmara de Boa Vista fará uma festa para as mulheres vereadoras por conta do Dia Internacional da Mulher, festejado no domingo dia 8 de março.

Uma boa e adequada ocasião para que os marmanjos da Câmara, petulantes e despudorados, reflitam sobre uma forma de relacionamento mais acolhedora, afável e de respeito com as colegas de plenário.

O sexo frágil tem sido molestado com grosserias descabidas a cada sessão. O que se vê é um bando de trogloditas gritando e xingando todo mundo em plenário, com palavrões e obscenidades, sem poupar ninguém.

Esses caras têm que ser domesticados. No mínimo.

Vai feder

O Instituto de Terras de Roraima – Iteraima – vai mexer onde não deve. Bulir no vespeiro vai sobrar ferroadas para muita gente vultosa.

Criou comissões para investigar anulações e possíveis irregularidades na emissão de títulos definitivos feitas pelo próprio órgão, na gestão de Jose de Anchieta.

Estão na lista de processos que passarão por essa apuração, as glebas Cauamé, Caracaraí e Normandia que tiveram seus títulos anulados por decisão da Justiça Federal, em uma ação civil pública proposta pelo Ministério Público Federal (MPF), em julho de 2012.

Voltando atrás

eduardo-cunha
Eduardo Cunha está sentindo que não fez a coisa certa e pode revogar a emissão de passagens pela Câmara.

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, afirmou nesta quinta-feira (26) que a Mesa Diretora poderá rever a permissão para aquisição de passagens aéreas para cônjuges dos parlamentares.

“Não vejo nada demais. Mas se a Mesa quiser rever, é um direito dela. Na próxima reunião ela que trate. Não tem problema nenhum da minha parte”, afirmou Cunha.

Ele lembrou que a regra que valia até 2009 abria a possibilidade de uso de passagens aéreas por filhos, amigos e correligionários. Depois a regra mudou por causa de denúncias de uso indevido da verba.

Agora a regra ficou restrita aos cônjuges e é a mesma usada pelo Itamaraty para a concessão de passaporte diplomático: a comprovação do casamento ou de união estável reconhecida em cartório.

PSDB é contra
Em nota, o líder do PSDB na Câmara, deputado Carlos Sampaio (SP), disse que para ele e para a 3ª secretária da Casa, deputada Mara Gabrilli, “o pagamento de passagens aéreas para esposas e maridos de parlamentares está na contramão do que a sociedade espera de seus representantes no Congresso”.

Segundo o líder, os deputados tucanos não usarão esses recursos.

Portanto a deputada Shéridan não poderá requisitar passagem aérea para o marido, José de Anchieta, travegar no trecho Boa Vista/Brasília/Boa vista.

CONTATOS: www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – whatsapp: 98122-3345 – Facebook: Peronnico Expedito

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts