Em Nova York, prefeita Teresa Surita expôs o sucesso do programa Família Que Acolhe.

A Coluna de Hoje | Publicada 00h13

Teresa proferiu palestra em Nova Iorque sobre o Família que Acolhe. Foto | Ascom PMBV

Pelo terceiro ano consecutivo, a prefeita de Boa Vista, Teresa Surita, foi convidada a apresentar o Programa Família Que Acolhe em evento internacional. Teresa proferiu palestra no Global Business Summit on Early Childhood 2018 (Cúpula Global de Negócios sobre a Primeira Infância), no painel “Liderança de Cidades e o trabalho pela primeira infância”.

Estavam presentes nessa 12ª edição do Global Business mais de 200 líderes empresariais e civis de 16 países. Teresa apresentou as ações desenvolvidas no programa Família Que Acolhe – política pública integrada que atende gestantes e crianças até 6 anos, prioritariamente de famílias de baixa renda, em Boa Vista, Roraima.

Teresa foi a única representante brasileira no evento, pelo reconhecimento e referência nacional e internacional já conquistados em gestão pública da primeira infância. No painel participaram outras autoridades dos EUA e Canadá, dentre elas a prefeita de Rochester, New York, Lovely Warren.

A prefeita mostrou como, ao longo de cinco anos, o Família Que Acolhe tem sido responsável por contribuir com o desenvolvimento de crianças nos primeiros anos de vida promovendo o fortalecimento do vínculo afetivo entre a família e o bebe. O programa foi apontado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) como modelo de política pública integrada voltada ao desenvolvimento infantil.

Essa é uma responsabilidade muito grande para mim. O investimento na primeira infância vai além dos contextos social e econômico, ele transforma vidas e eu levarei nossa proposta a investidores e empresários que querem apoiar ações de desenvolvimento infantil. Essa é uma das minhas prioridades dentro da política: o cuidado com a primeira infância. Se hoje o FQA é referência em todo o mundo é porque fazemos um trabalho muito sério em Boa Vista, com resultados que surpreendem até mesmo os países desenvolvidos”, disse a prefeita.

5 anos, 12 beneficiados

O programa FQA já atendeu mais de 12 mil beneficiários em cinco anos de existência.

O FQA – Criado em 2013 na gestão da prefeita Teresa Surita, o Programa Família Que Acolhe é uma política pública integrada de educação, saúde e desenvolvimento social, que reforça os cuidados com a infância desde a gestação. Em cinco anos, o programa já alcançou mais de 12 mil beneficiárias.

O programa atende, em geral, filhos de famílias de baixa renda, adolescentes grávidas, gestantes participantes do programa Bolsa Família, reeducandas gestantes do sistema penitenciário, famílias cadastradas no CadÚnico e em vulnerabilidade social, que estejam devidamente identificadas pela Secretaria Municipal de Gestão Social.

Ao longo de sua existência, o FQA mantém parcerias de sucesso com diversas instituições, como Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, Universidade de Harvard, Banco Interamericano de Desenvolvimento, Saving Brains e Grand Challenges (Canadá), Fundação Bernard Van Leer (Holanda), Universidade de New York e The New York Academy of Sciences.

Sem salários e sem 13º

Servidores fazem manifestações diárias em busca de receber os salários.

A crise financeira que atolou de vez o Governo de Suely Campos, estragará o Natal de muitos roraimenses.

A previsões são sombrias quanto ao pagamento de salários no mês de dezembro. O 13º, geralmente utilizado para a compra de presentes e realizar a ceia de Natal e Ano Novo, nem pensar.

Pelas contas de quem lida com as finanças do Estado, provavelmente ficarão para Antônio Denarium o pagamento dos salários de novembro, dezembro e o 13º.

Rombo bilionário de herança

A pinguela construída por Suely é uma das obras ‘expressivas’ de sua gestão nesses 4 anos.

A decadência da gestão Suely terá ainda reflexos negativos seríssimos na próxima administração, que se inicia em 1º de janeiro de 2019.

Além do rombo bilionário que ficará como espólio para Antônio Denarium, o novo governador terá a árdua tarefa de reconstruir o Estado.

Porque não foi capaz de construir uma sala de aulas, não asfaltou um metro de estrada, não fez uma obra de referência, não investiu em absolutamente nada.

A infraestrutura foi totalmente abandonada e o máximo que ela deixou como obra do seu Governo foi uma pinguela (ponte de madeira) construída no Amajari.

PSL, o novo rico

Denarium e Bolsonaro são lideranças do PSL, agora o segundo maior partido na Câmara.

Antes o patinho feio entre os partidos com assento na Câmara dos Deputado, o PSL [partido de Bolsnaro e Antônio Denarium] vai receber R$ 110 milhões de fundo partidário em 2019.

O PSL saltou de um deputado eleito em 2014 para 52 neste domingo. O avanço é um reflexo da quantidade de votos conquistados por Bolsonaro, do mesmo partido.

Ficou atrás apenas do PT que elegeu 56 deputados.

Recomendações para Denarium

A educação fracassou no Governo de Suely e o trasporte escolar parou de funcionar.

Uma leitora assídua e colaboradora da coluna enviou a seguinte sugestão na área de educação para o governador eleito Antônio Denarium:

É preciso ter muita coragem para mudar a Educação Estadual, há mais de 10 anos sucateada. Hoje a Secretaria de Educação é um Parque de Dinossauros (corpo monstro e cabeça pequena). O futuro governador tem o dever de transformá-la num Parque de Excelência. São 1.495 cargos comissionados distribuídos entre amigos e bajuladores, quando na verdade são necessários no máximo 500 cargos”, escreveu a leitora.

O velório da Polícia Civil | Policiais civis recoltados com o atraso no pagamento de seus salários, promoveram um ato de ‘sepultamento’ da instituição como forma de protestar pelo descaso. O ato aconteceu na sexta-feira (2), Dia de Finados e reuniu dezenas de agentes e familiares de servidores da Polícia Civil de Roraima. O último salário recebido ocorreu no dia 10 de setembro, segundo informou o Sindicato dos Policiais Civis de Roraima (Sindpol). Com um caixão disposto no meio de uma tenda ao lado do 5º Distrito Policial, na zona Oeste de Boa Vista, os servidores simulam a cerimônia fúnebre da Polícia Civil.


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: