Em Rorainópolis: Justiça bloqueia de bens de ex-prefeito e mais 16 pessoas em quase R$ 9 milhões.

A Coluna de Hoje | Publicada 00h10

Adilson do Asa, que é candidato a deputado federal, é acusar de direciona licitações em Rorainópolis.

Ação do Ministério Público do Estado de Roraima (MP) ajuizada por irregularidades em processos licitatórios resultou no bloqueio de bens de oito empresas e de 17 pessoas, entre elas, o ex-prefeito do município de Rorainópolis, Adilson Soares de Almeida, o Adilson do Asa, em quase R$ 9 milhões.

Conforme decisão judicial proferida pela Vara Única da Comarca de Rorainópolis no último dia 16/08, a decretação da indisponibilidade de bens dos envolvidos é necessária em razão dos fortes indícios de atos ímprobos que causaram prejuízo ao patrimônio público.

A ação civil pública, ajuizada em maio deste ano, foi motivada com base no inquérito civil instaurado na Promotoria de Justiça da Comarca de Rorainópolis para apurar irregularidades em processos licitatórios do município, realizados por meio de pregões, em 2015.

As investigações constataram evidente direcionamento das licitações em favor de familiares do prefeito à época, a ausência de competitividade em todas as atas dos pregões realizados, superfaturamento, bem como pagamento ilegal dos contratos no sistema de registro de preço.

O artigo 37 da Constituição Federal prevê como princípio básico da administração pública, a legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência. A ausência de qualquer um deles pode caracterizar ato de improbidade administrativa.

Os contratos tinham por objeto a aquisição de material de informática e manutenção de computadores; serviços de hotelaria para atender necessidades da prefeitura; aquisição de material esportivo; peças para motocicletas, entre outros. Fonte | MP

‘Fake News’: cinismo é pouco

Ivo é secretário adjunto, já foi da Comunicação e Rádio Roraima, assessor adulador. 

Ai aparece o Ivo Galindo, mais conhecido pela alcunha de ‘Ivo Sorrisão’, agregado de Suely, em um programa ‘chapa-branca’ na Tropical FM, 94.1, pago com o dinheiro público, dizendo o seguinte: ‘No Governo de Suely a merenda escola melhorou. Hoje as crianças são bem alimentadas, mais cuidadas’.

É muito cinismo. Todos sabem que a merenda sequer vem sendo distribuída com regularidade nas escolas do Estado. Assim como fracassou a educação na atual gestão.

Há inclusive determinação da Justiça, atendendo a um pedido do Ministério Público, para que a alimentação dos alunos volte a ser fornecida regularmente.

Ademais o programa de rádio vem servindo de megafone para a campanha de Suely. Ali só são entrevistados auxiliares dela. E o nome de sua excelência é pronunciado à exaustão, dezenas de vezes a cada entrevista.

Gente, é o meu, o seu, o nosso dinheiro sendo torrado com coisa fútil, com o supérfluo. O Ministério Público Eleitoral tem que se manifestar e tirar esse programa do ar, urgente.

Esse pessoal que mama nas tetas da vaca governamental quer a todo custo ficar pendurado no ubre. Felizmente essa mamata vai acabar em 4 meses.

Cadê as reformas, Suely?

A maioria das escolas do Governo estão nesse estado ai, deplorável.

Bem que a candidata à reeleição Suely Campos poderia usar seu programa eleitoral para mostrar as 286 escolas reformadas, a merenda de ótima qualidade que é oferecida e a estrutura de primeiro mundo das unidades de ensino.

O grande problema é que o Ideb retrata exatamente o contrário e mostra que o governo estadual não cuidou direito do setor. Os números não mentem.

75 mil pediram refúgio

Mais de 150 mil venezuelanos entraram no Brasil através de fronteira, em Pacaraima.

A Casa Civil da Presidência da República informou ontem que mais de 75 mil venezuelanos procuraram a Polícia Federal em Roraima para se regularizar no país desde 2015, quando começou a imigração.

Segundo a nota, a maioria foi de refúgio (46,7 mil), e residência temporária (14,9 mil).

A informação aponta que entre 2017 e agosto deste ano, 154 mil venezuelanos entraram no Brasil pela fronteira de Pacaraima sendo que 27 mil fizeram este caminho só nos últimos dois meses.

Atualmente, o fluxo diário de entrada pela fronteira é de até 500 pessoas.

Transporte público muda rota

As rotas do transporte coletivo de Boa Vista mudarão a partir da próxima segunda, dia 10.

Em continuidade ao projeto de modernização das rotas de transporte coletivo na capital, na próxima segunda-feira, 10, entram em funcionamento novas rotas de ônibus, implantadas pela Prefeitura de Boa Vista, através da Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitacional (Emhur).

As alterações são resultados diretos de planejamento viário e estudos técnicos, com objetivo de atender os usuários de transporte público de forma segura e cada vez eficaz. Os novos itinerários foram definidos em atenção não apenas aos dados técnicos, mas também às solicitações da população.

Como vai ficar – A linha 251 terá como ponto de partida o Conjunto Cidadão, com destino ao Centro, percorrendo várias ruas e avenidas (ver quadro abaixo). O itinerário deverá durar cerca 45 minutos. Os ônibus da linha 251 começam a circular às 5h e encerram 00h44 minutos.

Já a linha 211, vai sair do bairro São Bento às 5h45, com destino ao Centro, passando por várias ruas e avenidas (ver quadro abaixo). A duração do percurso será de aproximadamente 50 minutos.

Partindo do Centro e percorrendo várias ruas e avenidas que não são atendidas pela linha 251, a linha 301 terá como destino o Conjunto Cidadão. O percurso deverá durar 1h para ser percorrido.

Para atender a rota Caçari/Equatorial, a prefeitura colocou à disposição dos usuários a linha 112. Os ônibus vão sair do bairro Paraviana, passarão pelo Centro, chegarão ao bairro Santa Luzia e retornarão ao Paraviana.

A linha 315 vai sair do bairro Pérola com percurso direto ao Centro, no Terminal Urbano José Campanha Wanderley. O tempo estimado para percorrer a rota é de aproximadamente 50 minutos.As linhas circulares permanecerão como estão.

A cidade fede

O esgoto estourado no bairro 13 de setembro, causando fedentina e muito incômodo.

Em alguns bairros de Boa Vista a fedentina incomoda e causa indignação. O fedo é decorrente de esgotos estourados e ficam transbordando sem nenhuma manutenção da CAER.

Os dejetos jorram em muitos pontos da cidade, causando mal-estar, transtorno um mau cheiro insuportável.

O problema tem sido frequente, o Ministério Público Estadual não se manifesta e a CAER faz vista grossa.

Reparando os prejuízos | Já faz parte da rotina do roraimense as quase diárias quedas de energia elétrica. Além de ficarem sem abastecimento, outro problema vem causando prejuízos a muitos consumidores: a queima de aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos. O Procon Assembleia orienta que, em casos como esse, os consumidores que se sentirem prejudicados, devem entrar em contato com a empresa de energia para providências. Caso não seja resolvido o problema, o órgão de defesa do consumidor pode ser procurado. O advogado do Procon Assembleia, Samuel Weber, explicou que em situações como essa e conforme as resoluções 414/2010 e 499/2012 da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), os consumidores têm até 90 dias, a contar da data da queima do aparelho, para solicitar o ressarcimento. “A distribuidora, no caso a Eletrobrás, tem até 10 dias para verificar se o equipamento foi danificado em razão da queda de energia”, disse. Segundo ele, após a verificação, a distribuidora tem até 15 dias para informar o consumidor sobre o resultado da análise do pedido de ressarcimento. “No caso de deferimento, a distribuidora tem até 20 dias para efetuar o ressarcimento, por meio de dinheiro, do conserto ou substituição o aparelho danificado”, comentou Weber.


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: