EXCLUSIVO: Repercute na Venezuela a fuga do cônsul que abandonou a representação diplomática em Boa Vista.

 EXCLUSIVO: Repercute na Venezuela a fuga do cônsul que abandonou a representação diplomática em Boa Vista.

Faustino abandonou o consulado em Boa Vista e deixou para trás dívidas e um aluguel de 60 mil dólares a pagar.

Compartilhe este artigo
Postagens da jornalista Carla Angola na manhã desta terça (23).

Repercutiu nesta manhã (23) na Venezuela a fuga do cônsul Fasutino Torella Ambrosimo, que abandou suas funções na representação diplomática em Boa Vista e deixou o Brasil sem carimbar o passaporte em Pacaraima.

Faustino estava com a documentação diplomática vencida desde 2919 e como enfrentava problemas trabalhistas sérios e por falta de pagamento de salários dos funcionários há seis meses, alegou que estava com Covid-19 e decidiu largar tudo e cruzar a fronteira.

Além de questões judiciais envolvendo os servidores consulares, Faustino deixou uma conta altíssima de US$ 60 mil (dólares) com alugueis atrasados, que a preços de hoje soma R$ 309 mil. A notícia foi divulgada com exclusividade aqui no Blog, nesta manhã (23).

Como tem imunidade diplomática, Faustino foi escoltado até Pacaraima pela Polícia Federal. Lá foi apresentado a um comando da Guarda Nacional e entregue como cidadão venezuelano legalizado, embora tenha saído do país sem passaporte.

Hoje, minutos após a postagem por este Blog, a jornalista Carla Angola, que comanda um programa de bastante audiência nas redes sociais em Caracas, repercutiu o fato, condenado a postura do diplomata pelo abandono do posto em Roraima e o Brasil por abrigar representantes do governo golpista de Nicolás Maduro.

Leia abaixo os posts traduzidos da jornalista Carla Angola no Twitter: @carlaangola


# ESCÂNDALO O cônsul de Maduro em Boa Vista, Faustino Torella Ambrosimo, que usurpou funções, fugiu para a Venezuela pela fronteira sem carimbar o passaporte ao deixar o Brasil. Mas ele também deixou uma dívida de 60 mil dólares em aluguel”.

“Bem, o “cônsul” de Maduro decidiu deixar o Brasil porque ele se sentiu doente e deixou ações legais contra ele por não cumprir o pagamento dos salários dos funcionários e por não pagar o aluguel das instalações onde o consulado trabalha. Agora ele é um fugitivo no Brasil”.

“O cônsul de Maduro tem documentação diplomática expirada desde setembro de 2019. A fronteira brasileira está fechada para controlar a cobiçada19. Este homem não pode voltar ao Brasil. Quem paga os funcionários que atuam na justiça brasileira? Quem paga o aluguel?”

O incomum é que o Brasil reconheça o governo legítimo, a dívida e as ações legais dos funcionários tenham que ser respondidas pela embaixada da @jguaido mesmo sendo os diplomatas usurpadores de Maduro que sequestraram as instalações e nunca pagaram aluguel ou salário.  

“Será que o regime de Maduro o colocou em quarentena como todos os venezuelanos que retornam através da fronteira? O cônsul usurpador de Maduro deixou o consulado em Boa Vista (estado de Roraima-Brasil) e foi levado para a fronteira onde foi recebido pela guarda nacional”.

CONTATOS DO AUTOR

www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com / expeditoperonico@gmail.com Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

peronico

http://peronico.com.br

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Posts Relacionados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: