Fugas na Penitenciária: população em pânico e falência do Sistema Prisional.

Compartilhe nosso conteúdo!

A Coluna de Hoje | Boa Vista,RR | Publicada 00h14

nnn
TÚNEL | Esta passagem de 32 metros foi localizada a tempo de evitar uma fuga em massa na Penitenciaria.

As fugas constantes de presos da Penitenciária Agrícola do Monte Cristo – o maior presídio do Estado – impõe medo na população e deixa as pessoas em pânico. Atesta a fragilidade do Sistema Prisional e deixa claro que o Governo não encontrou um modelo que possa não apenas inibir e brecar as escapadas, mas devolver a tranquilidade às famílias roraimenses. O mês de dezembro evidenciou que os detentos – hoje afetivamente chamados de reeducandos – dominam a Penitenciária e lá fazem o que bem querem. Escavam túneis, vendem drogas, comercializam bebida alcoólica e fogem quando querem. Na noite de Natal, enquanto todo mundo festejava o nascimento de Jesus Cristo, um bando de presos, movidos pelo satanás, escapou. Ontem foi informado pela Secretaria de Justiça e Cidadania o número de fujões: 15.

Está notório que a Penitenciária Agrícola não ressocializa mais ninguém. Ao contrário, pelas condições precárias do local a doutrina reeducativa torna-se falaciosa, visto que a clausura na Penitenciária de Roraima tem natureza exclusivamente punitiva. O modelo inicial agrícola não prosperou e ao longo das últimas três décadas a Penitenciária Agrícola foi se pervertendo e afundou na ilógica pretensão de ressocializadora. O mais grave é que o Governo de Roraima – e não me refiro ao governo atual – sempre esteve de costas para um problema tão sério, que só será extirpado de vez quando a Penitenciaria for implodida e um outro presídio for erguido bem longe da área urbana e Boa Vista, fundado em uma nova filosofia de reinserção do indivíduo criminoso na sociedade.

Não pleiteio o relaxamento da punição aos autores de crimes cruéis e bárbaros, como homicidas, estupradores, traficantes e outros criminosos perigosos que se encontram alojados nos presídios de Roraima. Mas é repulsiva a realidade dos presídios locais onde é possível comprovar a animalização do ser humano. Nestes recintos, fétidos, insalubres e sem a mínima condição de permanência, enjaulamos homens que poderiam estar cumprindo suas penas de maneira alternativa, contribuindo para a sociedade e pagando pelo ato ilegal que praticara.

Criminosos nas ruas

çççç
MOTINS | Problemas frequentes desestabilizam o sistema prisional.

Dilma assinou um decreto que permite bandidos condenados a se beneficiarem do indulto de Natal permanentemente: os condenados que tiverem menos de 8 anos de pena a cumprir (6 anos nos casos de reincidência) podem aproveitar o indulto e nunca mais voltar.

Aqui em Roraima 234 foram colocados na condição de indultados para as festas de natal e ano novo com a família. Vamos esperar o fim das comemorações para sabermos quantos voltarão.

Balanço do 1º ano

lll
SUELY | Mais tempo para organizar a bagunça deixada por Anchieta.

A TV Roraima – afiliada da Rede Globo – abriu espaço generoso de 19m15s, no RRTV, ao vivo, de ontem, para que a governadora Suely Campos ajuizasse uma opinião de sua gestão, que completa um ano na próxima sexta-feira, dia 1 de janeiro.

Entre ribanceiras e taludes ela acha que houve avanços, mas confessa que ainda há muito por ser feito. E revelou que o grande problema é que faltou dinheiro para investimentos, pois quitou uma dívida pública de R$ 219 milhões, deixada pelo antecessor José Anchieta.

Suely garante que abateu 7,5% das dívidas do Estado. “Não se organiza uma casa nessa complexidade em um ano de governo”, disse.

A culpa é do outro

lll
ANCHIETA | Herança ‘maldita’ é a causa dos problema, disse Suely.

Evidente que a herança deixada por Zé Anchieta corroeria qualquer administração, principalmente quando verifica-se a ausência de plano de gestão.

Ocorre que o Governo não pode ficar a todo instante olhando para trás, montado nesse discurso incongruente de que o culpado é o outro. A verdade é que não fez nada, ainda, que possa ser exibido como referência nessa primeira etapa.

Mas já foi possível comprovar a evolução da governadora na elocução. Ou seja, sua entrevista de ontem foi digestível, digamos assim. Bem mais segura que das vezes anteriores.

Problemas mais recorrentes

llll
GREVES | Os professores paralisaram duas vezes. Uma delas, por 75 dias.

Suely tentou abrandar o desgaste que vive seu Governo justamente no tripé de sustentação: educação, saúde pública e segurança. Novamente responsabilizou o passado.

Ocorre que pelo menos no primeiro ano deveria ter no mínimo mostrado um projeto de recuperação dessas áreas, com planejamento e ações efetivas. Mas não, preferiu atacar no varejo, agindo de acordo com as demandas. Ai enfrentou greves na educação, queixas na segurança e lamentos na saúde pública, até hoje combalida.

Mas Suely ostenta otimismo com 2016: “Avançamos em um ano. Mas, a situação é tão grave, que precisamos de mais tempo”, resumiu ela.

Nota abaixo da média

Enquanto estava confinada no estúdio de TV Roraima, a governadora foi exposta ao julgamento popular. E a sentença foi déspota, impiedosa.

Os entrevistados do programa avaliaram negativamente sua administração. E apontaram a saúde, a segurança pública e a falta de empregos como as deficiências mais sérias do governo de Suely.

A nota de aprovação atribuída ao Governo não chegou a 5. A governadora até que absorveu bem a opinião que veio das ruas, só pecou em querer culpar o Município de Boa Vista pela falência da saúde pública na capital.

Pedaladas comunitárias

llll
NO PEDAL | Bicicletas serão utilizadas no policiamento nos bairros.

Na briosa PM roraimense, a introdução de bicicletas no patrulhamento de bairro não agradou.

É com esse instrumento de trabalho que a Polícia quer fortificar o programa Polícia Comunitária.

Já pensaram, sol a pino, 45 graus, e o neguinho fardado, vestido e equipado com todos os seus apetrechos de trabalho e ainda pedalando atrás de bandidos?. Era só o que faltava. Policiamento ostensivo de bike não vai dar certo.

aparqueanauá
RÉVEILLON | O Parque Anauá está sendo preparado para a queima de fogos.

Queima de fogos

A tradicional festa da virada no Parque Anauá já está com sua programação definida. O Governo do Estado está preparando atrações diversificadas para a última noite do ano.

A abertura oficial do Réveillon está marcada para ocorrer às 21h. A noite terá vários shows musicais com artistas e bandas locais, além da tradicional queima de fogos, cuja previsão é de cerca de 10 minutos.

Uma novidade este ano será o sorteio da Nota Fiscal Roraimense, que no último prêmio do ano vai distribuir R$ 100 mil para apenas um ganhador.

lll
Blocos na rua | A corrida para a folia já começou. No último dia 21, a Fetec lançou oficialmente o edital de seleção de projetos para premiação de blocos de rua do Carnaval 2016. As inscrições dos projetos vão até o dia 6 de janeiro. Podem se inscrever pessoas físicas ou jurídicas, desde que seus detentores tenham residência fixa no município. Ao todo, serão selecionados oito blocos de corda (fechados) e oito sem (aberto a todo o público). O evento, previsto para acontecer entre os dias 5 e 9 de fevereiro, vai ocorrer em dois circuitos: na Praça Velia Coutinho e na Praça de Eventos Fábio Marques Paracat.

O dinheiro veio

Passava do meio dia, ontem, quando veio a confirmação de que o Banco do Brasil acabara de creditar o duodécimo na conta da Assembleia Legislativa.

Sendo assim será possível realizar o pagamento dos salários dos servidores e os proventos dos deputados, claro, antes da queima de fogos do ano novo.

Pela primeira vez na história do parlamento roraimense, os servidores passaram o Natal na mais completa pindaíba.


CONTATOS: www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts