Garimpo ilegal já rendeu mais de R$ 1 bilhão em ouro e pedras preciosas.

 Garimpo ilegal já rendeu mais de R$ 1 bilhão em ouro e pedras preciosas.
Compartilhe este artigo

There is no ads to display, Please add some

A Coluna de hoje | Publicada 0hh12

gg
Policiais recolheram minerais e bastante documentos nas casas de compra e venda de ouro. Foto PF.

Uma operação da Polícia Federal, denominada ‘Warari Koxi’, iniciada ontem em casas de compra e venda ouro e pedras preciosas em Boa Vista, tem o objetivo de desarticular várias organizações que extraem esses minerais de forma ilegal no Estado, principalmente em áreas demarcadas como reservas indígenas. São 150 policiais federais, de várias regiões do pais, envolvidos na ação.

Estima-se que são retirados de forma ilegal das áreas de garimpo em torno de 160 kg de ouro mensalmente, o que totaliza a sonegação de aproximadamente R$ 17 milhões mensais. Segundo a PF acredita-se que os financiadores do crime utilizam o ouro ilegal como ativo financeiro para lavagem do dinheiro proveniente de outras atividades ilícitas, cujas movimentações atípicas alcançam valor aproximado de R$ 1 bilhão.

Os crimes investigados são os de associação criminosa, extração de recursos naturais de forma ilegal, uso indiscriminado de mercúrio, usurpação de patrimônio da União, receptação de bens provenientes de crime, corrupção passiva, violação de sigilo funcional, contrabando, lavagem de dinheiro, e operar instituição financeira sem a devida autorização do Banco Central.

O termo Warari Koxi, na definição da comunidade Yanomami, é utilizado como um conceito negativo de intervenção no meio ambiente saudável. Fazendo referência a um sentimento de repulsa ao popularmente chamado “espírito de porco”, à conduta daquele que destrói e degrada o seu ambiente de convivência

Manaus leva tudo

ggg
Lenir está furioso com o que chama de imoralidade. Foto ALE.

A deputado Lenir Rodrigues estava furiosa ontem com mais uma rapinagem do governo dos Campos. Enfurecida ocupou a tribuna da Assembleia para denunciar mais uma manobra para derramar na cidade de Manais, o nosso dinheirinho.

Como fez das vezes passadas, Suely cancelou contratos já existentes com empresas locais para beneficiar gente de Manaus, uma evasão de recursos públicos jamais vista na história de Roraima.

E tudo é feito na forma ilusória, superficial, com a utilização do expediente escuso do decreto emergencial.

Até o final de 2014, empresários locais participavam e saiam vencedores em licitações do Estado. Esses contratos foram cancelados e mais uma empresa de Manaus assumiu o trabalho nas escolas. É lamentável, pois mais uma vez os recursos, que já são escassos, vão para fora”, disse a deputada Lenir.

Não sobra nada

Lenir, que já foi secretária de Educação, mostrou-se preocupada com o fenecimento do empresariado roraimense: “eles estão levando todo o nosso dinheiro. Isso é injusto e cruel, porque ao passo que o dinheiro evade, deixamos de gerar emprego e renda dentro do Estado”.

Ela revelou que só na Educação, mais de R$ 100 milhões foram generosamente entregues aos aliados do Amazonas.

Lenir afirmou que não pode assistir essas atitudes imorais e ficar calada.

Enquadramento ameaçado

gggg
Servidores que buscam o enquadramento, na ALE, ontem.

Há uma afobação entre os que lutaram até agora para que mais de 4 mil roraimenses consigam o sossego definitivo, com o enquadramento na folha de pagamento da União, por meio da Medida Provisória 660. É que acaba no próximo dia 22 o prazo final para a entrega da documentação. E mais da metade dos postulantes não conseguiu ainda ser atendida.

Ontem na Assembleia o secretário estadual de Administração, Frederico Linhares, anunciou a criação de uma ‘força tarefa’ para intensificar a emissão de documentos de servidores que podem ser enquadrados. E hoje saberemos se a MP vai prosperar na sua integridade. É que está previsto para esta manhã a canetada da presidente Dilma, que vai sancionar com restrição ou com tudo o que foi aprovado pela Câmara.

Josias Licata – que lidera toda a movimentação pelo enquadramento – acha que com a comissão criada pela Assembleia será possível reunir toda a documentação necessária dentro do prazo estipulado pela medida provisória.

Emergência permanente

George Melo: não estamos aqui para dizer amém, mas para fiscalizar os atos do Governo e só vamos aprovar aquilo que realmente interessar ao povo.
George: tá na hora do vício da emergência acabar.

Está passando ao largo um detalhe fantasmagórico no governo de Suely Campos: é o tal do Decreto Emergencial.

Até quando isso vai persistir, compras sem licitação, contratos imorais e desvio de dinheiro sem que os órgãos controladores se manifestem e ponham um basta nesse desregramento?

Ontem o assunto foi submetido ao debate na Assembleia, pelo deputado George Melo. Segundo ele, o vício já foi longe demais.

Brito continua pedindo… 

Já virou regra: a cada anuncio de que um apaniguado de Suely terá o nome apreciado em plenário para algum cargo na administração indireta, lá está o líder Brito Bezerra pedindo adiamento de votação.

Ontem o nome da professora Júlia América Vieira Campos – esse sobrenome Campos lembra alguma coisa? – seria votado pelos deputados. Ela foi escolhida para exercer o cargo de Reitora da Universidade Virtual. Ai o que fez Brito pidão? Isso mesmo, pediu adiamento de discussão e votação.

O prefeito na forca

O prefeito de Iracema pode escapar de um raio, mas não escapa do julgamento de hoje, na Câmara de Vereadores, que definirá seu fadário.

A sessão deveria ter ocorrido no dia 24 de abril, mas somente dos vereadores apareceu. O vice-prefeito Belarmino Costa Soeiro assegurou ontem que dessa vez haverá quórum para o julgamento.
É houve um acordo antecipado entre a oposição e os vereadores que apoiam o prefeito para que todos comparecem na sessão de hoje.

Suely mal na foto

suely dilma
Suely toda sem graça no encontro com Dilma.

Inobservância do princípio da preservação da imagem, irresponsabilidade e amadorismo: são adjetivos que se podem atribuir ao comando da Comunicação do Governo.

A governadora Suely foi ao Palácio do Planalto para um encontro importante com a presidente da República, Dilma Roussef, para a assinatura de um pacto para que Roraima alcance a condição de Estado Livre da Aftosa.

O pior veio depois com a distribuição de uma fotografia em que Suely aparece em plano inferior, meio que sem jeito.

Equilíbrio na Venezuela

O presidente do Senado, Renan Calheiros, garantiu total apoio do Congresso na busca pelo equilíbrio social e político na Venezuela.

Renan recebeu a visita das ativistas de oposição ao atual governo venezuelano, Lilian Tintori, Mitzy Capriles e Rosa Orozco, acompanhadas de senadores e deputados federais brasileiros.

Lilian e Mitzy são, respectivamente, esposas de Leopoldo López, líder do partido Vontade Popular, e de Antonio Ledezma, prefeito de Caracas. Ambos foram presos por determinação do presidente Nicolás Maduro. Rosa Orozco é mãe de uma jovem de 23 anos assassinada durante um protesto contra o governo em Caracas.

Bordunada na funai

Abel: a Funai trás prejuízo ao Estado.
Abel: a Funai trás prejuízo ao Estado.

O deputado federal Abel Mesquita – ex-galinha – deitou o verbo e a borduna na Funai ontem em pronunciamento na Câmara Federal. Foi durante a Comissão Geral no Plenário da Câmara dos Deputados, com a presença do ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso.

Abel questionou o ministro sobre os absurdos que a FUNAI vem promovendo em Roraima. E assegurou que não permitirá que um órgão do Governo Federal tente impedir as obras do Linhão de Tucuruí. E protestou contra as correntes que fecham a BR 174, que bloqueia o desenvolvimento local.

Transferência irregular

f
Mauro: atenção redobrada contra transferências ilegais,

O Tribunal Regional Eleitoral realiza hoje reunião importante com todos os magistrados e chefes de cartórios das oito zonas eleitorais do Estado.

Objetivo: conter as transferências irregulares de eleitores entre os municípios, principalmente da Capital para o interior. O encontro será às 16h será no plenário do Tribunal de Justiça.

O presidente do TRE, desembargador Mauro Campello, explicou que serão repassadas orientações sobre a aplicação da Resolução TRE-RR n.º 249/2015, aprovada no mês passado, que dispõe sobre a comprovação de domicílio eleitoral nas zonas eleitorais do interior do Estado e sobre o percentual de transferências a ser posto em diligência.

Cesar Henrique voltou

A ministra Rosa Weber, do STF, decidiu, no final da tarde de ontem, deferir o pedido de medida liminar, para suspender os efeitos da decisão proferida pelo Conselho Nacional de Justiça que afastou o juiz do Tribunal de Justiça de Roraima, César Henrique Alves, de suas funções na 2ª Vara da Fazenda Pública.

O CNJ havia afastado o juiz, aposentando-o compulsoriamente, aplicando a pena administrativa máxima por entender que havia provas de participação do magistrado no crime de corrupção por venda de sentença.

O Processo foi aberto no CNJ em 2011 a pedido do Ministério Público de Roraima (MPRR), que pediu revisão do entendimento do TJRR, que arquivou o caso em 2010 por insuficiência de provas.

fff
Barracas padronizadas agora compõem a paisagem das feiras livres de Boa Vista, conforme definiu ontem a Prefeita Teresa Surita.

FEIRAS MODERNIZADAS | Feiras limpas, com barracas padronizadas e produtos expostos de maneira adequada deixam feirantes, clientes e a Prefeitura de Boa Vista satisfeitos. Pela primeira vez, a capital terá feiras livres 100% legalizadas. A prefeita Teresa Surita assinou decreto que estabelece o funcionamento desses locais de acordo com normas que garantem a organização dos serviços e disciplina de suas atividades. Inicialmente duas feiras livres foram regulamentadas, sendo uma aos sábados, na rua Pedro Bantim, no bairro Silvio Botelho, e outra aos domingos, na avenida Ataíde Teive, bairro Asa Branca –  popularmente conhecida como Feira do Garimpeiro.

Nós temos todo um processo construído junto aos feirantes para que esse regulamento seja seguido de acordo com a necessidade deles e dos consumidores. Existe um lugar para cada feirante, existe a padronização das barracas. Com o regulamento, nossas feiras livres serão ainda melhores, com higiene, com prestação de serviços de qualidade. “Essa regulamentação garante o melhor funcionamento das feiras livres. Com isso, os feirantes passam a ter direitos e obrigações”, contou a prefeita de Boa Vista, Teresa Surita.

CONTATOS: www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico

 

peronico

http://peronico.com.br

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Posts Relacionados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: