George Melo representará na OAB contra advogado de Neudo Campos por ofensas e ameaças.

*** A Coluna de Hoje /// Publicada 00h13 ***

George Melo revelou ontem que foi insultado, agredido verbalmente e ameaçado pelo advogado Fred Leite.

O deputado George Melo (PSDC) anunciou ontem, em pronunciamento, que representará junto à Comissão de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional de Roraima – contra o advogado Fred Leite, defensor do ex—governador Neudo Campos e casado com uma sobrinha da governadora Suely Campos, por conta de ofensas e ameaças feitas a ele e a familiares, na madrugada de domingo, 28, em estabelecimento comercial localizada na Orla Taumanan, Centro. A agressão foi tanto verbal quanto física.

Melo disse que junto com as demais pessoas que foram ofendidas entrará também com uma ação coletiva na Justiça por danos morais. “Quero registrar o constrangimento e a falta de respeito que passei junto com minha família, amigos e todas as pessoas que se encontravam naquele recinto. Refiro-me ao Fred Leite, advogado que, embriagado, passou a noite chamando as pessoas de lisas, pobres, sem vergonhas, mesmo com a dona do estabelecimento tendo pedido para que ele tivesse bons modos. Todos os que foram prejudicados de forma moral ou material vão responsabilizá-lo”, afirmou.

Por conta da confusão, disse George Melo, o advogado Fred Leite teria chamado um segurança do ex-governador Neudo Campos, e o atual secretário de Justiça e Cidadania. “Talvez com medo de sair, ele ligou e dentro de alguns minutos chegou o segurança do Neudo e o coronel Ronan Marinho, que agora pelas redes sociais é chamado de ‘Super Nane’, disse, ao explicar que o apelido é uma alusão ao quadro da Super Nane porque Ronan Marinho estaria agindo como ‘babá’ desses jovens.

Esses jovens, aonde chegam acham que todos têm a obrigação de se curvar diante deles. Eles acham que podem desrespeitar qualquer um nessa cidade. Mas ele tem razão quando chamou as pessoas de lisas e pobres. Chama de lisa e pobre porque a sua governadora contrata e paga empresas de Manaus, deixando as empresas de Roraima sem gerar emprego”, afirmou. Fonte | SupCom ALE

Chega de passar recibos

Teresa busca saídas para amenizar o sofrimento dos venezuelanos. Mas tem sido duramente critica por isso.

A prefeita Teresa Surita (PMDB) tem que cessar essa preocupação ardente em perder seu tempo com esclarecimentos sobre o que fazer diante da crise migratória.

Já apresentou o plano de ação, agora tem que se isentar de ficar dando recibo aso críticos, sobretudo nas redes sociais, onde branda a histeria.

Retirar os venezuelanos das ruas da cidade e abriga-los em algum lugar digno e seguro é um plano emaranhado, muito complexo, portanto exige cuidado, porque trata-se de remoção de crianças, idosos e adolescentes.

Já que o primeiro anuncio foi deturpado e irradiou-se de forma desvirtuada, e que surgiu fatos novos no plano de ação, Teresa tem que seguir seu caminho e deixar que êmulos ladrem.

 Shéridan só pensa em 2018

Shéridan diz que não tem idade para disputar a vaga para o Senado, por isso vai para a reeleição.

A deputada Shéridan (PSDB) – a Musa da Câmara Federal – revelou em uma entrevista para o jornal Folha de S. Paulo – que já definiu seu projeto político para o próximo ano.

Desapegada do ex-marido Zé Anchieta, a parlamentar afirmou sem segredar que já está de olho em 2018, embora n]ao tenha feito absolutamente nada em defesa de Roraima nesses 2 anos e 7 meses de mandato.

“Eu não tenho idade para ser senadora, e provavelmente o PSDB terá candidato a governador em Roraima, então eu vou ser candidata à reeleição”, disse Shéridan.

Banda Larga é serviço essencial 

Maria Helena é autora do projeto que torna a internet banda larga um serviço essencial no país.

Foi aprovado pela Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados o projeto que inclui a internet em banda larga entre os serviços essenciais de interesse coletivo. A deputada Maria Helena Veronese (PSB) é a autora da proposta.

Por ser de caráter conclusivo, a proposta será analisada apenas em comissões, sem necessidade de votação em plenário. Com a aprovação na Defesa do Consumidor, o projeto segue para análise da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

De acordo com o projeto, fica assegurada a exploração do setor também pelo regime público, além do privado, garantindo sua universalização e continuidade. Atualmente, a lei só considera como essencial e, portanto, sujeito à exploração em regime público, o serviço telefônico fixo comutado. A deputada observa, no entanto, que o avanço tecnológico transformou a internet em banda larga em um serviço essencial.

Não podemos nos omitir diante de um quadro que substituiu a simples comunicação de voz por serviços mais adequados à realidade atual, na qual texto, dados e imagens ganharam importância maior que os tradicionais serviços de voz”, pondera. “A legislação precisa de urgente modificação para adequá-la ao novo mundo das comunicações”, disse Maria Helena.

Roraima continua no ‘rabo’ do Brasil

Boa Vista é a capital com menos habitantes entre todas no País, segundo o IBGE. Foto | Jorge Macedo

O Brasil tem 207.660.929 milhões de habitantes, segundo dados inéditos do IBGE publicados ontem no Diário Oficial. Em relação à contagem de um ano atrás, o país ganhou 800 mil habitantes.

São Paulo continua sendo o Estado mais populoso, com 45,1 milhões de habitantes. Brasília, pela primeira vez, ultrapassou a marca dos 3 milhões de habitantes.

E Roraima, embora tenha adquirido 8 mil novos habitantes nos últimos anos, continua no rabo da fila: com 522,6 mil pessoas morando aqui na Terra de Macunaíma.

A capital, Boa Vista, registrou um crescimento de 16% nos últimos sete anos, com uma estimativa de 332.020 habitantes em 2017, enquanto em 2010 a população era de 284.313, uma diferença de 47.707 habitantes.

Entre outros objetivos, a nova estimativa do IBGE será utilizada para o cálculo das cotas do Fundo de Participação de Estados e Municípios. Os dados têm data de referência em 1º de julho e estão organizados por Estados, Distrito Federal e municípios.

Parlamento Amazônico: buscando saídas

Através do Parlamento Amazônico, Chagas busca saídas para problemas estruturais de Roraima.

O deputado Coronel Chagas (PRTB) usou a tribuna ontem para prestar conta sobre a reunião que aconteceu este mês em Brasília, em que a primeira ação da nova diretoria do Parlamento Amazônico foi buscar junto à Funai soluções para acabar com os impasses que entravam o desenvolvimento do Estado de Roraima.

Neste pacote de entraves que o Parlamento Amazônico pediu providências está a paralisação das obras do Linhão de Tucuruí      que ligará Roraima ao Sistema Interligado Nacional de Energia (SIN), imposta pela justiça a pedido dos índios da reserva indígena Wamiri-Atroari que vivem às margens da BR-174, entre os estados de Roraima e Amazonas, e a corrente que fecha essa rodovia a partir das 18h, impedindo o ir vir de pessoas após esse horário.

A boa notícia, conforme anunciou Coronel Chagas, que preside o Parlamento Amazônico, é que o presidente da Funai, Franklinberg Ribeiro de Freitas, anunciou que nos dias 26 e 27 de setembro, estará reunido com os índios Waimiri-Atrori para tratar de dois assuntos.

Foram mais de duas horas de reunião. O general nos informou que buscará a autorização daquela comunidade para a realização da obra do linhão de Tucuruí, e também para pedir aos índios a permissão para criar uma reserva extrativista que atenderá as comunidades do Baixo Rio Branco que vivem do extrativismo vegetal. A autorização é para que as comunidades possam transitar pelo Rio Jauaperi, pois embora a reserva seja fora da área indígena, para chegar no local tem que percorrer por dentro da reserva. São notícias importantes para o Estado de Roraima e que vamos acompanhar”, disse Chagas.

PM reforça presença em ‘pontos quentes’

Policias foram destacados para os chamados ‘pontos quentes’ em Boa Vista e cidades do interior.

O comandante da Polícia Militar de Roraima, coronel Edison Prola, decidiu reforçar a segurança nos corredores comerciais e proximidade de agências bancárias em todo o Estado para garantir a tranquilidade dos servidores públicos estaduais e municipais nos dias que antecedem ao pagamento, considerados ‘pontos quentes’.

Prola ressaltou que o policiamento foi reforçado nos bairros e logradouros de maior incidência de ocorrências. Segundo ele, foram reforçados principalmente os corredores comerciais e bancários, tendo em vista a proximidade do período de pagamento, para evitar roubos e furtos.

O efetivo do policiamento repressivo conta com o apoio das unidades especializadas da Cavalaria, Força Tática, Bope e Giro nas ruas. Também estamos presentes nas rodovias, nas entradas e saídas da cidade, inclusive reforçando a atuação nas principais cidades do interior, para proporcionar mais segurança à nossa população”, destacou Prola.

Nós reforçamos principalmente os corredores comerciais e bancários, tendo em vista a proximidade do período de pagamento, para evitar roubos e furtos. O efetivo do policiamento repressivo conta com o apoio das unidades especializadas da Cavalaria, Força Tática, Bope e Giro nas ruas. Também estamos presentes nas rodovias, nas entradas e saídas da cidade, inclusive reforçando a atuação nas principais cidades do interior, para proporcionar mais segurança à nossa população”, destacou Prola.

Venezuela doará US$ 5 milhões a vítimas do furacão

Enquanto aqui os venezuelanos sofrem pelas ruas de Boa Vista, Maduro vai doar dinheiro para os Estados Unidos.

Em uma flagrante contradição com ações internas interna onde persegue seus habitantes e os priva inclusive de comprar comida, levando o país a pior crise política e econômica da história, inclusive exportando miséria para Roraima, o presidente Nicolás Maduro anunciou ontem que vai oferecer 5 milhões de dólares às comunidades americanas afetadas pelo furacão Harvey.

A ajuda se dará através da Citgo, que é a filial nos Estados Unidos da estatal Petróleos de Venezuela (PDVSA), alvo de sanções do presidente Donald Trump.

A grave crise financeira do país de Maduro se reflete em uma escassez crônica de alimentos e medicamentos e na inflação mais alta do mundo, que o FMI projeta em 720% para 2017.

Como é que pode a Venezuela oferecer US$ 5 milhões às vítimas do furacão Harvey, se não consegue curar suas feridas abertas aqui, inclusive com essa migração desordenada que entope Roraima de venezuelanos pedintes pelas ruas de Boa Vista?

Maduro segue perseguindo

Nicolás Maduro está cuidando pessoalmente de armar a população civil e autorizando prisões no país.

Documentos exclusivos obtidos pela revista VEJA mostram a explosão no número de presos em instalações militares na Venezuela. Segundo um relatório produzido pelas Forças Armadas daquele país, 929 pessoas, sendo 567 militares e 359 civis, estavam detidas em quartéis nesta terça-feira.

No início de agosto, VEJA publicou um levantamento mostrando que, em julho, 708 pessoas estavam encarceradas nos quartéis venezuelanos. As acusações mais comuns eram de “traição à pátria” e “deserção”. Desde então, em pouco mais de um mês, mais 221 pessoas foram presas pela ditadura de Nicolás Maduro.

Em Ramo Verde, prisão que ficou famosa por ter abrigado por mais de três anos o líder opositor Leopoldo López, está concentrada a maioria dos detidos. Os dados indicam que ali estão 546 presos – 363 militares e 183 civis. A maioria foi detida ao longo dos protestos de rua iniciados em abril deste ano.

Free Shops na fronteira | Uma Audiência Pública na Câmara de Vereadores do Bonfim (foto acima), marcou o início da história do empreendedorismo na cidade que faz fronteira com a Guiana. Autoridades, empresários e a comunidade em geral debateram sobre a instalação de lojas francas (free shops) no município.  Participaram da Audiência, representantes do Governo do Estado, Prefeitura do Bonfim, Superintendência Federal da Agricultura em Roraima – SFA, Junta Comercial, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Roraima, Vereadores do município e o presidente do Parlamento Amazônico deputado Coronel Chagas. Durante o encontro o prefeito do Bonfim, Joner Chagas, protocolou junto a Câmara Municipal, o Projeto de Lei 02/2017 que regulamenta a instalação de free shops na cidade que tem integração urbana com o país vizinho. O deputado coronel Chagas falou sobre a visita feita a Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul junto à Comissão de Defesa de Free Shops em Cidades Gêmeas. “Acompanhei uma apresentação bem detalhada feita pelos membros da comissão. Temos 32 cidades gêmeas no Brasil e duas são em Roraima, em Bonfim e Pacaraima. Agora a nossa expectativa é que a partir de 2018, esses municípios autorizem e instalem as lojas, para que nosso Estado se desenvolva ainda mais”, disse.


CONTATOS DO AUTOR | www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta