Governo de Roraima terá mais de R$ 3 bilhões para gastar em 2016.

A Coluna de Hoje | Boa Vista,RR | Publicada 00h14

iiiçç

ORÇAMENTO BILIONÁRIO | A Governadora Suely mandou a mensagem para a Assembleia no dia 30 de setembro.

O Governo de Roraima já encaminhou para apreciação dos deputados estaduais o Projeto de Lei que estima receitas e despesas para o exercício de 2016. É o chamado Orçamento, que terá no ano que vem uma gorda quantia de R$ 3.282.827,845,00 (Três Bilhões, 282 milhões, 827 mil e 845 reais). A diferença em relação ao orçamento deste ano, ainda em execução – R$ 3,007 bilhões – é positiva em mais de R$ 275 milhões.

Na mensagem governamental enviada pela governadora Suely Campos, há uma inquietação a ser notada: o governo prenuncia mais austeridade nos gatos e prevê cortes nas despesas e fusão de secretarias. Isso significa também corte no quadro de pessoal, lógico, porque se não for assim, o Governo do Povo terá dificuldades – como já está acontecendo agora – para honrar seus pagamentos.

O secretário de Planejamento Alexandre Henklain é cauteloso ao comentar o orçamento para 2016. “Seremos austeros e certos de que encontraremos dificuldades, porque o Governo herdou dívidas vultosas. Teremos que aprender a fazer mais com menos recursos”, diz. Ele disse também que as condições financeiras do Estado não permitem o nível de especialização que o governo tem, com diversas pastas tratando de assuntos parecidos. Por isso está decidido que algumas secretarias afins serão fundidas e cargos de direção serão extintos. Os deputados tem até dezembro para finalizar a análise e levar a proposta definitiva ao plenário – com suas emendas, claro – antes do recesso. No ano passado, o orçamento deste ano foi aprovado na véspera do Natal, dia 23, com 48 emendas.

ALE terá R$ 236 milhões

Na estimativa orçamentária que o Governo enviou para a Assembleia Legislativa, foram fixados também os valores distribuídos aos Poderes. Então ficou assim: R$ 236.786.925,00 para o Poder Legislativo, R$ 176.584.261,00 para o Poder Judiciário, R$ 73.702.996,00 para o Ministério Público do Estado de Roraima, R$ 38.255.920 para a Defensoria Pública, R$ 10.847.042 para o Ministério Público de Contas, R$ 675.822,00 para a reserva de contingência e R$ 245.193.158 para o Instituto de Previdência – IPER.

Política no altar 

lll

CASAMENTO | Jucá e a esposa Rose na celebração ocorrida no sábado, dia 3.

Mais do que um simples enlace matrimonial, o casamento do senador Romero Jucá foi demudado em encontro político, juntando a fatia mais significativa dos principais nomes da República.

Estiveram por lá, no Recanto das Águas, um dos mais tradicionais espaços para eventos de Brasília, o presidente do Senado Renan Calheiros, o presidente da Câmara dos deputados Eduardo Cunha e os ex-presidente da República, José Sarney e Fernando Collor de Mello, além de um punhado bem volumoso de proeminentes caciques da política nacional, como José Serra, Marta Suplicy, José Agripino Maia, Aloysio Nunes Ferreira e até o dono da Multinacional Friboi.

A reunião foi para celebrar um casamento, mas um dos assuntos que dominou as rodas de conversas próximas à mesa principal da cerimônia – que ostentava um bolo cenográfico de sete andares – era o eventual andamento na Câmara dos Deputados dos pedidos de impeachment contra a presidente da República.

Páginas amarelas

lll

PÁGINAS AMARELAS | Jucá é o destaque da revista Veja.

E para deixar patente sua importância no mais alto clero da política nacional, o senador Romero Jucá ilustra as Páginas Amarelas, a seção mais importante da revista Veja, desta semana, não por acaso a principal publicação da imprensa escrita do país.

E o texto começa assim: “Se existe uma coisa que o senador Romeo Jucá entende como ninguém é a relação sinuosa que os governo estabelecem com o Congresso nacional”. E o senador diz lá em destaque que o PMDB não é sócio dos erros de Dilma. E para o governo dela, ofertou nota mínima.

E a revista traça um perfil de Jucá como além de arguto um os dos políticos mais influentes do pais na atualidade. Quem quiser ler a entrevista na integra, a revista já se encontra nas bancas boa-vistenses.

27 anos: um equívoco

lllll

OTTOMAR | O primeiro governador eleito de Roraima, tomou posse em 1991. 

Há um equívoco de ordem conceitual e não interpretativa nessas manifestações que são realizadas nos dias 5 de outubro para comemorar o nascimento de Roraima.

Vejam bem, Roraima até 31 de dezembro de 1990 ainda figurava na condição de Território Federal, governado pelo alagoano Rubens Villar de Carvalho. Portanto comemorar 27 anos (ontem) como Estado Membro da Federação é um erro.

Os atos das Disposições Transitórias da Constituição de 1988 são bem claros: “eleva-se o Território Federal de Roraima a condição de Estado Membro da República Federativa do Brasil na data da publicação desta lei, porém, sua existência como Estado na forma Jurídica se dará no dia 1º de janeiro de 1991 com a posse do primeiro governador”.

Então Roraima só existe de direito a partir desta data quando foi entronizado no Cargo de governado do Estado de Roraima, o brigadeiro Ottomar de Souza Pinto. Ou seja, Roraima tem 24 anos, 9 meses e 6 dias (hoje).

lll

CORRIDA DE RUA | O Governo definiu a maratona como o principal evento para comemorar a criação do Estado.

Meia maratona | Mas para festejar os 27 anos de Roraima, o Governo realizou ontem uma pequena corrida que teve início às 17 horas, denominada Meia Maratona de Roraima, com mais de 5 mil atletas inscritos. Mesmo achando que poderia ter feito um tempo ainda menor, o alto-alegrense Paulo César Silva foi o grande campeão da primeira edição da Meia Maratona de Roraima, após realizar os 21 quilômetros em 1h15min47seg. Entre as mulheres, a vencedora foi Nauriene Lourenço de Carvalho, que realizou o percurso em 1h48min44seg. A governadora Suely Campos, que foi uma das corredoras nos 5 quilômetros, pontuou que a prova já estreia com status de maior corrida de rua do estado, tanto pela extensão da prova como pela quantidade de participantes.

Comissões na ALE

llllll

PASSO A PASSO | Jalser deve definir hoje os caminhos das duas comissões.

Se o prometido for cumprido pelo presidente Jalser Renier, a Assembleia Legislativa dará hoje o passo inicial para a formação de duas comissões importantes na casa: uma institui a CPI para investigar supostos desvio de recursos do Funde, um Fundo Constitucional que faz o repasse de verbas específicas para a Educação nos Estados.

A outra Comissão, mais polêmica, é para averiguar se são procedentes as denúncias formuladas pelo Ministério Público de Contas contra a governador Suely Campos e sua filha Danielle Campas, ambas acusadas por cometimento de crime de responsabilidade.

Se forem criadas as duas comissões têm o mês de outubro todinho para os procedimentos iniciais e formulação de relatório. Se mantida a protelação podem ter certeza que nesse ano não andam mais.

Aliança no Uiramutã

llll

UNINDO FORÇAS | Xingu e Chagas farão aliança para disputa em Uiramutã.

Os deputados estaduais Coronel Chagas e Jânio Xingu, que presidem o PRTB e o PSL no Estado, respectivamente, vão unir forças no município de Uiramutã.

E o ungido a ganhar este expressivo apoio é o ex-prefeito Venceslau Braz, que se alistou no PRTB e já anunciou sua pré-candidatura ao posto máximo.

O PRTB, aliás, está na dianteira de uma posposta ousada, acolhendo lideranças e figuras relevantes da política roraimense com a perspectiva de lançar candidatos a vereador e prefeito nos municípios mais importantes do Estado em 2016.

Prazo estendido

Não procede a informação de que acabou ontem (5) o prazo de filiações para quem deseja ou almeja disputar as eleições municipais no ano que vem.

O TRE chegou a fazer a divulgação, mas depois enviou outro e-mail pedindo a desconsideração da informação.
O Diário Oficial da União publicou a Lei 13.165/15 que trata da reforma política aprovada pelo Congresso Nacional. Conforme o artigo 9º, para concorrer às eleições o candidato deverá estar com a filiação deferida pelo partido político com o mínimo de seis meses antes da data da eleição. Portanto o prazo para quem quer ser candidato a vereador ou prefeito nas eleições do ano que vem foi estendido para dia 02 de abrir de 2016.

A CERR ameaçada

lll

AMEAÇA | A CERR pode ser vendida para grupos estrangeiros pela Eletrobrás.

Nuvens bem escuras pairam sobre a Companhia Energética de Roraima – CERR. Deficitária, afundada em dívidas e recentemente federalizada, a empresa pode ser colocada à venda por conta das turbulências que atravessa o setor elétrico nacional.

A Eletrobras planeja se desfazer das distribuidoras de energia nos estados, ou pelo menos de parte desses ativos. E serão afetadas empresas geradoras e distribuidoras em todas as regiões, entre elas Bovesa (Boa Vista Energia) e a CERR, onde a Eletrobras tem participação.

Significa que muitos postos de trabalho serão fechados no Estado e não se sabe como fica a distribuição de energia no interior, responsabilidade da CERR.

Os bancos param hoje

Os bancários de Roraima decidiram, em assembleia realizada na quarta-feira, 30, aderir à greve nacional e anunciaram a paralisação por tempo indeterminado a partir desta terça-feira, 06. A decisão partiu do comando nacional da categoria, que recusou a proposta de reajuste nos salários dos servidores de 5,5% feita pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

Com a decisão, todas as 25 agências bancárias da Capital e dez agências do interior, além dos quase 900 servidores, cruzarão os braços. Somente os serviços essenciais, como os de caixas eletrônicos, internet bank e a tesouraria para conferência dos depósitos funcionarão normalmente.

Eleição no Conselho Tutelar

lll

CONSELHO |A eleição de ontem escolheu os 15 conselheiros entre 54 candidatos.

O Conselho Tutelar do Município de Boa Vista escolheu ontem seus 15 novos integrantes, entre os 54 candidatos inscritos. Mais de 20 mil eleitores foram às urnas. A votação teve início às 8h e se encerrou 16h, nos 36 locais de votação. No total, foram instaladas 42 urnas.

O pleito contou com a parceria do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que disponibilizou as urnas eletrônicas e deu o suporte necessário para que tudo ocorresse com tranquilidade. Os profissionais eleitos tomarão posse dia 10 de janeiro e o mandato é de quatro anos.

Eles passarão por capacitação entre os dias 26 e 28 deste mês. Eles passarão por capacitação entre os dias 26 e 28 deste mês. Os cinco primeiros colocados terão direito de escolher a lotação. Os conselhos do município são: do Centro, do Buritis e do Pintolândia.


CONTATOS: www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: