Governo de Suely faz ‘licitação’ para contratar Agência de Publicidade. ‘Ganhadora’ já teria sido definida de véspera.

*** A Coluna de Hoje /// Publicada 00h13m ***

A CPL acolheu 3 empresas inscritas para a Concorrência Pública da Comunicação.

Não é ainda do conhecimento público, nem do mercado publicitário – porque o Governo tem o costume de não veicular em dia seus atos no Diário Oficial, que nunca é rodado diariamente – mas já está definida uma licitação milionária no âmbito da Comunicação Social.

Por meio da Comissão Permanente de Licitação – a CPL – foi acabado o processo prévio de Concorrência Pública 001/2017 para a contratação de agência de publicidade que vai cuidar da conta institucional do Governo, que aumentou a verba que era de R$ 9 milhões em 2017, para R$ 14 milhões, em 2018.

O comunicado de CPL, expedido no dia 2 deste mês, é informado que apenas três empresas participaram do certame: Antônio Fernandes Barbosa Lima Júnior – EPP, 360 View Publicidade e Comunicação Integrada Ltda., e Tape Publicidade Limitada.

O invólucro contendo os dados das empresas participantes foram encaminhados para a sub-comissão técnica da CPL para a finalização da licitação e definição da escolhida. Mas há a especulações de que a empresa ganhadora já teria sido definida previamente, com cobertura das outras participantes, tanto que no enunciado da ata da sessão, há uma descrição bem interessante a ser observada: ‘todas as licitantes declinaram expressamente do direito de interporem recurso’, ou seja, tudo já foi devidamente ‘arrumado’ de véspera.

E o Blog foi informado por fontes do mercado publicitário do Amazonas, que a agência 360 View – por acaso com sede na cidade de Manaus, Rua Dona Sulanitas, 120, bairro Nossa. Sra. das Graças – será a ganhadora do contrato milionário. É a mesma empresa que já mordeu outra conta gorda no Governo de Suely: a do Detran.

A falta de dinheiro que incomoda

Suely não vem cumprindo com obrigações financeiras regulares o que lhe causa muito desgaste.

Ontem nos corredores quase vazios da Assembleia Legislativa, dois deputados estaduais se debatiam, sem segredar de ninguém: “isso aqui está inviável”.

Referiam-se ao estado em que se encontra o Estado de Roraima, colapsado pela falta de gestão financeira.

Um dele inclusive acabara de chega da Secretaria da Fazenda: “não tem nada por lá, o cofre está vazio.

Na avaliação bem amofinada dos deputados, ambos da base de Suely, a governadora terá dificuldades para viabilizar uma candidatura reeleição justamente pelo descontrole financeiro.

Marcos Jorge assume Ministério

Marcos Jorge foi convocado às pressas ontem para assumir o Ministério da Indústria e Comércio Exterior.

O roraimense Marcos Jorge, atualmente secretário Executivo do Ministério da Indústria e Comércio Exterior será responsável pelo comando da pasta nos próximos meses com a saída do titular Marcos Pereira, que entregou o cargo ontem.

Marcos Pereira – que é presidente nacional do PRB – alegou que precisava se desincompatibilizar do governo para “trabalhar” sua campanha para deputado federal. Pela legislação, ele teria até o início de abril para se desligar do cargo de ministro.

Ontem mesmo Marco Jorge – Marquinho – foi informado aqui em Boa Vista de que seria o substituto de Pereira pelos próximos meses até que outro ministro, ou ele próprio, seja efetivado no cargo.

O próprio Marcos Pereira colocou o nome de Marcos Jorge de Lima à disposição para ficar interinamente à frente da pasta, que nem estava preparado para a mudança.  Marquinho estava em recesso. Veio passar as festas de fim de ano com a família em Roraima. Mas ontem foi convocado às pressas para assumir o posto.

Lima também é filiado ao PRB e será candidato nas próximas eleições. Por isso, deve permanecer no máximo até o fim do primeiro trimestre à frente da pasta. É que ele quer disputar uma das 24 vagas na Assembleia Legislativa.

Especulações que alimentam

Leocádio negou ontem que tenha recebido o convite para ser secretário de Saúde de Suely.

“Não”. Foi a resposta seca e aturada do atual superintendente geral da Assembleia Legislativa, Leocádio Vasconcelos, sobre especulações de que assumiria a Secretaria de Saúde do Governo de Suely.

O experimentado e circunspecto Leocádio sequer foi convidado para tal função. Nem conversou com Suely, conforme o mercado da boataria local que ganhou as redes sociais e o noticiário da ‘Rádio Cipó’ nos últimos dias de 2017.

Nem os demais fuxicos sobre mudanças na Casa Civil e Secretaria de Fazenda se confirmaram. Ou seja, 2017 não poderia fechar com ‘chave de ouro’ sem um de seus boatos tradicionais.

Na CER, bateu o desespero

Servidores demitidos da CER foram impedidos de entrar na empresa, ontem de manhã.

Servidores da Companhia Energética de Roraima (Cerr) foram impedidos na manhã de ontem de entrar nas dependências da empresa para assinar o ponto eletrônico. É que estavam todos demitidos, sem aviso prévio, conforme explicou o presidente do Sindicato dos Urbanitários de Roraima, João do Povo.

Ele denunciou que o governo Suely Campos descumpriu determinação liminar da Justiça, emitida em setembro de 2016, para fazer a demissão paulatina e não em massa, como ocorreu ontem.

João do Povo disse que vai buscar reverter a decisão do governo de Roraima na Justiça. Ele disse que os trabalhadores que foram demitidos pela companhia não terão direito a verbas rescisórias, benefício concedido a todo servidor no ato da demissão. “Ou seja, eles vão se juntar aos 40 mil venezuelanos que estão passando fome nas ruas da capital”. Fonte | Roraima em Tempo

IPVA tem calendário divulgado

O Detran começa a receber o pagamento do IPVA a partir do dia 28 de fevereiro.

A Secretaria Estadual da Fazenda divulgou o calendário de pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e do licenciamento para 2018. O pagamento pode ser feito em cota única ou em três vezes.

O pagamento do IPVA 2018 não terá desconto na quitação em cota única. O primeiro vencimento é no dia 28 de fevereiro e o último em 31 de agosto.

O proprietário do veículo deve ficar atento para a data de vencimento do licenciamento e do seguro DPVAT, que deve ser pago junto com a primeira cota. Ambas as taxas são pagas de acordo com a placa de cada veículo.

Calendário do vencimento do IPVA e licenciamento para 2018

Final da Placa Vencimento da 1ª cota Vencimento da 2ª cota Vencimento da 3ª cota ou única Licenciamento e Seguro DPVAT
1 e 2 28/02/2018 29/03/2018 30/04/2018 Até 28/02/2017
3 e 4 29/03/2018 30/04/2018 30/05/2018 Até 29/03/2018
5 e 6 30/04/2018 30/05/2018 28/06/2018 Até 30/04/2017
7 e 8 30/05/2018 28/06/2018 31/07/2018 Até 30/05/2018
8 e 9 28/06/2018 31/07/2017 31/08/2018 Até 28/06/2017

‘Saidinha’ sem retorno

A Sejuc registrou que 10 dos 155 detentos que ganharam o benefício não retornaram ao sistema.

A Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania informou que pelo menos dez detentos, dos 155 beneficiados com a saída temporária no período do Natal, não retornaram ao Sistema Prisional de Roraima.

Por não cumprir com as normas, os reeducandos passaram a ser foragidos da Justiça. “Quando o preso não retorna da saída temporária ele é considerado foragido, pode ter regressão de regime e tem a conduta carcerária modificado para ‘má’, o que impede os gozos das demais saídas temporárias e benefícios amparados pela Lei de Execução Penal”, explicou a Sejuc.

A saída temporária foi concedida entre os dias 23 e 29 de dezembro, sendo as autorizações expedidas pela Vara de Execuções Penais.

Calendário eleitoral já proíbe distribuição de bens e benefícios

O TSE já impõe regras para impedir que prováveis candidatos distribuam benefícios a eleitores.

O ano eleitoral já impõe restrições a possíveis candidatos e ocupantes de cargos da administração pública. Desde segunda-feira, primeiro dia do ano, está proibida a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios por parte de todos os governos (exceto nos casos de calamidade ou programas sociais já previstos em lei). Ou seja, políticos estão impedidos, por exemplo, de distribuir óculos, dentaduras ou cestas básicas.

Também estão vedados pelo calendário do TSE programas sociais executados por entidade nominalmente vinculada a candidato e a realização de despesas com publicidade dos órgãos públicos “que excedam a média dos gastos no primeiro semestre dos três últimos anos que antecedem o pleito”.


CONTATOS DO AUTOR | www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta