Governo quebrado: Jorge Eveton protocola na Assembleia um pedido de intervenção federal no Estado.

Compartilhe nosso conteúdo!
A Coluna de Hoje | Publicada 00h13
Jorge Everton pede providências da Assembleia Legislativa para que formalize o pedido de intervenção.

A crise financeira do Governo de Suely Campos parece não ter fim.  A todo instante aparece um grupo de servidores a protestar pelo atraso de salário. Ontem as mulheres de militares e agentes da polícia civil foram bater panelas na porta do Palácio Senador Hélio Campos. E ontem também foi levado ao conhecimento público um pedido de intervenção no Estado, proposto em documento protocolado na Assembleia Legislativa pelo deputado estadual Jorge Everton (MDB).

O parlamentar assinala que há mais de 2 anos vem alertando a população e a Casa Legislativa para o caos que se instalaria [como se instalou] em Roraima pela má gestão de Suely Campos. No documento Jorge Everton faz um relato da bagunça administrativa que afeta a cada setor administrativo, sobretudo os mais prioritários [educação, saúde pública, segurança e infraestrutura] e sustenta que a crise financeira se intensificou após a derrota de Suely no 1º turno.

Mas a desordem mais evidente, segundo Everton, decorre da falta de pagamento de salários de servidores, impactando negativamente na economia, além de deixar várias famílias desamparadas, sem condições de adquirir alimentos e recursos básicos. De acordo com Everton, “a situação viola o princípio constitucional da dignidade humana”.

No documento protocolado na terça-feira (23), na Mesa Diretora da ALE, o deputado aponta a necessidade do emprego de medidas judiciais contra Suely, responsabilizando-a pela catástrofe que se abateu sobre Roraima. “Tamanha é a desordem instalada, que até mesmo o fornecimento de energia elétrica de vários órgãos públicos estão prestes a iniciarem uma paralisação, o que sem dúvida prejudicaria ainda mais o já caótico momento do Estado”, completou.

“Eu venho denunciando o desmando desse Governo, que priorizou despesas desnecessárias, como a pintura de escola nas cores de seu partido, que custou R$ 60 milhões de reis. (…) Esse Governo não está preocupado em achar soluções. Precisamos extinguir secretarias que só servem de cabide eleitoral. Nós precisamos de uma intervenção federal para que se traga uma solução imediata para esse problema”, disse Jorge Everton.

Jalser recebe servidores
Servidores estaduais sem salário foram recebidos ontem por Jalser Renier após a sessão.

Durante a sessão ontem na Assembleia, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jalser Renier, atendeu ao pedido de manifestantes e recebeu servidores públicos estaduais que pediram ajuda em relação ao atraso dos salários pelo Governo do Estado.

Para o presidente Jalser Renier não é justo atrasar os vencimentos dos funcionários, independentemente de qual Poder ele seja. “Estamos aqui ao lado dos servidores estaduais buscando uma saída para que o Estado, imediatamente, possa resolver esta questão”, disse. De acordo com Jalser Renier, a culpa pela falta de dinheiro no Poder Executivo não é dos Poderes.

“A responsabilidade pelo não pagamento da folha dos servidores públicos é exclusivamente do governo estadual”, frisou o parlamentar ao afirmar que vai procurar medidas cabíveis para que o Estado cumpra com o compromisso salarial das categorias.

Suely com Anchieta. Juntos!
Anchieta e Suely estariam aliados, segundo a boataria.

Vamos combinar uma coisa: aliança com Suely Campos a essa altura do jogo interessa alguém? De certo eu não.

O noticiário da ‘rádio corredor’, porém, dá como certeiro uma união de ambos como forma de reforçar a campanha do roliço nesses dias que ainda restam na tentativa de atrair o eleitorado dela.

Nas redes sociais, onde nem tudo se respalda de verdade, a aliança está consolidada, embora nada será exposto em público para não causar danos na imagem de Anchieta.

Nenhum dos lados quer assumir a aliança. Parece envergonhados. Faz sentido.

Denarium contabiliza apoios
Denarium fez comício ontem e celebrou os apoios conseguidos nessa reta final da campanha.

O candidato ao Governo de Roraima, Antônio Denarium (PSL), comemorou em ato político realizado pelo senador eleito Mecias de Jesus (PRB) a adesão de vários prefeitos e vereadores de cidades interioranas à sua candidatura.

Com as novas adesões, Denarium agora tem em seu grupo 10 dos 14 prefeitos dos municípios roraimenses. Denarium se disse “muito feliz” por ter atraído para a sua candidatura o apoio de prefeitos que no primeiro turno estavam com Suely Campos (Progressistas) e José de Anchieta (PSDB).

Aderiram à candidatura de Denarium os prefeitos Pedro Henrique Machado (Alto Alegre), Jonner Chagas (Bonfim), Jairo Ribeiro (Iracema), Nega Édio (Mucajaí), Gute Brasil (Normandia), Leandro Pereira (Rorainópolis), Marcelo Jorge (São João da Baliza) e James Batista (São Luiz do Anauá).

Reta final tormentosa 
Denarium e Anchieta são os personagens da guerra de ‘fakes’ nas redes sociais.

Na reta final da campanha intensificam-se as agressões e os insultos, espalhados pelas turmas de Antônio Denarium e Anchieta Júnior nas redes sociais e grupos privados de WhatsApp.

A baixaria não poupa ninguém, impulsionada por ‘fakes’, deflagrando um verdadeiro clima de beligerância nos dois times.

Há uma impressão que não é verdadeira nessa guerra suja, porque espalhar insultos contra adversários não agrega valor algum nas campanhas de ambos.

O eleitorado roraimense já decidiu quem escolher no próximo domingo. E não será um ‘fake news’ ou uma mentira, espalhada aqui e acolá, que vai mudar a opinião das pessoas.

Moto Honda em alta
O ministro Marcos Jorge recebeu em seu gabinete o diretor executivo da Moto Honda. Foto | MDIC

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, o roraimense Marcos Jorge de Lima, recebeu a visita do diretor executivo da Moto Honda da Amazônia, Paulo Takeuchi, que foi a Brasília levar a boa notícia de que a maio produtora de motos do País acabou de efetivar 400 novos trabalhadores.

Com isso, segundo informou Marcos Jorge, o número de empregados da Moto Honda da Amazônia subiu de 5,4 mil para 5,8 mil. A fábrica instalada em Manaus representa o segundo maior investimento da empresa fora do Japão, no setor de duas rodas.

O Polo Industrial de Manaus concentra hoje 14 empresas do setor de motocicletas, que juntas empregam mais de 12 mil trabalhadores, o que representa 17% dos empregos diretos do PIM. O faturamento do setor, no último ano, foi de aproximadamente R$ 14 bilhões.

Nova retaliação
O deputado Coronel Chagas perdeu todos os servidores da vice-presidência.

Quando decidiu aliar-se ao grupo de Suely Campos, em setembro de 2017, o deputado Coronel Chagas (PRTB) sofreu retaliação e perdeu todo o seu pessoal alocado no Procon Assembleia e 1ª Vice-presidência. Mais tarde houve um acomodamento e parte da equipe foi restituída, sobretudo para comandar a vice.

Eis que Chagas toma um novo tombo por sua posição assumida de apoiar o candidato Antônio Denarium nesse segundo turno, desgostando o presidente da Assembleia, Jalser Renier, que exonerou de novo todo o pessoal da Vice-presidência.

As exonerações estão no Diário Eletrônico da ALE, de ontem. Todos sabem, Jalser é aliado de Anchieta e um dos coordenadores de sua campanha nessa última fase.

Cadê o dinheiro?
Empresários do transporte escolar pressionam o Governo para tentar receber os pagamentos.

Atolados em dívidas e ameaçados de fechar suas empresas porque não consegue receber a fatura do Governo de Suely, empresários do ramo de transporte escolar farão mobilização hoje na Praça do Centro Cívico a fim de forçar o Governo a realizar o pagamento.

A meta é criar uma concentração de aproximadamente 200 veículos, entre ônibus, micro-ônibus, vans e caminhonetes. Os serviços de transporte escolar estão paralisados há meses em razão da falta de pagamento e de combustível para abastecer os veículos.

O atraso, segundo eles, já está chegando ao seu nono mês.

Gabarito da PMBV liberado | O gabarito oficial preliminar das provas objetivas do Concurso Público para a Educação Municipal já está disponível para consulta no site da FGV Projetos. Desde de ontem iniciou-se o período de interposição de recursos. Foram inscritos no certame cerca de 27.500 candidatos, para concorrer a 370 vagas para cuidador escolar, 80 para professor de educação física e 550 para professor licenciado em pedagogia. O gabarito e todo o processo para o concurso podem ser acessados através do link: https://fgvprojetos.fgv.br/concursos/smag.


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts