Invasão estrangeira: Teresa alerta Temer sobre risco de confrontos entre brasileiros e venezuelanos.

Compartilhe nosso conteúdo!
A Coluna de Hoje | Publicada 00h06
A prefeita Teresa encontrou com Temer no Palácio do Planalto e pediu providências urgentes. Foto | Agencia Brasil.

Preocupada com os rumos que a migração venezuelana está tomando, com mortes, enfrentamentos, espancamentos e protestos, a prefeita Teresa Surita (MDB) fez um alerta ao presidente Michel Temer, ao encontra-lo anteontem em Brasília, sobre o risco de confrontos entre brasileiros e venezuelanos recém-chegados ao país. Moradores da capital roraimense agendaram uma manifestação para o próximo sábado (24).

Em um texto que circula nas redes sociais, os organizadores do evento pedem que a população leve “seus cartazes e bandeira do nosso Brasil”. Na fronteiriça Paracaima, habitantes saíram às ruas nesta semana em protesto ao impacto que a imigração descontrolada tem causado ao estado, principalmente em assuntos como saúde e segurança.

Além da preocupação crescente com eventuais conflitos na cidade, a prefeita de Boa Vista falou com o presidente sobre as condições sanitárias a que estão sujeitos os venezuelanos fugidos da crise política no país vizinho.

Teresa frisou que muitos chegam ao Brasil doentes e desnutridos. Disse a Temer que a situação se agravou desde a ida dele a Roraima em fevereiro e reforçou pedido para uma presença mais efetiva do governo federal no estado.

De acordo com Teresa, existem hoje em Boa Vista mais de 100 casos notificados de sarampo, dos quais 21 confirmados. A prefeita defendeu a vacinação obrigatória dos imigrantes e comentou a necessidade de imunização da população roraimense contra epidemias.

Situação tende a piorar

Confronto ocorrido em Mucajai resultou em morte e abrigo de venezuelanos queimado. Foto | Internet

A situação está começando a ficar perigosa em Roraima por causa do grande número de venezuelanos que chega a Roraima todos os dias.

Os índices de violência, de homicídios e de roubos aumentaram muito nos últimos meses e muitos começam a acreditar que esse é o resultado da imigração desenfreada.

Em dois dias foram duas manifestações contra a presença de venezuelanos em Roraima e essa situação pode piorar caso outras confusões voltem a acontecer.

É bom lembrar que os protestos violentos em Mucajaí só aconteceram por causa de uma confusão que terminou com a morte de duas pessoas, sendo um brasileiro e outro venezuelano. As autoridades devem ficar atentas, pois é possível que novos protestos sejam organizados e o risco deles terminarem em violência já é eminente. Fonte | Roraima em Tempo.

Vacinação antes de entrar

A vacinação contra o avanço do sarampo está ocorrendo em todo o Estado e já existe mais de 100 notificações.  

O governo brasileiro pediu ajuda ao presidente da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom, para alterar o acordo assinado entre membros da Organização Pan -Americana de Saúde (Opas), para conseguir obrigar venezuelanos a tomar vacinas ao entrar em território brasileiro.

O pedido foi feito em razão do grande número de casos de sarampo que têm sido notificados em Roraima, a partir da vinda de venezuelanos para o Brasil. “Eu pedi ao doutor Tedros, que é o presidente da OMS, que nos autorize a exigir que todos os venezuelanos que venham para o Brasil sejam vacinados na fronteira porque [essa situação] tem nos causado problemas sérios de saúde no Brasil”, disse o ministro da saúde, Ricado Barros.

Segundo o ministro, o Brasil já registrou óbitos e tem mais de 100 casos de sarampo notificados, três deles em brasileiros. Ele afirmou que pretende reforçar a solicitação sobre este tema ao presidente Michel Temer.

No luxo e longe do povo
Suely recebe Ciro Nogueira hoje no luxuoso Espaço Cenariun para anunciar a pré-candidatura.

O Espaço Cenárium Recepções, a área mais nobre para a realização de eventos e festas da cidade, localizado no River Pakr, o bairro mais chique da cidade, será o palco do lançamento da pré-candidatura de Suely Campos à reeleição.

A reunião acontece hoje a partir das 10h30, com a presença do ministro das Cidades, Alexandre Baldy e do presidente do Partido Progressista (PP), o senador piauiense Ciro Nogueira, o mesmo que havia proibido Suely de realizar qualquer reunião nesse sentido até o dia 7 de abril.

Óbvio ululante que o local estará tomado por secretários, assessores mais diretos e alguns cargos comissionados. A festa será ao estilo costumeiro dos Campos, na base do luxo e da fartura.

Ai os entendidos que coordenam a política de Suely estão prometendo, segundo informou o dentista Paulino Linhares, uma outra festa para ‘o povão’, no Campo do Salada, no próximo dia 27,

Engraçado: para os nobres, o Espaço Cenaium, climatizado, som ambiente e quitutes, muitos quitutes. Para a plebe, um campo de terra batida na periferia, com distribuição certamente de água naqueles saquinhos da Codesaima. Fala sério!

Suely exonera a filha Danielle

Danielle Campos estava a frente da Representação do Governo de Roraima, em Brasília.

As razões não estão expostas no decreto, o fato é que Suely Campos exonerou a filha Danielle Silva Ribeiro Campos Araújo do Cargo de Secretária de Estado da Representação do Governo de Roraima em Brasília. A

A substituta será Márcia Cristina Caldeira Souto Maior, que já ocupava a função como adjunta.

A verdade é que com Danielle ou sem a ela, a Representação de Brasília, que já ocupou função de destaque em outros governos, hoje não tem tanta serventia.

Se fosse fechada renderia muito mais para o Governo. Afinal de contas só produz despesas.

O decreto de exoneração Nº 352-P, datado de 15 deste mês foi publicado no Diário Oficial do Estado Nº. 3199.

Venezuelanos são removidos

Mais de 200 venezuelanos foram removidos ontem da Praça Simon Bolívar para um novo abrigo.

O Governo Federal e a Agência das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) abriram ontem novo abrigo para imigrantes venezuelanos, na avenida Carlos Pereira de Melo, removendo para o local algumas famílias que se encontravam alojadas na Praça Simon Bolívar.

O local foi escolhido em parceria com o Acnur, que cuidará da organização do abrigo e registrará as pessoas acolhidas.

O Exército Brasileiro realizou a adequação parcial do local, e juntamente com as demais Forças, fornecerá a alimentação, apoio à saúde, segurança e a logística necessária para o funcionamento do abrigo.

O espaço recebeu ontem 220 pessoas venezuelanos, sendo famílias com crianças, além de mulheres grávidas e pessoas com necessidades especiais. Após o término da adequação do local, prevista para a próxima semana, poderá receber cerca de 800 pessoas.

Comissão avalia situação

Édio reuniu deputados roraimenses onde fizeram uma avaliação da situação migratória. 

O deputado federal Edio Lopes (PR) e demais parlamentares membros da Comissão Externa – Crise Venezuela, estiveram em audiência ontem (21) com o Comitê Federal de Assistência Emergencial da Casa Civil da Presidência da República, para tratar sobre a crise da imigração de venezuelanos em Roraima.

Edio Lopes destacou que o número de imigrantes venezuelanos é muito maior que os 52 mil contabilizados pelo Governo. “Os municípios do interior do estado estão em situações críticas. Os prefeitos não estão dando conta porque não tem o que fazer. É preciso que o Governo Federal resolva esta situação de uma vez por todas”, disse Édio.

Os parlamentares criticaram a morosidade do Governo Federal em resolver a situação dos venezuelanos e cobraram providências, tendo em vista os acontecimentos recentes que ocorreram em Roraima.

MDB de Jucá reforçado

Fernando Coelho é aplaudido por Jucá após assinar a ficha de filiação do MDB.

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, se filiou ao MDB, em solenidade realizada ontem, em Brasília.

A filiação ocorreu na sede do partido na Câmara dos Deputados, com a presença do presidente nacional da sigla, senador Romero Jucá e lideranças.

Fernando Coelho Filho disse que deixará o ministério até dia 07 de abril, prazo para que ministros que disputarão eleições de outubro se desincompatibilizem dos cargos. Ele retomará o mandato de deputado federal, do qual está afastado desde maio de 2016,

“ O ministro Fernando Filho é um excelente quadro para o partido e para o País. Desenvolveu um importante trabalho no ministério e com certeza terá grande futuro no MDB”, disse Romero Jucá.

Enquadramento: mudanças no texto

Jucá apresentou ontem um novo texto para a medida provisória aumento ainda mais os benefícios.

O senador Romero Jucá (PMDB), relator da Medida Provisória 817/2018, que trata da transposição dos servidores dos ex-territórios de Rondônia, Roraima e Amapá, divulgou ontem (21), o texto do Projeto de Lei de Conversão, que será apreciado pela Comissão Mista do Congresso que analisa a matéria.

Jucá acatou 67 emendas do total de 125 apresentadas ao seu relatório. “ O texto inicial foi melhorado e estamos conseguindo atender mais pessoas com enquadramento e assim fazer justiça com esses servidores”, disse

Além de aceitar várias sugestões que ampliam o enquadramento, Jucá apresentou como relator, outras emendas que irão beneficiar novas categorias. São elas:

  • Regentes de ensino: enquadramento na Carreira de Magistério do Ensino Básico dos ex-Territórios, com possibilidade de opção pelo EBTT – Carreira de Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico.
  • Grupo TAF – Tributação, Arrecadação e Fiscalização, e os servidores das carreiras de Planejamento, Orçamento e de Finanças e Controle do Poder Executivo Federal.: adoção da mesma tabela remuneratória dos Auditores-Fiscais da Receita Federal.
  • Garantia de recebimento da gratificação de desempenho aos servidores cedidos.
  • Extensão a aposentados e pensionistas da correção de enquadramento das seguintes categorias: Agente de Portaria, Agente de Vigilância, Telefonista, Motorista Oficial, classes C e D de Auxiliar Operacional de Serviços Diversos e classe B de Agente de Serviços de Engenharia.

MP teme por fuga em massa

Segundo o Ministério Público, nova fuga em massa pode ocorrer na Penitenciária Agrícola.

A notícia de uma eminente fuga em massa e a ausência de providências administrativas por parte do Executivo estadual motivou o Ministério Público do Estado de Roraima a encaminhar notificação recomendatória ao Governo do Estado para adoção de medidas efetivas aos problemas existentes.

O MPRR tomou conhecimento do caso por meio de denúncia relatando o fato. “Foi noticiado pelos detentos a realização de outra fuga em massa em março de 2018, aguardando-se, tão somente, a ordem do alto escalão das facções criminosas instaladas na PAMC”, relata um dos trechos da recomendação.

Consta na notificação recomendatória que o Governo do Estado deverá promover a imediata adoção de protocolo de enfrentamento de riscos, rebeliões e fugas, considerando a ocorrência de uma nova fuga em massa.

O governo tem 10 dias para apresentar um plano de contenção e realizar vistoria rigorosa nas celas dos detentos para verificar a existência de armas, celulares e túneis. O prazo se encerra hoje, 22.

Perguntinha

Afinal qual o fim que se deu ao cheque de R$ 500 mil encontrado na mochila do ex-vice-governador Paulo Quartiero, que deu origem ao mais rumoroso e cabeludo caso de polícia da história política de Roraima?


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts