Jalser é reconduzido para mais um mandato na Presidência da Assembleia e fica até 2022.

Compartilhe nosso conteúdo!
A Coluna de Hoje | Publicada 00h12
Jalser posa com deputados que o elegeram para mais um mandato. Foto | SupCom ALE

Eleito em 1º de janeiro deste ano para mais um mandato de 2 anos na presidência da Assembleia, o deputado Jalser Renier (Solidariedade) foi reconduzido ontem para outro biênio [2021/2022]. Junto com Jalser todo a Mesa Diretora foi reeleita para o mesmo período em seus respectivos cargos.

Na votação, que aconteceu ontem em Sessão Extraordinária, logo após a sessão ordinária, todos os deputados presentes opinaram pela manutenção da Mesa Diretora. Estavam presentes 23 deputados, notada apenas a ausência de Evangelista Siqueira (PT), que já havia manifestado apoio à recondução.

“O entendimento dos deputados foi de que devemos continuar para buscar melhorias junto ao governo federal, instituições, governos estaduais, senadores, para que juntos possamos resolver essa questão”, disse Jalser ao final da Sessão.

Jalser disse que tem buscado articular as instituições e classe política para tratar do assunto diretamente em Brasília. “Precisamos fazer uma força-tarefa para que o governo federal possa dizer ao povo venezuelano que eles merecem ajuda, mas que também digam ao povo brasileiro que ele não pode ficar sem estrutura adequada para que o Estado possa funcionar”.

 Teresa empossa mais 174 servidores
Teresa empossou mais 174 servidores na educação municipal.

A prefeitura de Boa Vista empossou mais 174 aprovados no concurso público da educação de 2018. Os novos professores pedagogos, professores de educação física e cuidadores já estão lotados, reforçando o efetivo da Secretaria Municipal de Educação e Cultura. A solenidade de posse ocorreu no Teatro Municipal de Boa Vista.

Os empossados disputaram as vagas com mais de 27 mil candidatos inscritos. De acordo com a prefeita Teresa Surita, nem todos os convocados se apresentaram para assumir as funções e, portanto, foi necessário aguardar o prazo legal para dar continuidade às convocações. Tomaram posse 99 professores (pedagogos), 18 professores de educação física e 57 cuidadores.

“Essa é mais uma chamada que estamos fazendo. Na primeira, muitos professores não apareceram para ocupar seus cargos, então tivemos que dar o prazo legal e fazer a chamada da segunda turma, para que todas as classes de aula não tenham problemas com ausência de professor. Agora espero que todos compareçam e que a gente não viva mais essa situação”, disse a prefeita.

Prefeito foge da repressão
Emílio González  fugiu para Roraima com medo de ser preso. Foto | SupCom ALE

O indígena da etnia Pemon, Emilio González, prefeito da municipalidade de Gran Sabana (Santa Elena de Uiarén), abandonou o posto e refugiou-se em Boa Vista.

Ontem, em depoimento na Assembleia Legislativa, onde foi recebido em Comissão Geral, Emílio afirmou que está sendo perseguido pelo regime de Nicolás Maduro e que se permanecesse na cidade corria o risco de ser morto.

Ele cruzou a fronteira no último sábado por uma rota clandestina, já que a fronteira está fechada. González revelou ontem há uma ordem de prisão para ele, feita pela ditadura de Nicolás Maduro. E afirmou que o município de Santa Elena está “tomado pelos pranes (chefes de facção) e pelas milícias do governo.”

“Neste momento estamos passando um momento difícil. Estamos em emergência. O narco governo de Nicolás Maduro está arremetendo contra um povo que necessita de paz e tranquilidade”, disse González.

Convocação é fake
Cópia do decreto falso que convoca brasileiros para o Exército.

Circula nas redes sociais a imagem de um suposto decreto presidencial que obriga todos os homens brasileiros entre 18 e 60 anos a servirem ao Exército durante o Carnaval. A razão para a medida de urgência seria a “iminência de conflito armado com a República Bolivariana da Venezuela”.

De acordo com o documento falso, o Decreto 9.175, publicado na última segunda (25), obriga os recrutas a se apresentarem às 18h do dia 1º de março para um treinamento militar “de caráter sigiloso”.

Uma rápida pesquisa, porém, revela que realmente existe um Decreto 9.175 do Palácio do Planalto e que o assunto do documento é totalmente diferente. Na verdade, ele regulamenta o transplante de órgãos no país e cria o Sistema Nacional de Transplantes (SNT). A medida foi publicada em 18 de outubro de 2017.

Deserção em massa na Venezuela
Militares venezuelanos são recepcionados por policiais colombianos.

Ao todo, 333 membros das Forças Armadas da Venezuela já deixaram o país e fugiram para a Colômbia em busca de ajuda humanitária, segundo informaram ontem, 26, as autoridades migratórias colombianas.

Esses militares se somam aos sete sargentos que cruzaram a fronteira venezuelana com o estado de Roraima e pediram asilo no Brasil desde domingo 24.

A grande maioria dos 326 oficiais que fugiram para a Colômbia entrou no país pelo estado de Norte de Santander, onde fica a cidade de Cúcuta, que no último fim de semana foi palco de cenas de violência.

Muitos militares também cruzaram a fronteira pelos estados de Arauca, Guajira e, mais recentemente, por Valledupar, Cartagena, Medellín e Bogotá.

Brasileiros querem ficar
Brasileiros que vivem na Venezuela não querem voltar.

A maioria dos brasileiros que mora na Venezuela não pensa em sair do país, mesmo que a situação política local se agrave, diz o Itamaraty.

Desde o último sábado (23), o ministério têm enviado emails a cidadãos brasileiros questionando-os sobre se estariam interessados em receber ajuda do governo brasileiro para sair da região, em caso de conflito.

Dos cerca de 9.000 brasileiros que moram na capital Caracas, por exemplo, apenas 2.000 responderam ao questionário do Itamaraty até o momento. E desses, cerca de 600 disseram que gostariam de ajuda para sair do país, segundo informou o Itamaraty à BBC News Brasil.

De acordo com as últimas informações do órgão, existem hoje cerca de 13 mil brasileiros vivendo no país caribenho. A maior parte, cerca de 9.000, vive na capital Caracas.

Grupo é autorizado a cruzar fronteira
Grupo de brasileiros que foi autorizado a cruzar a fronteira.

Um grupo de cerca de 100 brasileiros foi autorizado a deixar a região de Santa Elena do Uairén, na Venezuela, depois de uma longa negociação entre autoridades brasileiras e venezuelanas. Os brasileiros estão autorizados a regressar para o Brasil ontem à noite (26), segundo informações do Ministério das Relações Exteriores.

No grupo, há turistas e residentes, inclusive crianças, além de motoristas de caminhões. Inicialmente, surgiu a informação que apenas aqueles com problemas de saúde estariam autorizadas a retornar para o território brasileiro.

A fronteira do Brasil com a Venezuela está fechada desde o último dia 22, quando o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou a medida. A partir daí, houve momentos de confrontos e violência na região, registrando inclusive mortos e feridos.

Mecias preside comissão no Senado 
Mecias foi eleito ontem presidente da Comissão do Futuro.

A Comissão Senado do Futuro (CSF), elegeu ontem (26), por unanimidade, o senador Mecias de Jesus (PRB) como presidente e senador Zequinha Marinho vice-presidente do colegiado.

Composta por 11 titulares e 11 suplentes, a CSF tem por objetivo promover discussões sobre grandes temas e o futuro do país, bem como aprimorar a atuação do Senado nessas questões, de acordo com o Regimento Interno da Casa.

Na reunião, que também marcou a instalação dos trabalhos da CSF, ficou decidido que os próximos encontros serão realizados todas as quintas-feiras, às 11h.

Ao manifestar a honra de presidir, o senador Mecias de Jesus apontou os desafios que deverá enfrentar. “Depois de seis mandatos como deputado estadual, chego a esta Casa com o objetivo de lutar por meu estado e sobretudo ajudar o país a sair da atual crise que se encontra. Queremos trazer para a Comissão grandes temas e discutir sobre o futuro do país”, disse.

Mauricélio X Júlio Cesar: barraco na Câmara
Júlio Cézar e Mauricélio brigaram feio ontem na Câmara.

Os vereadores Mauricélio Fernandes (MDB) e Júlio Cézar (Podemos [presidente e vice-presidente da Casa] quase saíram no tapa ontem na sessão ordinária da Câmara de Boa Vista.

Os trabalhos no Plenário foram encerrados antes mesmo do término da Sessão, no meio de uma intensa discussão entre os dois vereadores, inclusive com relatos de ameaças de morte.

Mauricélio afirmou que o colega ameaçou de dar um tiro em seu filho e sua esposa. Medeiros nega e diz ter sido xingado primeiro. A confusão ocorreu depois que o vice cobrou do presidente da Câmara cópias de contratos com empresas e pediu vistas de um projeto de lei que reajusta o salário do procurador da casa

Os demais vereadores que presenciaram a discussão intercederam e afastaram os brigões da Mesa. Fernandes deixou o plenário escoltado pelos colegas. “Como que é que ‘tu’ quer dar tiro no meu filho e na minha mulher. Esse cara é maluco. ‘Tu’ tem que aprender a respeitar homem. Tu és acostumado a mexer com menino”, disparou Fernandes para Medeiros, antes de deixar o plenário.

Prêmio para os melhores | Desenvolver o agronegócio de Boa Vista é uma das prioridades da gestão da prefeita Teresa Surita. Com a criação da Secretaria Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas – SMAAI, agricultores familiares e as Comunidades Indígenas já colhem os bons frutos deste trabalho com aumento de produção, qualidade técnica, insumos especiais e mão de obra qualificada. E para celebrar os avanços, na manhã de ontem, 26, dois projetos receberam destaque da Prefeitura de Boa Vista. Na ocasião, a prefeita entregou o Prêmio PMDA Produtividade, inédito no município, e lançou o Projeto Tay Tay, criado pela gestão da prefeita Teresa Surita e desenvolvido na Comunidade Indígena Vista Alegre com apoio da SMAAI. O Prêmio foi criado com o objetivo de demonstrar a produtividade das lavouras atendidas pelo Plano Municipal de Desenvolvimento do Agronegócio (PMDA), bem como a produção indígena em toda a região de Boa Vista. Nesta primeira edição, a premiação contemplou as categorias: Grãos (milho, soja e feijão)Batata-doce e Melancia, além da categoria Produção Indígena“Estamos premiando os agricultores por produtividade e isso é realmente inédito em Boa Vista. Temos a oportunidade de comemorar dessa forma, em função da união entre todos nós e de levar a sério um programa e colocar toda a nossa energia, conhecimento, superar as dificuldades para que possamos ter resultados como esse. Hoje, tenho um orgulho enorme do avanço que tivemos até aqui”, disse.


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.
Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts