Jorge Everton afirma que a CPI da Saúde não acabará em pizza. Mas em ‘caldeirada’.

A Coluna de Hoje | Publicada 00:08

Everton garante rigor no relatório final da CPI.

O deputado Jorge Everton (MDB) – relator da CIP da Saúde – garante que o trabalho da comissão não vai acabar em pizza, mas em ‘uma grande caldeirada”.

É que ‘peixes graúdos’ cairão nas redes da CPI, que investiga supostos desmandos na Secretaria de Saúde do Estado.

Há grandes contratos sendo investigados que serão expostos futuramente, desvendando grandes somas de dinheiro movimentadas na pasta, nas gestões de Zé Anchieta (já morto) e Suely Campos.

“[Vamos ouvir] todos os citados, envolvidos, alguém que, de alguma forma, lesou os cofres do Estado ou não e possa ajudar com testemunho”, disse Everton.

Segundo ele – que já relatou com êxito a CPI do Sistema Penitenciário – a CPI é uma investigação complexa, mas o objetivo é melhorar a saúde pública de Roraima e retirar esses gargalos.

“Tudo será apurado e expostos à opinião pública. Quem praticou desmandos na saúde pública do Estado, pode ter certeza que os denunciarei no relatório final”, afirmou o relator.

Janot ‘afaga’ Jucá

Jucá foi citado no livro de Rodrigo Janot.

Em seu livro de memórias “Nada Menos que Tudo”, prestes a ser lançado e no qual promete revelar, em 256 páginas, os bastidores da Operação Lava Jato, o ex-procurador Geral da República, Rodrigo Janot, faz uma ‘dedicatória’ ao ex-senador Romero Jucá.

Num determinado trecho do livro, Janot faz uma série de elogios a Jucá, “o mais articulado do grupo, que impressionava pelo profissionalismo e pela educação”. Janot lembra que o parlamentar, embora tenha sido alvo de inquéritos da PGR, jamais o hostilizou e sempre lidou com o assunto de forma institucional.

“Não resvalava no ‘toma-lá-dá-cá’ e sempre respeitava os acordos sofridos na base do fio do bigode”, relembra. “Entendi porque Jucá se tornara uma espécie de sempiterno líder do governo no Congresso”.

Sabedor da calentura Romero se disse o seguinte ao Blog: “ O Janot reconhece que eu não fazia toma lá dá cá. Portanto não cometi nenhum crime. Por que estou então sendo investigado? Apenas por conta do jogo de poder e o ataque do MP a política! Absurdo…”

Pacaraima fora de São Marcos

Mecias é autor da proposta que libera Pacaraima da TI.

A Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou o Projeto de Decreto Legislativo que exclui da terra indígena São Marcos a área urbana do município de Pacaraima, em Roraima. A matéria segue para análise da Comissão de Constituição, Justiça (CCJ).

Para o autor da proposição, senador Mecias de Jesus (Republicanos), a delimitação da terra indígena violou a integridade do município, o que contraria a Constituição.

Segundo Mecias a demarcação definida pelo traria desde a origem “insanável vício, na medida em que estendeu os direitos das terras indígenas sobre área municipal de ocupação anterior à demarcação da terra indígena”.

O texto determina ainda a entrada em vigor do decreto legislativo na data de sua publicação, dando o prazo de 180 dias para que o Poder Executivo identifique e demarque a área urbana da sede municipal.

Não tem explicações

Denarium: mais cargos comissionados para a Seinf.

Roraima encontra-se em regime de Calamidade Financeira desde o início da gesta, mas Antônio Denarium surpreende pedindo a criação de mais cargos comissionados.

Justo ele que mantém aquela cantilena exaustiva de contenção de gastos, inclusive reduzindo os cargos em comissão? Pois bem, ele que criar mais 32 funções no âmbito da Secretaria de Infraestrutura que vão gerar despesas de R$ 273 mil mensais.

O projeto de lei já foi inclusive encaminhado ao Poder Legislativo. Os ‘carguitos’ são para atender o Grupo Técnico Especializado em Gestão Estratégica (GTEGE).

Caso a nova medida seja aprovada na Assembleia, o número de membros na estrutura passa de 24 para 54, com custo mensal subindo de R$ 87,5 mil para R$ 273,3 mil, uma diferença de R$ 185,8 mil.

Smtran ganha sede nova

A nova e suntuosa sede da Smtran foi inaugurada ontem.

A prefeita Teresa Surita inaugurou ontem a nova sede da Secretaria Municipal de Segurança Urbana e Trânsito. O prédio fica localizada na avenida Capitão Júlio Bezerra, bairro 31 de março, antiga Cobal. 

Desde 2013, a Secretaria passou por vários endereços, com prédios inadequados, alugados. Antigamente, toda a estrutura ficava na BR-174, distante do centro da cidade. Hoje, a secretaria ganha uma estrutura própria, totalmente adaptada.  

“A secretaria agora tem prédio próprio, todo equipado com todas as condições que a Guarda Municipal precisa para poder desempenhar o seu trabalho. Isso é um grande avanço, agora a GCM vai realizar um trabalho de acordo com que a população espera. Estou muito feliz em cumprir mais um item do Plano de Governo 2017/2020”, disse Teresa Surita.

O prédio conta com uma estrutura moderna, como o bloco de processamento de dados, quadra poliesportiva, academias, alojamentos, salas de educação para o trânsito, auditório, sala de foyer, garagem e posto de vigilância.

Homenagem a Aderbal Neto

Pai e filha de Aderbal na inauguração da nova sede.

O nome do prédio é uma homenagem a Aderbal Accioly Nery Alves de Figueiredo Netto.  Aderbal teve uma breve passagem pela Procuradoria-Geral do Estado de Roraima, durante 6 meses, no ano de 2005, no cargo de Assessor Especial.

Em fevereiro de 2013, a convite da Prefeita Teresa Surita, foi cedido o para a Prefeitura de Boa Vista para exercer o cargo de secretário municipal adjunto de Segurança Urbana e Trânsito, tendo o seu maior reconhecimento profissional.

O valor da obra, R$ 9,8 milhões, foi garantido em Brasília pelo senador Romero Jucá.

“É mais um passo para o fortalecimento da GCM. Desde que a Teresa assumiu a atual gestão, trabalhamos juntos para oferecer uma estrutura adequada. Concursos, armamento, equipamentos e agora a sede, sem dúvida são mais condições de trabalho”, comentou o ex-senador Romero Jucá.

Nova Lei dos Condomínios

Teresa entregou o projeto ao vereador Mauricélio.

Como forma de organizar a ocupação da cidade por meio de loteamentos, a prefeita Teresa Surita apresentou ontem, 30, o Projeto de Lei que autoriza o Condomínio de Lotes.  

A proposta da matéria é adequar a legislação municipal para permitir, nos limites territoriais definidos, a aprovação de parcelamento de solo na forma de condomínios horizontais de lotes.

A nova legislação prevê que no caso dos condomínios horizontais, a imobiliária poderá vender os lotes sem construção, diferente do condomínio edilício, para o qual é exigida a construção prévia.

Dessa forma, nessa modalidade não será preciso ter uma edificação, bastando apenas as obras de infraestrutura que marcam a noção de lote.

‘Muda concepção de moradia’ diz Teresa 

Teresa:mais organização no projeto habitacional.

Para a prefeita Teresa Surita, essa lei vai mudar a concepção de moradia de Boa Vista, pois visa organizar a ocupação dos espaços próprios à habitação, além de contribuir com maior economia, uma vez que o setor comercial poderá se organizar para atender em localidades bem mais estruturadas.

“Essa lei foi discutida com todos os segmentos e chegamos a um acordo do que é melhor nesse momento. O trabalho que nós queremos fazer economicamente fortalece os comércios perto desses lugares. Porque, uma padaria, por exemplo, vai atender muito mais pessoas do que no modelo atual, onde os bairros vão se criando afastados, com mais asfalto, saneamento e iluminação”, destacou a prefeita.

Outra alteração prevista se dá no tamanho máximo dos loteamentos, que poderão passar de quatro quadras para até 50 hectares.

Os parâmetros urbanísticos estabelecidos na lei vão de encontro do entendimento discutido durante a 6º Conferência das Cidades, ocorrida no ano de 2016.

Édio Lopes no Parlasul

Édio participou ontem da reunião do Parlasul.

O deputado federal Édio Lopes (PL) participou ontem de importante do Parlamento do Mercosul (Parlasul), na cidade de Montevidéu (Uruguai. Na pauta: Infraestrutura, Transportes, Recursos Energéticos, Agricultura, Pecuária e Pesca.

O Parlasul discutiu o acordo entre os países que compõem o Mercosul para a construção de uma ferrovia que ligará o porto de Paranaguá no estado do Paraná, num trajeto que passará por Guaíra (Paraná), por Salta, que fica situada na divisa da Argentina com o Paraguai, até o porto de Antofagasta, no Chile.

De acordo com o parlamentar, será um percurso de quase 3 mil km, o que proporcionará uma economia de 18 dias de navio e mais de 8 mil km de rota marítima, ligando o Oceano Atlântico ao Oceano Pacífico.

“Será um barateamento, por exemplo, no custo da soja brasileira, da ordem entre 40-60% onde o frete ficará mais barato para chegar aos países da Ásia”, explica Edio Lopes.

Antirrábica foi sucesso | As ações de vacinação antirrábica nos bairros da cidade finalizaram neste fim de semana, mas as doses da vacina continuam disponíveis na Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses (UVCZ), no bairro Centenário. A meta de campanha era vacinar mais de 30 mil animais durante todo o ano. O total geral de animais vacinados até o momento foi de 30.664.  Somente nos quatro sábados de campanha, as equipes da UVCZ vacinaram 22.778 animais entre cães e gatos, em 51 bairros da cidade. Já nas ações de bloqueios no bairro Liberdade foram vacinados 2.968 e no bairro Asa Branca 4918, totalizando 30.664 animais vacinados. Essa iniciativa da prefeitura de mobilização aos finais de semana teve o objetivo de vacinar e proteger um número maior de animais.  A campanha encerrou, mas as doses da vacina estão disponíveis durante todo o ano na UVCZ, em horário comercial.   

CONTATOS DO AUTOR

www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com / expeditoperonico@gmail.com Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: