Jornal de São Paulo diz que PCC recruta venezuelanos em prisão de Roraima e amplia frente internacional do crime.

*** A Coluna de Hoje /// Publicada 00h14m ***

Na PAMC, segundo o Jornal, é onde os venezuelanos são mais assediados pela facção criminosa PCC.

O jornal O Estado de S. Paulo, uma das maiores publicações nacionais, expôs a crise humanitária venezuelana por um outro ângulo. Segundo reportagem especial de página inteira, o jornal anota que a situação está se somando a uma crise carcerária e de segurança pública brasileira no interior da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc), consolidando uma perigosa relação criminosa entre a facção PCC que estaria cooptando venezuelanos que chegam cada vez em maior quantidade às cadeias locais.

Desde o fim de 2016, com o recrudescimento da crise política e econômica na Venezuela, cujos impactos vão da precariedade do sistema de saúde à pouca oferta de produtos nos supermercados, os vizinhos decidiram migrar. A cidade de Pacaraima, na fronteira, e a capital Boa Vista são as que notam os efeitos do fluxo, que deixa um rastro de superlotação em abrigos públicos e um número incomum de pedintes nas ruas.

A situação tem culminado na prisão de venezuelanos que se envolvem em crimes como furto e roubo de celular, além da entrada ilegal de combustível, e tráfico de drogas. Dados da Secretaria de Justiça de Roraima mostram que de cinco venezuelanos presos o número passou para mais de 60 em um ano.

Quem se aproveitou disso foram os integrantes da facção paulista PCC, que recrutam os estrangeiros para os quadros e fortalecem a conexão internacional em busca de armas, drogas e lavagem de dinheiro.

A cônsul da Venezuela em Roraima, Gabriela Ducharne, disse nesta quinta-feira (4) que a situação é verdadeira, mas a falta de informações fornecidas pelos presos impede que sejam tomadas providências.

“Não tenho muita informação porque eles não falam muito. Mas é verdade: estão sendo obrigados a entrar nas facções, senão sofrem as consequências. Eles não falam muito, mas dizem que estão sendo incluídos. Alguns não falam que são obrigados, só que estão fazendo parte.”

Dos 726 mil detentos no sistema prisional do país, há 2.600 estrangeiros, segundo relatório do Ministério da Justiça. Dos estrangeiros, 56% são do continente americano. O relatório soma dados relativos a julho de 2016, quando em Roraima havia 31 estrangeiros, 1,3% dos presos do sistema local.

Procurado, o Ministério da Justiça não se posicionou sobre a atuação do PCC em Roraima. Afirmou que o serviço de inteligência da pasta recebe informes das polícias locais. Fonte | O Estadão.

O perigo bate à porta

Suely pode enfrentar problemas de ordem legal por uso indevido de convênios.

Uso comprovado e indevido de recursos de convênios para liquidar o 13º salário dos servidores estaduais, trará problemas sérios para a governadora Suely Campos.

O fato ocorreu em dezembro do ano passado. Sem dinheiro em caixa ela apanhou o que veio do Governo Federal – para outros fins – e pagou o benefício do funcionalismo, num flagrante delito tipificado como ‘apropriação indevida’, portanto, crime de responsabilidade.

Na Secretaria da Fazenda há um certo desespero sobre como cobrir o ‘rombo’. Mas mesmo que isso aconteça, não há como limpar a ‘sujeira’ já materializada.

Admirável é que o fato ocorreu e não se ouve uma manifestação por ínfima que seja dos órgãos de controle.

Contas bloqueadas. De novo

O Governo vem sofrendo bloqueios regulares por não repassar recursos.

Mais uma ação visando assegurar a transferência constitucional de recurso pelo Estado, foi impetrada na Justiça Local.

Desta vez a iniciativa partiu do Tribunal de Justiça de Roraima, que impetrou mandado de segurança contra o Governo, por meio do Ministério Público do Estado para cobrar o repasse do duodécimo, devido ao tribunal referente aos meses de novembro e dezembro do ano passado.

De acordo com o Diário Oficial Eletrônico do TJRR, publicado ontem, o Governo descumpriu acordo celebrado mês passado, para o pagamento da dívida parcelada em 10 vezes.

Ao invés disso foram verificadas 11 movimentações na data de 28 de Dezembro, no valor de R$ 70.240.000,00 na conta do Estado, do Banco do Brasil, “com intuito de frustrar o bloqueio anteriormente determinado”.

Cadê meu dinheiro?

Na ALE o clima é pesado porque o Governo não fez o repasse do duodécimo de dezembro.

Na Assembleia Legislativa a crise financeira do Governo de Suely está causando certo desconforto.

Ontem alguns deputados comentavam que a situação está insustentável e culpam a falta de gestão.

O aborrecimento maior, claro, é que como não houve os repasses regulares e integrais do duodécimo de novembro e dezembro, os parlamentares não receberam ainda a verba indenizatória.

Alguns benefícios regimentais também não foram pagos e a expressão mais ouvida é: “não tem dinheiro”. O clima está carregado.

Leocádio não vai

Leocádio está sendo cogitado para ocupar uma Secretaria no Governo de Suely.

A novelinha que se formou em torno de uma possível migração para o governo de Suely certamente não se confirmará. Ficará no campo dos boatos, algo muito próprio daqui.

É que Leocádio Vasconcelos, atualmente Superintendente Geral da Assembleia, não fará mais parte do time estadual, conforme amplamente noticiado na ‘rádio cipó’.

Há entraves seríssimos a serem desatados nessa possível transferência. O principal deles tem reminiscências de ordem política, do tempo que Leocádio foi secretário de outros governos.

O líder Brito Bezerra, por exemplo, bradou em tom estridente, para que todos que se encontravam na sala vi pudessem ouvir: “se o Leocádio entrar por uma porta, eu saio por outra”.

Leocádio é um técnico experimentado, um gestor rigoroso e de competência certificada. Certamente será ambicionado por qualquer governo. Mas teria sucesso em um Governo claudicante e fadado ao insucesso? Pensa melhor, Leocádio!

Cadê o Diário Oficial do Estado?

O Diário Oficial do Governo não é publicado regularmente na data. Este ano não circulou ainda.

O Governo de Suely está absolutamente atrasado com as publicações do Diário Oficial do Estado (DOE). Pelo menos as edições de 2018 não estão disponíveis na internet, como devia.

O DOE que tem a função de informar atos públicos leis, decisões, resoluções, licitações, contratos ou outro assunto que seja de interesse público, além de proporcionar transparência às gestões, nunca circulou regularmente na data atualizada.

Em tempos que a sociedade pede mais transparência da gestão pública, o atraso sistemático da publicação geral prejuízos institucionais seríssimos.

A última publicação do DOE é de quinta-feira, 28 de dezembro do ano passado.

Venezuela: Brasileiro preso é encontrado

Jonatan foi localizado em Caracas. Está no centro dedicado a presos políticos do regime Maduro.

O Ministério das Relações Exteriores da Venezuela confirmou ao Itamaraty que o brasileiro Jonatan Diniz, preso em 26 de dezembro, está em uma instalação de órgão de segurança local.

A chancelaria local também informou às autoridades brasileiras que o homem de 31 anos se encontra em bom estado de saúde.

Jonatan viajou à Venezuela na metade de dezembro para organizar uma campanha de doações para crianças carentes. Sua detenção foi anunciada em televisão nacional pelo braço direito do presidente Nicolás Maduro, Diosdado Cabello.

O Itamaraty não confirmou em qual órgão do governo venezuelano Jonatan está detido. Porém, a ONG Foro Penal Venezuelano, de direitos humanos no país, informou à família do brasileiro que ele está preso no centro de detenção do Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional (Sebin), em Caracas.

Ribeirinhos nas redes

Antenas para recepção de sinal de Internet estão instaladas nas comunidades ribeirinhas.

Por meio de articulações do deputado federal Edio Lopes (PR) junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, as comunidades ribeirinhas de Sacaí, Terra Preta e Cachoeirinha, situadas na região do Baixo Rio Branco em Caracaraí, receberam a instalação de antenas que disponibilizam o serviço de internet gratuita via satélite.

Esta parceria do deputado com a prefeita do município Socorro Guerra (PROS), é uma iniciativa importante que além de promover a inclusão digital, também tem caráter social relevante, pois possibilita o acesso de famílias dessas comunidades mais isoladas aos serviços públicos.

Esta ação traz uma extraordinária ferramenta na área de educação para estas comunidades, permitindo que professores e alunos possam fazer pesquisas, melhorando o conteúdo das matérias que serão apresentadas. É um imprescindível mecanismo de comunicação e, daqui pra frente, estas comunidades estarão conectadas com o resto do mundo por meio destas antenas”, declarou Edio Lopes.

Mão única | Desde ontem, a avenida Joca Farias, localizada no bairro Caranã (foto acima), terá seu sentido modificado. Sendo assim, a via terá mão única, a partir da rotatória da BR-174 (Norte) até a avenida Cabo PM Lawrence Melo (antiga Av. 24). Esta, por sua vez, também terá mão única, no sentido Joca Farias – Parimé Brasil. As equipes de engenharia e fiscalização da Superintendência Municipal de Trânsito (Smtran) vão estar no local para finalizar as obras de implantação da sinalização vertical e horizontal, além de instruir os condutores a respeito das mudanças.


CONTATOS DO AUTOR | www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta