Jucá comanda o Orçamento da Nação

A coluna de hoje | publicada 00h35
Votar a proposta orçamentária de 2015 é uma das primeiras missões dos parlamentares que iniciaram a nova legislatura no domingo passado. Mas o relator-geral do projeto, senador Romero Jucá só libera o texto depois que Congresso desobstruir a pauta do Plenário, trancada por um veto presidencial.
Jucá deverá apresentar um acréscimo, no Plenário, dando destino a R$ 1,262 bilhão que ele mesmo havia reservado para elevar o valor do salário mínimo em 2015 de R$ 788,06, fixado na proposta orçamentária, para R$ 790.
O governo, que define por decreto o valor anual, decidiu-se, porém, pelo valor em R$ 788, em vigor desde o dia 1º de janeiro. Com isso, a dotação extra incluída pelo relator ficará livre para outra destinação.

Destino do dinheiro
O relator não confirmou para onde irão os recursos. Presidentes de partidos esperam que parte vá para o Fundo Partidário. Nos últimos anos, o Congresso Nacional tem elevado a dotação original do fundo em R$ 100 milhões.

A proposta orçamentária de 2014, por exemplo, previa R$ 264,3 milhões para o fundo. O Congresso aprovou R$ 364,3 milhões. Para 2015, o parecer final do senador Jucá manteve o mesmo valor que veio do Executivo (R$ 289,6 milhões).

Emendas individuais
Jucá disse também que os deputados e senadores novatos, que assumiram o cargo no domingo, não podem mais apresentar emendas ao orçamento deste ano.
O prazo acabou no ano passado. As emendas são apresentadas durante a tramitação da proposta orçamentária na Comissão de Orçamento.

A proposta orçamentária aprovada na comissão contempla R$ 9,7 bilhões para emendas individuais de deputados e senadores.

É muita grana
As emendas destinam recursos para as bases eleitorais dos parlamentares. Cada um dos 594 congressistas pôde apresentar até 25 emendas no valor global de R$ 16,3 milhões, sendo metade (R$ 8,15 milhões) obrigatoriamente para ações de saúde pública.

Outra vez Jucá
E ontem, mostrando que goza de notoriedade em seu Partido, o PMDB, o senador Romero Jucá foi reeleito para mais um mandato de dois anos como vice-presidente do Senado Federal.

S.O.S Rio Branco

O rio vai morrendo enquanto é retirado o seixo do seu leito.

O rio vai morrendo enquanto é retirado o seixo do seu leito.

Alerta ao Ministério Publico e órgãos do meio ambiente que fiscalizam crimes contra a natureza. Próximo a Ponte dos Macuxis, naquele banhado principal em frente àquelas empresas de cerâmica, o Rio Branco dá sinais de colapso.

Um mato verde e rasteiro está tomando conta de tudo. Sinal de que nosso principal rio está morrendo. É o que dá a retirada de seixo por empresas de construção. Estão matando o rio na fuça bem nas nossas fuças.

Enfrentamento

O deputado Mecias desistiu de candidatar-se a presidência da Assembleia na eleição passada.

O deputado Mecias desistiu de candidatar-se a presidência da Assembleia na eleição passada.

O deputado Mecias de Jesus aboletou-se no grupo de Suely Campos ainda no segundo turno da eleição passada, e por lá ficou. Agora governista, não terá trabalho como na legislatura passada em que se esmerava no combate que fazia ao adversário Anchieta Jr.

Pelo que se aponta agora, como é situação, o entrevero de Mecias será na direção da Mesa Diretora. Os primeiros sinais vieram por meio de uma entrevista publicada ontem no portal g1.com.br/roraima.

Cabo de guerra

Manifestantes se organizaram ontem na Praça do Centro Civico.

Manifestantes se organizaram ontem na Praça do Centro Civico.

Preocupados com o anúncio feito pelo governo do Estado de que o pagamento de salários será feito após o dia 11 do mês, seis sindicatos de trabalhadores protestaram ontem na porta do Palácio Hélio Campos.

Segundo Ornildo Souza, presidente do Sinter, os trabalhadores exigem que o pagamento volte a ser feito no último dia útil de cada mês.

E há um agravamento ai: a verba para pagamento de salários de professores vem do Fundeb, creditada na conta unica 001 do Governo a cada dia 10.

Cachimbo da paz

Governo e Assembleia se entenderam no caso das nomeações irregulares de dirigentes de órgãos da administraçao indireta.

De acordo com o presidente em exercício da Assembleia, Coronel Chagas (PRTB), após uma reunião com o procurador-geral do estado, houve orientação para que o governo faça as correções necessárias para que o pedido de afastamento seja reconsiderado.

E assim sendo, obedecendo o processo legislativo, os nomes vão finalmente ser sabatinados quando os deputados voltarem do recesso.

Buraco negro

A governadora Suely e seu estafe só encontram problemas a cada mexida na estrutura administrativa do Estado. Passados os primeiros 30 dias de sua vigência, o Governo se vê em situação de estorvo, devido os buracos deixados por Anchieta Jr.

Quanto mais o negócio é remexido, mais fede. E a governadora vai se dando conta que nesse primeiro ano não haverá dinheiro suficiente para aplicar em absolutamente nada.

Porteiras abertas

Édio é o relator da PEC que obriga a liberação das emendas sem barganha nos ministérios.

Édio é o relator da PEC que obriga a liberação das emendas sem barganha nos ministérios.

Com crédito na Câmara Federal, em seu terceiro mandado, o deputado Édio Lopes vai defender com garras e dentes a aplicação já neste ano do orçamento impositivo.

Isso significa que se posto em prática, a distribuição do dinheiro da União para Estados e Municípios se torna mais ágil. Édio foi o relator da PEC que será votada em segundo turno nos próximos dias.

É que as emendas de senadores e deputados são liberadas naturalmente com a abertura do orçamento anual, sem que para isso os parlamentares tenham que beijar a mão da presidente e dos ministros.

Crédito social

Uma comissão da Assembleia acompanha com dureza e inflexibilidade, a investigação que se faz nos pagamentos do Crédito Social. O governo suspendeu os benefícios sob alegação de que há pagamentos sendo efetuados a quem na verdade não se enquadra nas finalidades sociais do Programa.

A Secretaria do Trabalho já informou que todas as famílias inscritas serão submetidas a um rigoroso recadastramento.

Pagamento do atrasado
Sobre o pagamento do retroativo o deputado Xingu afirmou que os dados ainda são generalizados, mas a Assembleia vai sugerir ao Governo do Estado, criar uma conta específica para depositar o dinheiro que não for pago durante o período de suspensão.

E assim, poder fazer o pagamento retroativo dos beneficiados, após a conclusão desse trabalho da Setrabes.

Inferno e paz
Um prédio azul, vistoso, localizado na avenida Mário Homem de Melo, próximo do mercado do bairro Buritis, serviu de sede da empresa financeira NSAP.
Foi ali onde se deu o maior desvio de dinheiro publico de Roraima, originando o rumoroso “Caso Gafanhoto”, em que o dinheiro sangrava por meio de procurações, mas que na verdade não chegava ao bolso do destinatário.

Hoje, acreditem, a construção abriga a sede da Igreja da Paz. Mas guarda boas lembranças daquela época onde o dinheiro público abundava.

Musa da Câmara

Shéridan: um novo rosto bonito a ser apreciado nos corredores do Congresso.

Shéridan: um novo rosto bonito a ser apreciado nos corredores do Congresso.

Nem pôs direito os pés em Brasilia e a deputada federal Shéridan de Anchieta foi logo designada a ‘musa da Câmara Federal’.

O próprio Partido da parlamentar, o PSDB, encaregou-se de espalhar o feito, publicando galeria de fotos de mulheres deputadas, tendo Shéridan como a principal referência de beleza do grupo.

Blocos na avenida
A Prefeitura está anunciando um carnaval animado, desta vez sem desfiles daquelas escolas horríveis e mal amanhadas.

Esse negocio de dar dinheiro para dono de escola só ajudava a muito neguinho encher o bolso e no minimo trocar o carro velho por um do ano. E a batucada, conforme o próprio anúncio feito pela prefeita Teresa Surita, será na praça Velia Coutinho.

Boa Vista já pode esquentar os tambores, porque de 13 a 17 de fevereiro a Praça Velia Coutinho vai ferver! Além da participação de 16 blocos de rua, a prefeitura ainda preparou uma programação com vários artistas e bandas locais”, anuncia a Prefeita

Chimham king, o camarão rei
Vivendas do Camarão, marca famosíssima no Brasil inteiro pelos deleitosos pratos a base desse crustáceo, está desembarcando em solo macuxi.
Quem já provou da iguarias refinadas nas lojas da franquia no centro-sul do pais, não veem a hora de saboreá-las por aqui.
A famosa representação chega pelas mãos empreendedoras do jornalista Riu Figueiredo e bem pertinho de todos, no Roraima Garden Shopping.

 

Mulheres no comando
Da série “o mundo é das mulheres”, destacamos que pela primeira vez os marmanjos ficaram de fora na votaçao para escolha do novo chefe do Ministério Público do Estado.

São três mulheres na lista tríplice, encaminhada para a escolha da governadora Suely Campos: Elba Christine Amarante de Moraes, Cleonice Andrigo Vieira e Stella Maris Kawano D’Ávila.

Suely tem um prazo de 15 dias para efetivar a nomeação e a posse deverá ser no próximo mês, pois o mandato do procurador-geral Fábio Stica termina no dia 22., um domingo.

Todos iguais
O deputado estadual Izaias Maia ascendeu ao poder mas não perdeu as origens.

Continua a disseminar sua postura solidária pelos bairros mais pobres de Boa Vista, sua marca registrada. E continua a pregar o bem em seu programa de TV, o Barra Pesada. E promete que a força do sistema não o desvirtuará do caminho dos justos.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: