Justiça ainda que tardia: Janot pede arquivamento de inquérito contra Romero Jucá.

*** A Coluna de Hoje /// Publicada 00h13 ***

Renan Calheiros, Romero Jucá e José Sarney foram gravados clandestinamente pelo ex-presidente da Transpetro.

Obrigado a se afastar do Ministério do Planejamento uma semana depois da posse por conta de uma gravação clandestina que o colocava no centro de uma suposta armação para brecar a operação Lava Jato, o senador roraimense Romero Jucá (PMDB) viu ontem uma injustiça ser reparada mesmo que tardiamente.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) o arquivamento do inquérito aberto na Corte para investigar os senadores Romero Jucá e Renan Calheiros e o ex-senador José Sarney sob acusação de que estavam tramando para atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.

Em julho, a Polícia Federal (PF) também solicitou o arquivamento da investigação por insuficiência de provas. A PF entendeu que as conversas gravadas entre os três políticos com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, não configuraram crime.

Aberto em fevereiro o inquérito contra os políticos tem como base o acordo de delação premiada de Sérgio Machado e conversas gravadas entre ele e os outros envolvidos. Agora caberá ao ministro do Supremo Edson Fachin, relator do caso, dar a palavra final sobre o arquivamento do processo.

Ao receber a informação sobre o arquivamento do inquérito, o senador Romero Jucá lamentou, indignado, que a mentira tenha sido a causa de seu pedido de demissão do Mistério e tenha lhe causado embaraços políticos aqui em Roraima e no restante do país.

Sempre refutei a acusação e falei que a imprensa não poderia comprar uma versão que não condizia com a verdade. Entreguei cargo de ministro do Planejamento por conta da matéria na Folha de S. Paulo, que foi exaustivamente publicada pela imprensa em efeito manada. Sempre refutei as acusações, pois a minha fala se referia ao desastre da economia, ao desastre do governo Dilma. Jamais para estancar a operação Laja Jato, que tem meu apoio”, disse Jucá

 ‘Um mentiroso’, diz empresário sobre Faradilson

Faradilson é acusado de mentir e aliciar seguidores com a promessa de doação de títulos urbanos.

“Vou repetir a vocês, não vão na onda desse cara. Ele é um mentiroso, que quer se promover para política a qualquer custo, usando as pessoas”.

A declaração acima é do empresário Peterson Tubarão Gomes que sou a sua página em uma rede social nos últimos dias para esclarecer que terras de propriedade de sua família não estão sendo negociadas com uma associação clandestina chamada Famer, dirigida pelo invasor de terras Faradilson Mesquita.

“Em nome da família Ferreira quero deixar bem claro que esse papo de que o Faradilson está negociando as terras da família, para fazer um loteamento, não procede. Esse Faradilson é um mentiroso, ele está usando os mesmos argumentos da invasão do Haras Cunhã Pucá, dizendo que as terras já estão negociadas”, destaca a publicação.

O Impeachment de Suely já era

Jalser está inclinado a não aceitar qualquer processo pedindo o Impeachment de Suely.

Pelo tom da conversa do presidente Jalser Renier, capada em uma rádio local, o processo de Impeachment da Governadora Suely Campos, cujo pedido foi feito em junho pelo deputado Jorge Everton, não germinará.

Apesar das duras críticas ao Governo do Estado, o deputado informou que não pretende aceitar os pedidos de afastamento ou de impeachment contra a governadora Suely Campos, por acreditar que isso poderia contribuir negativamente para o desenvolvimento de Roraima.

Jalser acha que afastar não é uma atitude inteligente e se opõe a qualquer tipo de cassação. “Eu já fui cassado e sei como é ruim ganhar o voto pelo povo e ser cassado por menos de uma dezena de pessoas, então, não serei eu quem fará isso com a governadora”, declarou Jalser.

“Eu sou contra a gestão da governadora. Agora eu também não posso piorar ainda mais a economia do Estado criando uma instabilidade econômica e política. Cassar ou afastar a governadora por meio de Impeachment ou criar um constrangimento na sua gestão significa piorar a nossa perspectiva econômica do Estado”, disse ele.

Brito vai na contra-mão

Brito Bezerra afirma que Suely é a melhor candidata e merece a reeleição. Será que o povo concorda com isso?

Se o líder de Suely Campos não tomar bastante cuidado, será abalroado por trafegar na contra-mão. Brito Bezerra está certo de que essas poucas alianças adquiridas recentemente são capazes de assegurar a reeleição da ‘chefa’.

Se ele soubesse a repercussão negativa – para os novos cristãos, claro – que eclodiu nas redes sociais e nas ruas por conta dessas adesões, não falaria isso jamais. Seu otimismo contrasta com a realidade e certamente vai causar perdas na vida política de quem pulou o muro.

E convicto de que todos são aqui são neófitos em politica, cunhou a seguinte expressão: ‘Hoje vejo a governadora como a pré-candidata mais forte ao Governo do Estado’. Isso só ode ser piada. Tá defendo demasiadamente o seu, né Brito?!

O furacão “Sabá” causará estragos 

O Palácio do Governo pode testemunhar problemas sérios por conta da contratação de uma nova agencia.

Um enfrentamento de proporções gigantescas está para eclodir, um andar abaixo do gabinete da governadora Suely Campos, precisamente na Secretaria de Comunicação Social.

Nos próximos meses o Governo, por meio da Secom, estará abrindo licitação para contratar agências de propaganda para cuidar do institucional, do marketing e da conta de publicidade de Suely. O negócio envolve minguados R$7,6 milhões.

Por determinação do secretário Gustavo Abreu Vieira já foi instituída até a comissão que está cuidando do recebimento e seleção de cadastros de agências interessadas.

Ocorre que o atual dono da conta, o publicitário manauense Sebastião de Freitas Noronha, o Sabá, abandonado e praticamente ‘chutado’ na atual gestão, disse que vai resistir. Primeiro almeja receber o que lhe é devido – é muito dinheiro – depois vai dar ciência, ou seja, tornar público sua relação de conflitos com o atual secretário, tanto no MP, TCE e na imprensa.

Venezuela: PF investiga organização criminosa

A Polícia Federal deflagrou uma operação para investigações negócios sujos com a Venezuela.

A Operação Conexão Venezuela foi deflagrada na manhã ontem em cidades do Rio Grande do Sul e de São Paulo. Ela tem o objetivo de apurar a prática dos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa. “Conforme as investigações, empresas sediadas na Venezuela (dentre elas, uma estatal) remeteram vultosos valores ao Brasil, a pretexto de aquisição desses equipamentos”.

No período de 2010 a 2014, o dinheiro movimentado pela organização teria ultrapassado R$ 200 milhões, diz a Polícia Federal (PF). De acordo com a investigação, parte considerável desses recursos não foi destinada aos fabricantes e fornecedores, tendo circulado em contas bancárias diversas e enviada para fora do país.

Segundo a PF, as investigações tiveram início com base em procedimento fiscal da Receita Federal, que identificou pessoas jurídicas fazendo operações financeiras atípicas, supostamente no exercício de atividade de intermediação de exportação de máquinas e implementos agrícolas do Brasil para a Venezuela.

Policiais federais estão cumprindo mandados de busca e apreensão em Porto Alegre, Canoas, Passo Fundo e Erechim. No estado de São Paulo, as ações ocorrem em Americana e na capital paulista. Seis pessoas são alvos de condução coercitiva.

Setembro Amarelo: MP e ALE fazem parceria | “Doe um Minuto e salve uma vida”. Com essa ideia, o Ministério Público Estadual encabeçou uma campanha junto a diversos parceiros, entre elas, a Assembleia Legislativa de Roraima, e assinaram, na manhã de ontem (foto acima), um protocolo de intenções para execução de atividades para o Setembro Amarelo 2017. Estiveram presentes representantes de instituições públicas e privadas de ensino superior, da Saúde Estadual e Municipal, da Segurança Pública, Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Roraima, de segmentos religiosos, entre outros. O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jalser Renier, garantiu que o Poder Legislativo estará sempre presente em ações, como essa encabeçada pelo MP, por serem em prol da vida e em apoio à população. “Estamos novamente em parceria com o Ministério Público com o trabalho que vem sendo muito bem feito pela promotoria da Saúde, com a doutora Jeanne Sampaio, e estamos aqui para contribuir, ajudar, colaborar, incentivar porque sabemos o quanto isso é importante”.


CONTATOS DO AUTOR | www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta