LAMAÇAL NA SESAU: Deputado considera denúncias muito graves e exige apuração rigorosa.

A Coluna de Hoje | Publicada 00h05

Jorge Everton quer investigação sobre denúncias na Sesau.

Embora não tenha revelado as identidades dos beneficiários – políticos e empresários – com os desmandos na Secretaria Estadual de Saúde, o ex-secretário Ailton Wanderley abriu a caixa preta da Sesau.

Ontem o deputado estadual Jorge Everton (MDB) afirmou que as denúncias de Ailton Wanderley precisam ser apuradas de forma implacável e rigorosa. Assembleia Legislativa deve fazer seu papel e buscar respostas para cada uma das citações feitas pelo gestor em sua rede social.

Segundo Everton os médicos não devem ser culpados pelo caos da saúde pública de Roraima. “Isso é um erro fatal. Tem que ser apurado o desvio de recurso, se existe irregularidade nas contratações e quem está por trás dessas empresas. Se tem político envolvido, quem denunciou precisa dar os nomes. E se tem médicos recebendo sem trabalhar que esses sejam punidos”, cobrou.

Jorge Everton afirma que ele vai pedir explicações nesse sentido. Ele disse que quer saber quem são os responsáveis e quem está ganhando com o caos na saúde pública e com a morte de pessoas. “É isso que exijo. Os órgãos de controle precisam fazer seu papel. Precisamos levar para a sociedade a verdade”, afirmou.

Para o deputado, os profissionais da saúde estão trabalhando há muito tempo sem condições e que é preciso melhorar essa estrutura de trabalho para que o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) seja bem atendido.

Na gestão passada eu acompanhei toda a situação crítica nas unidades de saúde do Estado, o que permaneceu por quatros anos. Vou pedir ao atual governador uma atenção nessa pasta para que a população tenha uma saúde de qualidade a partir de agora. É nisso que eu acredito”, finalizou Jorge Everton.

Os 100 dias de Denarium

Denarium: 100 dias sem ter algo expressivo para mostrar.

No da gestão estadual desde 10 de dezembro do ano passado – com o início da intervenção federal -, Antônio Denarium (PSL) completa amanhã, 10, efetivamente, 100 dias de seu governo, desde a posse em 1º de janeiro.

Não há muito o que comemorar porque o Governo de Denarium não se encontrou ainda, segue patinando nas promessas de campanha e ainda não adquiriu uma identidade própria.

Denarium passou a campanha inteirinha afirmando que o problema de Roraima não era falta de dinheiro, mas de gestão.

Mas descobriu depois de alguns meses da posse que o dinheiro é insuficiente para realizar tudo que prometeu. E o Estado segue sem uma perspectiva definida.

E já que não tem muito a celebrar, não custa refletir sobre os erros, acertos e ações futuras. Denarium precisa dizer a que veio.

R$ 100 bilhões para estados e municípios

O Governo de Roraima pode ser beneficiado com o pré-sal.

Assim como ocorreu no governo de Suely Campos, no final de 2017, Antônio Denarium receberá uma bolada através de repasse da União por conta da exploração do pré-sal.

É que a equipe econômica de Bolsonaro já encontrou uma saída para partilhar com estados e municípios mais de R$ 100 bilhões em receitas decorrentes da exploração de petróleo.

A solução está na proposta de emenda constitucional (PEC) que desvincula e desindexa o Orçamento da União. Segundo integrantes do governo, o texto vai criar uma exceção à regra do teto de gastos, pela qual as despesas públicas não podem crescer acima da inflação.

Isso abre caminho para que parte da arrecadação com o pré-sal seja transferida para as mãos de governadores e prefeitos sem criar problemas para a União.

Em troca da benesse, o governo quer apoio firme dos governadores à aprovação da reforma da Previdência. Segundo os técnicos, as mudanças nas aposentadorias têm de ser aprovadas primeiro.

A farra no Senado

Mecias é quem mais nomeou servidores de gabinete.

Gabinetes lotados, os senadores de Roraima se destacam no Portal da Transparência do Senado pela quantidade de servidores nomeados.

Juntos Mecias de Jesus, Chico Rodrigues e Telmário Mota empregaram até agora 128 pessoas em várias funções, para os gabinetes em Brasília e escritórios políticos aqui em Boa Vista.

Mecias tem 53, Chico Rodrigues 25 e o mais veterano da turma Telmário Mota lotou 50 servidores.

Luz no João de Barros

Teresa visitou o baio João de Barro e anunciou a obra.

Durante uma visita à área do João de Barro, na manhã dessa quinta-feira, 4, a prefeita Teresa Surita anunciou a chegada da iluminação pública naquela localidade. Os trabalhos já começam no dia 15 de abril, ocasião em que se inicia a instalação de 117 luminárias de LED, abrangendo um total de 12 quadras. A energia vai beneficiar mais de 3 mil famílias que moram ou que já possuem terrenos na região.

O João de Barro foi declarado como Área de Interesse Social em 2009. Foi ocupado de forma irregular e sem aprovação do município, pois o projeto não atende as exigências da Lei de Parcelamento de Solo, por responsabilidade exclusiva do dono original do lote. Diante de um compromisso firmado no final de 2016 com os moradores, a prefeita Teresa e o senador Romero Jucá conseguiram recursos para levar a iluminação pública para a região, que é o principal anseio dos moradores.

É uma área que há muito tempo as pessoas pedem melhorias e agora estamos conseguindo avançar mais um pouquinho nessa questão. Aqui o caminhão de lixo já passa três vezes na semana, e agora estamos trazendo a energia de LED para 12 quadras, o que vai mudar a condição do bairro que precisa de tantos avanços. É importante dizer que esse trabalho foi uma parceria com o senador Romero Jucá. Foi ele que arrumou recursos e a prefeitura vai fazer a obra”, declarou a prefeita.

Volta às aulas no interior

Transporte Escolar continua parado por falta de pagamento.

A Secretaria Estadual de Educação anunciou para hoje, 9, mais de 10 mil estudantes em 11 municípios de escolas do interior retornam hoje às aulas.

Por conta do atraso no início das aulas a Secretaria organizará um calendário diferenciado, que cumprirá o que determina a legislação vigente, atendendo os 200 dias letivos e 800 horas de aula.

Mas há um problema sério a ser resolvido: o transporte escolar, paralisado desde a metade do ano passado, no Governo de Suely que não pagou as empesas.

Mas a Seed anuncia que está redefinindo rotas por meio da metodologia de georreferenciamento. No momento a Secretara trabalha em novo procedimento licitatório.

Segundo dados do Censo Escolar, em todo o Estado, 9.909 alunos dependem do serviço de transporte escolar.

Suely Campos, tremei

Suely foi apeada do Governo e não pagou os bancos conveniados.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) deve retomar nesta semana um julgamento que leva à loucura os governadores de estados em crise, em suma, quase todos.

A Corte vai estabelecer se eles devem responder por peculato quando dão calote nos bancos responsáveis pelos créditos consignados dos servidores para arcar com outras despesas, como a folha de pagamento do funcionalismo.

O processo em questão diz respeito à gestão de Waldez Góes, do Amapá. O relator, Mauro Campbell, e o revisor, Benedito Gonçalves, votaram pela absolvição. Já João Otávio Noronha — coincidentemente, ex-diretor do Banco do Brasil — abriu divergência, em favor da condenação de Waldez.

Se for dado provimento à ação, Suely Campos que se cuide.O governo dela praticou o maior calote financeiro contra os bancos conveniados que ofereciam consignados aos servidores. foi apeada do governo e não pagou a conta.

Gasolina a R$ 4,29

Gasolina em Boa Vista entre as mais caras do país.

Com o segundo aumento nesses primeiros dias de abril, a gasolina vendida nas bombas de Boa Vista já ultrapassou os R$ 4,00.

Estava sendo vendida ontem por R$ 4,39. É certamente um dos preços mais altos da região norte.

Desde o final de janeiro, quando o valor era de R$ 3,83, o preço subiu ao menos R$ 0,56 na capital.

Com o novo aumento, a média de preço nos postos da cidade é de R$ 4,29, para os condutores que abastecem em dinheiro, ou seja, uma diferença de quase R$ 0,30 centavos. Já para os que utilizam cartões de crédito, o valor pode custar até R$ 0,10 centavos a mais.

INFLUENZA: PMBV antecipa vacinação

Teresa dá entrevista sobre a antecipação da vacinação.

A prefeita Teresa Surita anunciou a antecipação da campanha nacional contra a Influenza (Gripe) em Boa Vista, que começou ontem em todas as unidades básicas de saúde e nas salas de vacinas do Centro de Nutrição Infantil (Cernutri) e programa Família que Acolhe (FQA).

A data prevista para ocorrer em todos os estados brasileiros, conforme recomendação do Ministério da Saúde, é no dia 10. De acordo com a prefeita, desde que foram confirmados casos dos subtipos de vírus da Influenza H1N1 no Amazonas, o munícipio está em alerta e vem consolidando estratégias para proteger a população boa-vistense da doença.

“Nós recebemos 23 mil doses da vacina, mas quero acalmar a população. Não existe surto em nosso estado. Nós estamos antecipando devido o problema de Manaus, por isso a importância de começar a vacinar antes da data nacional. Começamos na segunda-feira com os grupos específicos que são crianças menores de seis anos, idosos, profissionais de saúde e os demais”.

O foco da campanha é imunizar 90% dos grupos de risco por conta da possibilidade desses indivíduos de complicações causadas pela gripe. Devem receber a vacina pessoas com 60 anos ou mais; crianças de 6 meses a menores de 6 anos; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; professores de escolas públicas e privadas; povos indígenas; portadores de doenças crônicas não transmissíveis; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

ALE fiscaliza ações no interior

Fiscalização da ALE em pontes danificadas no interior.

As reclamações de moradores de Uiramutã, a 329 quilômetros da Capital, motivaram uma inspeção pelo programa Fiscaliza Roraima, da Assembleia Legislativa.

Uma equipe de técnicos esteve no município no final de semana (06 e 07), para mapear as pontes de madeira e os 90 quilômetros de extensão da estrada que não têm pavimentação.

A vistoria passou por 24 pontes, algumas destruídas. Sobre a estrada, que é de piçarra, em muitos trechos a trafegabilidade está gravemente prejudicada.

As informações apuradas serão detalhadas em relatório, que deverá ficar pronto em até cinco dias.


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: