Lava-Jato: justiça bloqueia R$ 124 milhões de João Pizzollati.

Compartilhe nosso conteúdo!
A Coluna de Hoje | Boa Vista,RR | Publicada 00h12
kk
João Pizzollati é acusado na operação Lava Jato por ter desviado dinheiro da Petrobrás junto com o PP.

A Justiça do Paraná acatou o pedido de bloqueio de bens do PP feito pelo MPF na ação de improbidade com pedido de indenização de mais de R$ 2 bilhões. O juiz Friedmann Anderson Wendpap decretou ontem o bloqueio R$ 476.917.797,44 em ação de improbidade, na Operação Lava Jato, contra o Partido Progressista, 10 políticos e um ex-assessor do partido.

A ação pegou o secretário extraordinário do Governo de Roraima, João Pizzolati Júnior, enrolado até o pescoço na operação Lava-Jato, que tomou uma senhora mordida do juiz Friedman Vendpap, que determinou o bloqueio no valor de R$ 124.055.758,32 (Centro e vinte e quatro milhões) das contas de Pizzollati. Na ação, a força-tarefa da Lava Jato imputa atos de improbidade administrativa ao grupo e pede que sejam condenados – inclusive o PP, como pessoa jurídica – a pagarem R$ 2,3 bilhões de ressarcimento ao erário, multa civil e por danos morais coletivos.

Juntamente com outros 10 políticos do PP, Pizzollati é denunciado por formação de quadrilha, danos ao erário e enriquecimento ilícito. Esta é a primeira ação por improbidade proposta contra um partido político da força-tarefa da Lava Jato.

Além dos valores que os réus terão de pagar ao Erário, se forem condenados, a ação pede para os políticos suspensão dos direitos políticos por dez anos, proibição de contratar com o Poder Público e a vedação de receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, além da cassação da aposentadoria especial dos parlamentares ou perda do direito à contagem do tempo como deputado para a aposentadoria.

Justiça desaloja Faradilson da ‘lagoa do suíço’
Faradilson vestido com roupa de camuflagem militar:
Faradilson disse que não vai se manter com sua turma no local que foi invadido, no Haras Cunhã Pucá.

Uma área de várzea, que não serve para construção de moradias, nem que sejam montadas em palafitas, localizada do outro lado do Rio Branco, dentro do terreno do Haras Cunhã Pucá, foi reintegrada ao proprietário Michel Voguel, por uma decisão da juíza Suelen Márcia Silva Aves, da 5ª Vara Cível do Tribunal de Justiça. O terreno foi invadido no último domingo por mais de 5 mil pessoas, recrutadas pelo autointitulado líder das minorias Faradilson Mesquita que ontem prometeu resistência.

Reza um princípio no Estado Democrático de Direito – presume-se que vivemos nele – que decisão judicial não se discute, cumpre-se. Por via desse conceito usado na argumentação que está estritamente ligado às noções de sabedoria e de razoabilidade e do bom senso, claro, é Faradilson deve obedecer o que decidiu a juíza. Do contrário, e isso deve ser o norte, que se ponha esse elemento baderneiro na cadeia para que o corretivo sirva de ensinamento e o ponha no seu devido lugar.

Nas redes sociais, principalmente em sua conta no Facebook, Faradilson vem incitando que as pessoas resistiram, ao mesmo tempo que recruta mais gente para comparecer ao local da invasão. Ele promete que vai se manter no local. “Vamos colocar mais de 10 mil pessoas nas ruas. Vamos recorrer dentro da lei, mas vamos continuar aqui”.

Apoio aos produtores rurais
ll
Teresa assumiu o compromisso de apoiar os produtores rurais fortalecendo a agricultura em Boa Vista.

A Prefeitura de Boa Vista assumiu o compromisso de apoiar os produtores rurais do município, e isso será feito através da Secretaria Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas, cuja sede foi inaugurada ontem. A pasta foi criada recentemente por iniciativa da prefeita Teresa Surita.

A meta principal da secretaria é desenvolver o setor agropecuário em Boa Vista e atrair potenciais investidores. A prefeita Teresa Surita, acredita no potencial agrícola do município. Sabendo ela, que a capital tem hoje uma área plantável que chega a 150 mil hectares.

Segundo Teresa a Secretaria está com o propósito de apoiar o pequeno, médio, e ao grande produtor. No apoio ao pequeno e médio produtor, a secretaria está identificando áreas comunitárias para projetos pilotos de aprendizagem com tecnologia que servirão de amostragem de como cuidar da terra, do plantio e da colheita de forma correta.

A secretaria fomentará a produção nestas áreas agricultáveis e induzir as exportações. Hoje 52% da merenda nas escolas municipais são adquiridas aqui mesmo na cidade, através da Agricultura Familiar. Com equilíbrio financeiro e planejamento conseguimos abrir uma nova secretaria, um orçamento a mais, com o intuito de gerar emprego, renda e riquezas para Boa Vista”, disse Teresa.

Dimensionar a produção
lll
O secretário Marlon ressaltou a importância de dimensionar o setor produtivo do município.

A Secretaria Municipal é formada por três superintendências: Administrativa, Agrícola e de Assuntos Indígenas.

O titular da pasta Marlon Cristiano Buss, ressaltou a importância de dimensionar o setor produtivo para atrair riquezas para o município e lucro para os produtores.

No apoio ao grande produtor, Marlon informou que a Secretaria elaborou um diagnóstico para a solução de gargalos como Zoneamento Econômico Ecológico (ZEE), Licenciamento Ambiental, Regularização Fundiária e Energia. Também serão elaborados os planos de negócios para a retomada do crédito a estes produtores, e modernização com tecnologia na produção.

Já temos no mercado nacional elementos que potencializam nossa produtividade, o que precisamos é organizar, setorizar nossas atividades, e buscar consumidores que atendam a nossa produção”, frisou Marlon.

Apoio ao pequeno produtor
ll
Dalva Conceição falou da importância da Secretaria de Agricultura para a agricultura familiar.

A Prefeitura de Boa Vista já executa muitos serviços junto aos pequenos produtores rurais. Muitas famílias indígenas e do PA Nova Amazônia recebem o apoio desde a mecanização do solo, plantio, até a colheita e escoamento da produção.

Outra função já assumida pela Secretaria é administrar as campanhas de vacinação contra a febre aftosa nas comunidades indígenas, trabalho já feito pela prefeitura há 9 anos. Além disso, com o apoio das demais pastas municipais serão levadas melhorias e estrutura para as áreas rurais e indígenas.

A produtora Dalva Conceição, faz parte do grupo das 300 famílias da agricultura familiar do PA Nova Amazônia que fornece alimentos para o Programa Nacional de Alimentação Escolar. Para ela a secretaria será essencial para o homem do campo. “Muitos agricultores desistem de plantar por falta de orientação, assistência técnica e de acompanhamento. O nosso problema hoje não é só produzir e sim comercializar e entender o mercado. E acredito que essa secretaria será aquele apoio que tanto precisamos”, disse.

O dinamismo da política 
ll
O vereador Júlio (César) Medeiros discursou ontem na instalação da Secretaria de Agricultura. 

O vereador Júlio Medeiros (ex-Júlio César) que foi opositor implacável da prefeita Teresa Surita na administração anterior, cuidou de abrandar e não resistiu.

Ele até ensaiou uma oposição à prefeita Teresa Surita no início do ano, mas parece que os dois alinharam os ponteiros. Júlio tem sido figura devotada nas solenidades oficiais da Prefeitura e ontem na inauguração da Secretaria de Agricultura fez até discurso. E ganhou afagado da prefeita.

Talvez tenha curvado-se ao dinamismo da política que permite o relacionamento entre as pessoas mesmo quando há divergência. E como encontrou guarida na prefeita, resolveu facilitar

De olho nas eleições de 2018
jjj
A prefeita Teresa Surita e o senador Romero Jucá aparecem bem avaliados em todas as amostragens.

Visando prospectar o cenário roraimense para as eleições do ano que vem, o Partido Comunista do Brasil (PC do B) encomendou pesquisas de opinião púbica em todas as regiões do Brasil.

A finalidade é identificar todos os panoramas possíveis para determinar a participação do Partido nas disputas estaduais.

Como a amostragem serve de acostamento interno e não será divulgada oficialmente, não haverá a exposição dos índices tabulados.

Os números, no entanto, não deixam dúvida, pelos percentuais apurados: a prefeita Teresa Surita e o senador Romero Jucá [ambos do PMDB] aparecem como as mais proeminentes figuras políticas de Roraima na atualidade.

Hoje tem mutirão do IR 
ll
Acadêmicos da Estácio estarão disponíveis para auxiliar os contribuintes do Imposto de Renda.

Quem ainda não acertou as contas com o Leão pode recorrer ao Mutirão do Imposto de Renda promovido pelo Centro Universitário Estácio da Amazônia neste sábado, dia 8, das 9h às 17 horas, nos laboratórios da instituição de ensino superior que fica no bairro União, zona Oeste de Boa Vista.

Pelo menos 32 acadêmicos devem se revezar nas orientações gratuitas sobre a Declaração Anual de Ajustes de IR à comunidade e ajudando a preencher as declarações dos contribuintes.

O coordenador do curso de Ciências Contábeis, Rubens Savaris, disse que a proposta de fazer um Mutirão com orientações do Imposto de Renda atende a premissa do exercício da responsabilidade social que é uma prática constante dentro da Estácio da Amazônia.

ll
A Prefeitura executa hoje mais uma etapa da campanha que visa erradicar a raiva entre os animais da cidade.

Vacinando os bichinhos | A Secretaria Municipal de Saúde realiza neste sábado, 8, das 8h às 17h, mais uma etapa da Campanha Municipal de Vacinação contra a Raiva em Boa Vista. Mais de 20 locais estarão disponíveis para receber os animais, que devem ser levados com guias e coleiras e conduzidos por pessoas maiores de 18 anos.


CONTATOS DO AUTOR | www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.
Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts