Maduro quer repatriar venezuelanos refugiados em Roraima.

A Coluna de Hoje | Publicada 00h13

Maduro não oferece atrativo algum. Mas promete que vai repatriar ‘hermanos’ que fugiram do país.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou ontem, em Caracas, um plano com o qual espera levar de volta ao país os venezuelanos que emigraram nos últimos anos por causa da severa crise econômica e que agora queiram retornar, principalmente os que pediram refúgio em Roraima nos últimos meses.

“Eu quero que você me faça um plano especial para apoiar venezuelanos que tenham ido ao exterior, que tenham perdido tudo e queiram voltar para trabalhar e ter seu negócio, ter sua empresa”, disse Maduro ao ministro de Economia, Simón Zerpa.

Durante um ato com políticos e empresários em Caracas o líder chavista pediu ao seu ministro para configurar este mecanismo com a ajuda de quatro bancos públicos.

Maduro disse sentir tristeza pelas histórias que conhece “todos os dias” de venezuelanos que foram embora do país devido à “campanha permanente dos veículos de meios de comunicação e das redes sociais” e que agora sofrem “humilhações” no exterior ou estão “passando fome”.

“Decidem vender a casa, o apartamento, o carro e vão embora. Seis meses depois retornam arruinados”, comentou.

O presidente opinou ainda que, diante da crise, os cidadãos não deveriam deixar a Venezuela, mas “ficar, trabalhar e fazer da pátria a pátria mais bela e próspera que jamais se tenha conhecido no planeta Terra”.

A Organização Internacional de Migração (OIM) estimou em 1,6 milhão o tamanho da diáspora venezuelana dos últimos anos e há estudos que falam até de quatro milhões de cidadãos que deixaram seu país desde que se instaurou a chamada revolução bolivariana em 1999.

Embora Maduro tenha negado que exista um “êxodo em massa” de venezuelanos, no mês passado disse esperar o retorno dos jovens que emigraram para “melhorar sua vida”.  Fonte | EFE

Reforço na fronteira de Roraima

A fronteira do Brasil com a Venezuela (em Pacaraima) receberá reforço de forças federais.

Cerca de 300 integrantes da Polícia Federal e da Força Nacional reforçarão pontos de fronteira em nove estados por meio da Operação Fronteira Segura, anunciada pelo ministério da Segurança Pública.

Os estados que receberão efetivo inicialmente são Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Rondônia, Roraima e Santa Catarina.

A distribuição do efetivo será feita nos postos avançados de fronteira, conforme necessidade operacional e planejamento da PF, tendo como base a cidade de Campo Grande (MS), onde será instalado o comando responsável pelo apoio operacional e administrativo.

O suporte da Força Nacional à PF nos postos de fronteira será feito até o fim de novembro, prazo que pode ser prorrogado. Além desses novos apoios em cidades como Oiapoque (AP), Tabatinga (AM), Epitaciolândia (AC), Guajará-Mirim (MS) ou Paraíso (SC), a Força Nacional já dava suporte à PF, desde 2017, em Pacaraima (RR), Caarapó (MS) e Foz do Iguaçu (PR).

Mais um abrigo para venezuelanos

O novo abrigo do Exército, para acomodar venezuelanos, foi aberto ontem.

A Força-Tarefa Logística Humanitária para o estado de Roraima inaugurou, em parceria com o Alto Comissariado das Nações Unidas (ACNUR), o abrigo ‘Rondon 1’, em Boa Vista.

A área oferecida tem capacidade de atender 600 pessoas e é destinada para o acolhimento de imigrantes venezuelanos, que vivem em locais públicos de Boa Vista.

Ao todo, foram montadas 116 residências no padrão da Organização das Nações Unidas (ONU).

Serão direcionadas ao abrigo, famílias localizadas nas redondezas da Rodoviária Internacional de Boa Vista, pátio da Igreja Consolata, em frente ao abrigo Jardim Floresta, entre outros.

Os imigrantes passarão por um cadastramento, serão vacinados e farão a identidade. Este é o primeiro abrigo da América Latina com casas desse modelo. As residências comportam até seis pessoas.

RR já tem 216 casos de sarampo

A vacinação é a única forma de impedir que o sarampo continue avançando na zona urbana.

Balanço divulgado pelo Ministério da Saúde mostra que o Brasil tem 677 casos confirmados de sarampo.

Segundo a pasta, atualmente, o país enfrenta dois surtos de sarampo – em Roraima e no Amazonas. Até terça-feira (17), foram confirmados 444 casos de sarampo no Amazonas, e 2.529 permanecem em investigação. Roraima confirmou 216 casos da doença e 160 continuam em investigação.

O ministério informou que, desde fevereiro, quando começaram a surgir os casos de sarampo, foram registradas três mortes: duas em Roraima e uma no Amazonas.

Em Roraima, um caso suspeito de morte pela doença ainda está em investigação.

10.434 foram vacinados

A Prefeitura encerrou a segunda etapa da vacinação em Boa Vista, imunizando mais de 10 mil pessoas.

A Prefeitura de Boa Vista encerrou ontem, 20, a segunda etapa de vacinação de casa em casa no bairro Liberdade. Ao todo, foram imunizadas 10.434 pessoas contra a doença.

Durante as duas etapas de vacinação nas casas, as equipes avaliaram os cartões de vacina de 32.954 pessoas, dessas, 22.715 já estavam com o esquema vacinal completo e 10.434 receberam a dose do tríplice viral contra o sarampo, durante a varredura.

Os números ainda são parciais. Foram visitados 22 bairros pelas equipes, sendo 9 na primeira etapa e 13 na segunda.

“Esta é uma das muitas ações que estamos executando no enfrentamento do surto da doença na capital e é importante a adesão das pessoas. Solicitamos que todos abram as suas casas e recebam as nossas equipes. A vacina é prevenção”, destaca o secretário municipal de saúde, Claudio Galvão.

A cantilena de Oleno

Suely definiu o deputado estadual Oleno Matos como seu parceiro de chapa.

Decidido a arriscar sua carreira política, formando chapa com Suely Campos na campanha da reeleição, o deputado Oleno Matos escreveu uma verdadeira ladainha para justificar sua decisão.

Disse, em uma ‘carta ao povo de Roraima’, que seguirá ao lado de quem está trabalhando para soerguer o Estado. Mas como, pois é neste Governo que o povo vive seus piores dias, resultado de uma administração perdulária, irresponsável e compromissada com o interesse local.

Oleno tenta mover o ovo a acreditar em suas lamúrias. Ele diz que “está sendo chamado a abraçar um projeto em prol do Estado de Roraima”. Suas intenções são até admiráveis. Ocorre que ser vice de Suely sinceramente não será um bom negócio.

O deputado corre um sério risco de ficar abolido por um temo, em função da situação política de Suely e de seu Governo. Mas Oleno não ficará desempregado. Voltará a dar expediente na Defensoria Pública, de ontem saiu para ser político.

O HGR fez água

Acompanhantes com os pés para cima devido o alagamento.

A chuva da madrugada de ontem levou desespero aos pacientes e acompanhantes, que se aguardavam atendimento nos corredores do Hospital Gera de Roraima.

As pessoas fotografaram a situação e postaram tudo nas redes sociais, expondo o flagelo estatal, que arruinou a saúde público nos últimos anos.

Enquanto chovia torrencialmente, as goteiras caiam de todos os lados, a água inundou os corredores, causando transtornos em pacientes e atendentes.

O calote causa prejuízos

Servidores protestam em praça público contra o calote no consignado.

As instituições financeiras que atuam no mercado em Roraima estão com os trabalhos de empréstimos consignados praticamente parados.

São tantos os atrasos no rapasse dos valores, que elas estão sendo obrigadas a demitir corretores ou fechar as portas.

A economia do Estado está tendo um prejuízo de cerca de R$ 25 milhões mensais, dinheiros que aqueceria a economia local, principalmente o comércio e setor de construção civil.

1ª AgroFest | Aproximadamente mil pessoas são esperadas para este sábado, 21, a partir das 8h, na Associação Elifas Levi Veloso Filho, localizada no P.A Nova Amazônia, vicinal 2, Polo 1. No local, acontecerá a primeira edição da festa da Agricultura Familiar: A AgrofestBV 2018. O evento é uma realização da Prefeitura de Boa Vista, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas (SMAI), e dos agricultores familiares do Projeto de Assentamento Nova Amazônia. A programação contará com visitas técnicas e dia de campo nas lavouras, estações tecnológicas, demonstração em campos experimentais de soja e milho, além da Feira do Agricultor com a venda de produtos fresquinhos direto do campo e a exposição de máquinas, equipamentos e insumos de empresas do segmento do agronegócio.


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: