Mais 233 venezuelanos são levados embora para Manaus e São Paulo.

A Coluna de Hoje | Publicada 00h11

Refugiados venezuelanos embarcam em avião da FAB com destino à Manaus e São Paulo. Foto | Marcelo Camargo (ABr)

Mal passava das 5h da manhã de ontem em Boa Vista, quando um grupo de 233 venezuelanos foram levados para a Base Aérea de Boa Vista para iniciar a viagem de ida para Manaus e São Paulo em mais uma operação de interiorização de imigrantes, uma ação da Presidência da república que tem o objetivo de amenizar a crise migratória que afeta o Estado de Roraima.

O Boeing 767 da FAB decolou às 8h30 fazendo a primeira perna em Manaus onde 164 desembarcaram. Os outros 69 seguiriam para São Paulo. O primeiro grupo, foi para São Paulo, com 199 pessoas, e Cuiabá, 66 pessoas, nos dias 5 e 6 de abril. Só viaja quem se voluntariar.  Além disso precisa ter o perfil desejado pelos abrigos. A iniciativa busca ajudar venezuelanos a procurar novas oportunidades em outras localidades do Brasil.

Em São Paulo, por exemplo, a preferência é por homens solteiros, pela empregabilidade. Já Manaus aceita famílias inteiras. As vagas são buscadas pelo Ministério do Desenvolvimento Social e pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Organização das Nações Unidas para refugiados, nos abrigos.

Pelas estimativas das autoridades locais e da Casa Civil, cerca de 40 mil venezuelanos ainda estão em Boa Vista. Em Pacaraima, na fronteira com a Venezuela, 500 migrantes estão alojados em um abrigo.

O Exército já trabalha com a ampliação das estruturas de alojamento e acolhimento de venezuelanos nas duas cidades.

Mas eles continuam chegando

Ontem dezenas de venezuelanos se amontoaram na sede da PF em busca do documento de entrada.

Mas as levas de venezuelanos, desencadeadas pela fome e pela miséria, continuaram inalteradas, e centenas de imigrantes entram em solo brasileiro todos os dias pelo único posto de travessia terrestre formal entre as duas nações, de acordo com autoridades de Roraima.

Ontem mesmo eles faziam filas nas calçadas da sede da Polícia federal, em Boa Vista, em busca do visto de entrada para aqui permanecerem como refugiados.

— Novas medidas estão sendo tomadas para aliviar a situação, mas a crise humanitária continua — disse Rosilene Santiago, superintendente da Polícia Federal em Roraima:

Os pedidos de asilo de venezuelanos em Roraima, que foram 3.800 em 2016, saltaram para 20 mil desde o início deste ano, quase superando os 22 mil pedidos de todo o ano de 2017.

A Polícia Federal disse que 92.656 venezuelanos entraram no Brasil entre 2017 e 2018. Metade deles seguiu adiante para países vizinhos em que se fala espanhol, como a Argentina, mas muitos permaneceram em Boa Vista.

Reboliço no reino dos Campos

Suely assinou os decretos de exoneração de Mariana e nomeação de Stela. Mas depois desfez tudo.

Alguma entrevero aconteceu no Governo de Suely diante da exoneração de Mariana Ferreira Poltroniere, da presidência da Junta Comercial, e posterior nomeação de Maria Stela Adjafre Pinheiro como substituta.

Stela, esposa do deputado Brito Bezerra e irmã do deputado Chico Mozart, ocupava o cargo de secretária adjunta da Cultura. Mas foi substituída na função por Zenilda Maria Portela, mãe da deputada Ângela Portela.

Tudo parecia natural. Eis que a governadora Suely tornou sem efeito os dois decretos de exoneração de Mariana (Decreto n° 515-P, de 2 de maio de 2018), e de nomeação de Stela (Decreto n° 516-P, de 2 de maio de 2018).

Ambos os decretos de exoneração e nomeação foram publicados no Diário Oficial do último dia 2 deste mês. E no DOE do dia 3, anteontem, pipocaram novos decretos tornando sem efeitos os decretos anteriores.

Essa salada toda evidencia que o forno político no ‘reino dos Campos’ está ardendo. Agora resta saber o motivou Suely voltar atrás. ai tem…

Se a moda pega

Na Assembleia Legislativa é praxe a requisição de policiais para assessorar deputados.

O Tribunal de Contas da União (TCU) acabou com a farra de policiais cedidos para gabinetes de autoridades do Distrito Federal.

Se o exemplo se espalhar Brasil afora, tanto a polícia civil quanto a militar aqui em Roraima, terão um reforço e tanto em suas fileiras.

É que gabinetes de autoridades – principalmente deputados estaduais – estão entupidos de policiais que atuam como assessores.

No DF além do reforço nas corporações, o relator no TCU, ministro Bruno Dantas, ordenou o ressarcimento dos gastos com salários e benefícios ao cofre do Fundo Constitucional.

Concurso da PM: há falhas

O advogado Pedro Duque vai questionar alguns pontos do edital do concurso da PM.

O advogado Pedro Duque está disposto a mostrar a existência de falhas no edital do concurso público da Polícia Militar de Roraima para soldados de 2ª classe.

Duque informou que pretende ajuizar uma ação popular para impugnar o certame.

De acordo com o advogado, a medida será tomada para evitar que pessoas sejam enganadas.

Segundo ele muita gente está se preparando para esse concurso, mas que todos estão sendo iludido. “Nem sabemos se possui previsão orçamentária para a contratação desses profissionais”, disse.

“O Estado diz estar quebrado, então, como vão pagar o salário de mais policiais? E nós sabemos a necessidade de efetivo nas ruas, com o aumento da violência no Estado. Além disso, a taxa cobrada é exorbitante, é de R$ 180, nem todas as pessoas têm como pagar”, completou.

Para onde vai a grana

Apesar da alta soma destinada à Secretaria de Saúde, a situação é cada vez pior.

Alguém na administração estadual ou na Secretaria de Saúde do Estado tem que explicar para onde que está indo tanto dinheiro.

São milhões e milhões liberados em orçamento e em créditos suplementares. Nessa semana foram mais de R$ 53 milhões e ninguém sabe o que é feito com tanto dinheiro.

O atendimento nas unidades de saúde continua péssimo e ainda faltam medicamentos, mesmo com a chegada de 25 toneladas na semana passada.

Combatendo a Influenza

A Prefeitura desencadeou campanha de vacinação para prevenir a gripe Influenza.

A partir da próxima segunda-feira, 7, a prefeitura de Boa Vista inicia a programação de vacinação nas Casas Mãe e Pró-infância da capital. Serão disponibilizados para as crianças além das doses da vacina contra gripe, as vacinas Pentavalente, DTP e Tríplice Viral,

A ação faz parte das atividades vacinação que a prefeitura tem intensificado para alcançar o público infantil, um dos grupos prioritários da campanha contra a influenza. É importante que as crianças tenham a autorização dos pais e responsáveis.

“Antes de iniciarmos a vacinação, orientamos a direção da escola para que conversem com os pais para que autorizem a vacinação dos filhos, que devem levar além do cartão de vacina o documento de autorização”, explica a coordenadora municipal de imunização, Márcia Figueiredo.

Para tomar a vacina contra influenza, a criança precisa ter de seis meses até cinco anos incompletos; a Pentavalente, de dois meses a menores de cinco anos; DTP (Difteria, Tétano e Coqueluche), um ano e três meses a sete anos

Dedo Verde: 26 anos de história social | Os 26 anos do Dedo Verde foi celebrado com festa ontem, 4. O Horto Municipal, sede do programa recebeu integrantes, familiares e convidados, que ao longo dos anos fizeram parte da historia do projeto social. Diversas atividades contemplaram a programação, brincadeiras, jogos esportivos e gincana. Na ocasião, integrantes contaram um pouco de suas experiências dentro do programa. O Dedo Verde foi implantado na primeira gestão da prefeita Teresa Surita e beneficiou diversos jovens da capital. Atualmente atende 100 jovens entre 14 e 18 anos. A secretária de Gestão Social, Simone Queiroz, destacou que durante todos esses anos o programa evoluiu muito e mostrou para os jovens participantes o valor que tem o convívio com a natureza, a importância da questão ambiental na cidade, no país e responsabilidade com o meio ambiente. Atualmente o programa atende 100 adolescentes entre 14 e 18 anos em situação de risco e vulnerabilidade social e oferece diversas oficinas profissionalizantes, além de teatro, música, esporte e lazer. Cada integrante recebe uma bolsa de 180 reais, fardamento, vale transporte e lanche e refeição. E ainda acompanhamento de saúde, psicossocial e pedagógico.


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

Mais Noticias

Deixe uma resposta