Mais uma condenação para Neudo Campos, o chefe dos “Ganfanhotos’.

Compartilhe nosso conteúdo!
A Coluna de Hoje | Publicada 00h10
Neudo foi novamente condenado pelo envolvimento no rumoroso ‘Caso Gafanhoto’. Foto | Divulgação

O ex-governador Neudo Campos, esposa da governadora Suely Campos – e que se encontra encarcerado e sua própria residência, na Praça da Bandeia, cumprindo prisão domiciliar – foi novamente condenado pelo seu envolvimento no famigerado “Caso Gafanhoto”.

Acatando pedido do Ministério Público, o juiz titular da 2ª Vara da Fazenda Pública, Luiz Alberto de Morais Júnior, condenou Neudo por crime de improbidade administrativa, por atos lesivos ao Estado quando era governador. A nova condenação chega 15 anos depois da Operação Praga do Egito.

A denúncia do MP diz que Neudo incluiu e manteve pessoas, por indicação sua e de seus apoiadores na Assembleia Legislativa e em outros órgãos, sob regime de contratação direta, sem concurso público, na chamada Tabela Especial Assessoria. Esses indicados ocupavam, inclusive, funções típicas de carreira como agentes de polícia, auditores, procuradores, médicos dentistas, e servidões em geral.

O esquema que resultou em mais essa condenação de Neudo foi desnudado pela Operação Praga do Egito, também conhecida como Operação Gafanhoto, ação desenvolvida pela Polícia Federal no estado de Roraima e em mais três estados, em 2003, que geou inclusive a prisão de Neudo e seu recolhimento à Cadeia Pública de Boa Vista.

Nesta última ação Neudo foi condenado a perda da função pública (se estiver ocupando), suspensão dos direitos políticos por cinco anos, pagamento de multa civil de cem vezes o valor da remuneração percebida quando da prática dos atos improbos e proibição de contratar com o Poder Público.

Neudo também está impedido de receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.

Suely não repassa duodécimo. De novo?
Suely não repassou o duodécimo dos podres e houve nova o bloqueio das contas, pela 8ª vez.

Segue a rotina de bloqueios nas contas do Estado, por pura irresponsabilidade da governadora Suely Campos, que não repassa o duodécimo nas datas regulares.

Até ontem os servidores da Assembleia Legislativa não haviam recebido os salários do mês porque o duodécimo dos poderes não foi repassado.

Com as contas bloqueadas, o governo não consegue pagar funcionários nem fornecedores. Essa é a oitava vez que as contas são bloqueadas em um ano.

A Assembleia Legislativa informou que a transferência do dia 30 de junho não foi feita de forma integral, e que nos dias 10/07 e 20/07 não foi repassado nenhum centavo para a ALE.

O Tribunal de Justiça também afirmou que o pagamento não foi feito ao órgão.

Mais 131 foram embora
Migrantes venezuelanos chegaram a Brasília em um avião da FAB, ontem de manha. Foto | Ag. Brasil.

Não está acontecendo como gostaria a prefeita Teresa Surita – que defende uma retirada de pelo menos 500 venezuelanos por mês – mas o Exército realizou ontem mais um voo de interiorização de imigrantes. Um grupo de 131 foi levado em avião da FAB para Brasília, Cuiabá, Rio de Janeiro e São Paulo.

Cinquenta imigrantes serão foram pela organização Aldeias Infantis SOS, em Brasília, que atende prioritariamente famílias com crianças. Outros 36 venezuelanos, incluindo mulheres e crianças, foram levados para a Casa de Acolhida Papa Francisco, administrada pelo Programa de Atendimento a Refugiados da Cáritas, no Rio de Janeiro.

Em Cuiabá, 24 pessoas ficarão no Centro Pastoral do Migrante. Os demais 21 venezuelanos têm como destino São Paulo, onde serão abrigados na Casa do Migrante Missão Paz.

Padilha promete retirada permanente
Os ministros Alberto Beltrame e Eliseu Padilha recebem os migrantes venezuelanos em Brasília.

Após receber na organização Aldeias Infantis SOS de Brasília os 50 venezuelanos que haviam saído de Boa Vista na manhã de ontem (24), o ministro-chefe da Casa Civil da Presidência, Eliseu Padilha, informou que o processo de interiorização da população venezuelana será permanente.

“A interiorização é permanente porque temos uma entrada permanente em Roraima. Temos que interiorizar, caso contrário Roraima não consegue suportar toda a população venezuelana que está adentrando Roraima”, disse Padilha, ao lado dos ministros dos Direitos Humanos, Gustavo Rocha, e do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame.

Ainda segundo Padilha, os abrigos em Roraima têm capacidade para 6 mil pessoas e o governo quer manter este número de abrigados. “Portanto, nós teremos que fazer a interiorização do que exceder 6 mil”, acrescentou.

ALE: divulgadas notas do concurso
Lista com candidatos aprovados no concurso da Assembleia Legislativa já está disponível.

A Funrio, instituição responsável pelo concurso público da Assembleia Legislativa de Roraima, divulgou ontem (24), as notas preliminares da prova objetiva para cargos de nível superior e primeira fase para o cargo de taquígrafo, conforme previsto em edital.

As notas podem ser consultadas no site da Funrio (www.funrio.org.br), na área destinada para os cargos de nível superior: administrador, analista de sistemas, assessor técnico legislativo, contador, economista, enfermeiro, jornalista, psicólogo, tradutor (inglês) e de nível médio para o cargo de taquígrafo.

Os candidatos que quiserem contestar o resultado das notas preliminares podem interpor recursos no período 24 a 26 de julho. Os resultados dos recursos serão divulgados no dia 30 de julho, data em que serão divulgadas as notas definitivas das provas da primeira etapa dos candidatos aos cargos de nível superior.

Nesta data, 30 de julho, também serão convocados os candidatos de nível superior para a prova de títulos. A entrega de títulos para nível superior deverá ser feita nos dias 1º a 3 de agosto e o resultado preliminar desta etapa sairá no dia 10 de setembro. O resultado final para este grupo está previsto para o dia 26 de setembro.

PROVAS – Para os cargos de assistente legislativo, procurador e taquígrafo (segunda fase), as provas serão realizadas no próximo dia 2 de setembro, das 14h às 18h.

Riqueza no campo | Colher os frutos da terra, resultado do amor e do empenho da própria família, é algo que tem sido constante na vida dos moradores da região do Projeto de Assentamento Nova Amazônia. A agricultura familiar tem sido responsável por mais de 80% da produção mundial de alimentos e por mais de 90% das propriedades agrícolas. A agricultura familiar apresenta importante função para garantir a segurança alimentar pois preserva os alimentos tradicionais, além de contribuir para uma alimentação balanceada, para a proteção da agrobiodiversidade e para o uso sustentável dos recursos naturais. Atualmente, é responsável por mais de 70% dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros.


CONTATOS DO AUTOR www.peronico.com.br – e-mail: peronico.27@gmail.com – Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.
Compartilhe nosso conteúdo!
By peronico

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts