Mecias e Jhonatan de Jesus dizem que não são investigados por desvios na saúde de Roraima.

 Mecias e Jhonatan de Jesus dizem que não são investigados por desvios na saúde de Roraima.
Compartilhe este artigo

There is no ads to display, Please add some

O senador Mecias de Jesus e Jhonatan de Jesus, ambos do Republicanos, disseram hoje (16) que não são investigados por desvio de dinheiro da saúde do estado.

Em nota, eles disseram que apenas foram citados no caso e que as emendas parlamentares mencionadas no inquérito sobre o assunto já foram enviadas a Roraima, mas ainda não foram gastas.

Os nomes dos dois aparecem na decisão de ontem em que o ministro Luís Roberto Barroso determinou o afastamento do senador Chico Rodrigues do cargo por 90 dias.

A decisão menciona um relatório da Polícia Federal baseado em informações prestadas voluntariamente por um ex-servidor da Secretaria chamado Francisvaldo.

Francisvaldo contou aos investigados que foi pressionado a assinar um contrato com uma empresa de Guilherme Salomão porque o negócio estaria vinculado ao envio de emendas parlamentares de Mecias e Jhonantan a Roraima. Seriam R$ 2,5 milhões de cada um.

De acordo com as notas divulgadas pelos parlamentares, “a busca por recursos ao Estado é inerente à atividade parlamentar. Todavia, os parlamentares não têm ou tiveram qualquer ingerência na destinação dos recursos. Aliás, a Secretaria de Saúde informou que até a presente data, as emendas ainda não foram destinadas a qualquer contratação, empenho ou liquidação de despesa”.

NOTA DO MECIAS

O senador Mecias de Jesus (Republicanos) afirma não possuir nenhum envolvimento no caso do senador Chico Rodrigues ou em qualquer outro que envolva a Saúde.

Seu nome teria sido citado por terceiros, pelo fato de ter alocado recurso no Fundo Estadual de Saúde, em Roraima, o que é seu dever como parlamentar do estado. O senador não pode ser responsabilizado por citações de terceiros em reuniões que não está presente.

E informa ainda que Governo do estado de Roraima, por meio do secretário Estadual de Saúde, Marcelo Lopes apresentou uma declaração (anexo), na qual afirma que o recurso destinado por Mecias de Jesus no valor de R$ 2,5 milhões, até a presente data, 16 de outubro de 2020, não há nenhuma contratação em andamento, consequentemente sem empenho e liquidação de despesa. Ou seja, o dinheiro encontra-se em caixa, invalidando qualquer denúncia de desvio.

NOTA DO JHONATAN

Em relação à menção aos nomes do Senador Mecias de Jesus e do Deputado Federal Jhonatan de Jesus no curso das investigações sobre desvios na saúde no Estado de Roraima, a defesa afirma que nenhum dos citados são investigados no inquérito.

A busca por recursos ao Estado é inerente à atividade parlamentar. Todavia, os parlamentares não têm ou tiveram qualquer ingerência na destinação dos recursos.

Aliás, a Secretaria de Saúde informou que até a presente data, as emendas no valor de R$2.500.000,00 cada, obtida por iniciativa de Mecias e Johnatan, ainda não foram destinadas a qualquer contratação, empenho ou liquidação de despesa, encontrando-se ainda, conforme declaração pública do Secretário de Saúde, Marcelo Lopes, nos cofres do Estado.

O Deputado Federal Johnatan coloca-se à inteira disposição das autoridades para contribuir com as investigações a fim de apurar e punir com rigor quem tenha o feito no intuito de praticar atos espúrios contra a população de Roraima.

CONTATOS DO AUTOR

www.peronico.com.br – emails: peronico.27@gmail.com / blogdoperonico@gmail.com / texpeditopteronico@gmail.com Facebook: Peronnico Expedito – Blog do Expedito Peronnico.

peronico

http://peronico.com.br

Expedito Perônico, jornalista e colunista de política. Este blog cobre os bastidores do poder em Roraima e em Brasília. Já atuei nos principais veículos de comunicação de Roraima.

Posts Relacionados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: